Música “embala” vacas na hora da ordenha em exploração de São Miguel – Açoriano Oriental

Na exploração leiteira de Carlos Pimentel, em São Miguel, todas as vacas têm nome próprio e há 12 anos que são ordenhadas mecanicamente ao som de música calma, uma opção com ‘bons resultados’, disse o empresário.

Música "embala" vacas na hora da ordenha em exploração de São Miguel

Fonte: Música “embala” vacas na hora da ordenha em exploração de São Miguel – Açoriano Oriental

 

Continuar a ler

You’ll Never Hear “Here Comes The Sun” The Same Way After Hearing George Harrison’s Lost Guitar Solo

Here Comes The Sun As You’ve Never Heard It Before We said goodbye to The Beatles nearly half a century ago and yet well into the 21st century we’re still stumbling across treasures that never made it out of the vaults; half finished and unreleased songs, verses and lost instrumentation that for o..

Here Comes The Sun As You’ve Never Heard It Before

We said goodbye to The Beatles nearly half a century ago and yet well into the 21st century we’re still stumbling across treasures that never made it out of the vaults; half finished and unreleased songs, verses and lost instrumentation that for one reason or another simply didn’t fit with The Beatles’ master plan.

At first listen, George Harrison’s sunny Abbey Road contribution “Here Comes The Sun” sounds like a whole song, warm and bright and full – but in 2012, his son Dhani came across a master copy of the 1969 classic during a routine studio session with late Beatles producer George Martin that not even he’d heard before, featuring 1 key ingredient that left them scratching their heads in confusion as to why it was never added: a guitar solo.

Fun Fact: “Here Comes The Sun” was written at the country house of his friend Eric Clapton, where George hid to avoid a corporate Beatles meeting that day.

Starting at 1:01, a sharp little guitar lick cuts through the string arrangement section, simple yet dominating with its Eastern influences and still managing to be the right amount of salt to the overall sweetness of “Here Comes The Sun”.

Judging by Martin’s reaction, George Harrison’s ‘lost’ guitar solo came as a surprise to him as well and seems to leave him wondering what the rest of us are: why on earth wasn’t this included in the final mix? While the solo has yet to show up on any post-Beatles breakup releases and anthologies, we’re extremely grateful to Dhani Harrison for uncovering this gem while taking on the task of preserving his father’s musical legacy!

https://youtu.be/Loh-6Cjq-rU

Fonte: You’ll Never Hear “Here Comes The Sun” The Same Way After Hearing George Harrison’s Lost Guitar Solo

 A cidade do Porto desde os primórdios! | 1001 TopVideos

Um trabalho meritório que mostra a evolução da cidade do Porto desde os primórdios.

Um trabalho meritório que mostra a evolução da cidade do Porto desde os primórdios.

15895
0
Fantástico! A cidade do Porto desde os primórdios!
Fantástico! A cidade do Porto desde os primórdios!

Bem-vinda(o) ao “1001 Top Vídeos”! Os melhores vídeos de Portugal!

Fantástico! A cidade do Porto desde os primórdios! Vídeo de: Francisco M. M. Braga

Porto

O Porto é um dos destinos turísticos mais antigos da Europa e a riqueza do seu património artístico, o Vinho do Porto, os vastos espaços dedicados ao lazer e a sua vida cultural são apenas alguns dos motivos que convidam a visitar a cidade.

Em poucos dias ou num fim de semana prolongado, não deixe de conhecer os encantos do Porto. No centro histórico, a Estação Ferroviária de São Bento é um ponto de chegada e uma referência geográfica, de onde partem os três itinerários que sugerimos para visitar a cidade, assinalando os pontos de interesse mais importantes.

No geral, a cidade do Porto é acessível e dispõe de pavimentos em bom estado de conservação e maioritariamente regulares, em que os materiais utilizados com mais frequência são a calçada em basalto ou calcário e as lajes em granito, permitindo uma circulação estável e confortável para o visitante. No entanto, a inclinação de algumas ruas do centro histórico são uma condicionante a ter em conta, por dificultar a experiência. Quanto aos passeios, na generalidade, são amplos e regulares.

Começamos por visitar o centro histórico e descer até à Ribeira, junto ao rio, para depois visitar a zona mais comercial da cidade, entre o Bolhão, Santa Catarina e a Batalha, com possibilidade de atravessar o rio para Vila Nova de Gaia, até à Serra do Pilar, e desfrutar de uma vista surpreendente sobre a cidade. O terceiro itinerário passa por monumentos de referência como a Torre dos Clérigos, um ex-libris do Porto, pelo Museu Nacional de Soares dos Reis e termina nos agradáveis Jardins do Palácio de Cristal.

Existem muitos outros pontos de interesse que não foram integrados nestes percursos e entre os quais vale a pena referir, por exemplo, a zona da Foz do Douro, a Casa da Música e o Museu de Serralves. São locais acessíveis que não pode deixar de visitar e onde pode chegar através dos transportes públicos regulares ou em meio próprio.
_

Fonte: Fantástico! A cidade do Porto desde os primórdios! | 1001 TopVideos