The forgotten pyramids of Sudan – Al Jazeera English

Fonte: The forgotten pyramids of Sudan – Al Jazeera English

Pictures of Sudan’s forgotten Nubian pyramids

by Sorin Furcoi

Continuar a ler

Expresso | Ramos-Horta: “Fui contra a declaração unilateral da independência!” ( curiosamente surge lá o meu nome…)

A 28 de novembro de 1975 a Fretilin declarou unilateralmente a independência de Timor-Leste. Nove dias depois, a ex-colónia portuguesa foi invadida pela Indonésia, para uma brutal ocupação que se prolongou até ao histórico referendo de 1999. 40 anos depois da bandeira de Portugal ter sido arriada de Díli, o Expresso entrevistou em Lisboa o Nobel da Paz, José Ramos-Horta, que foi primeiro-ministro e Presidente da República de Timor-Leste

Fonte: Expresso | Ramos-Horta: “Fui contra a declaração unilateral da independência!”

o escritor e advogado Ramada Curto “FILHOS DA PUTA” – A TORTO E A DIREITO

Fonte: “FILHOS DA PUTA” – A TORTO E A DIREITO

Esta pérola veio parar à minha caixa de correio electrónico, através de um amigo, e decidi partilhá-la com quem passar por aqui.

“Uma das histórias judiciais que ficaram célebres, na primeira metade do século XX, teve a ver com a defesa de um arguido acusado de chamar “filho da puta” ao ofendido, expressão que, na altura, era considerada altamente ofensiva.

Nas suas alegações, o escritor e advogado Ramada Curto começou por chamar a atenção do juiz para o facto de muitas vezes se utilizar esta expressão em termos elogiosos: «Grande filho da puta, és o melhor de todos!», ou carinhosos: «Dá cá um abraço, meu grande filho da puta!», tendo concluído da seguinte forma:
«E até aposto que, neste momento, V.Exa. está a pensar o seguinte: “Olhem lá do que este filho da puta não se havia de ter lembrado só para safar o seu cliente!”…»

Chegada a hora da sentença, o juiz vira-se para o réu e diz :
«O senhor está absolvido, mas bem pode agradecer ao filho da puta do seu advogado!»”