Mirandela acordou cheio de neve (e as fotos são incriveis)

O IPMA  já avisou que Bragança pode descer até aos quatro graus negativos com zonas nos -5 graus. Nevoeiro aliado a temperaturas negativas, e resulta do congelamento das gotas de água em suspensão, quand

Source: Mirandela acordou cheio de neve (e as fotos são incriveis)

Reitor diz que ministro se “recusou a assinar” contrato de financiamento da UAc – Açoriano Oriental

O reitor da Universidade dos Açores (UAc), João Luís Gaspar, criticou o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, que se “recusou a assinar” o contrato-programa de financiamento à academia que tinha sido acordado.

Source: Reitor diz que ministro se “recusou a assinar” contrato de financiamento da UAc – Açoriano Oriental

Grécia começa a multar pessoas com mais de 60 anos que não estejam vacinadas contra a Covid-19 – Mundo – Correio da Manhã

Termina esta segunda-feira o prazo que o Governo grego estabeleceu para se imunizarem contra a doença covid-19.

Source: Grécia começa a multar pessoas com mais de 60 anos que não estejam vacinadas contra a Covid-19 – Mundo – Correio da Manhã

PANDEMIA ENRIQUECE RICOS E EMPOBRECE E MATA POBRES

The pandemic has made the world’s wealthiest far richer but has led to more people living in poverty, according to the charity Oxfam.
Lower incomes for the world’s poorest contributed to the death of 21,000 people each day, its report claims.
But the world’s 10 richest men have more than doubled their collective fortunes since March 2020, Oxfam said.
Oxfam typically releases a report on global inequality at the start of the World Economic Forum meeting in Davos.
That event usually sees thousands of corporate and political leaders, celebrities, campaigners, economists and journalists gather in the Swiss ski resort for panel discussions, drinks parties and schmoozing. (BBC)
— Que princípios morais é que existem? Que religiões é que permitem estas coisas?
May be an image of 4 people
Like

Comment
Share
0 comments

AÇORES VAMOS INVESTIR EM VACAS FELIZES

Está na altura dos Açores realmente investirem nas vaquinhas felizes! 🐄
Uma fazenda na Rússia resolveu dar óculos de realidade virtual para as vacas! O intuito era reduzir a ansiedade das vaquinhas e fazer com que elas produzissem mais leite. As imagens exibidas no óculos faziam parte de um programa exclusivo com imagens que simulam um campo durante o verão. Alguns testes iniciais confirmaram que os animais realmente ficaram mais calmos e felizes.
😂🤣😂🤣
May be an image of animal and outdoors
6
4 comments
1 share
Like

Comment
Share
4 comments
All comments

sem-abrigo, drogas e habitação

– É tempo de se olhar sem complexos para a sociedade que temos nos Açores, porque desse olhar e do que formos capazes de fazer hoje para manter o que ela tem de bom e reparar as chagas que ela carrega e se multiplicam, perante a indiferença de muitos e impotência de outros, depende o futuro de todos nós, os que são de gerações antecedentes e os que se preparam para serem as gerações dos próximos anos.
2- Há dias atrás, o Correio dos Açores entrevistou um sem-abrigo viciado na droga que o vai consumindo. Ele passa os dias deambulando pelas ruas da cidade, pedindo a uns e a outros que vai encontrando, para satisfazer o vício e matar a fome.
3- Na entrevista, ele lançava um grito como que de socorro para que o ajudassem a encontrar-se consigo próprio, pedindo sobretudo que as entidades responsáveis olhassem para a quantidade de droga sintética que se encontra em cada canto das ruas das urbes e freguesias das nossas Ilhas, que são mais mortíferas do que as drogas tradicionais e sem controlo.
4- Isso apesar das Nações Unidas em 1988 terem elaborado um conjunto de princípios visando o controlo do comércio mundial de produtos químicos utilizados na produção de drogas e que deu lugar à chamada “Convenção das Nações Unidas contra o Tráfico Ilícito de Estupefacientes e Substâncias Psicotrópicas”, Convenção que Portugal e a UE são signatários.
5- Nessa Convenção consta a criação de um sistema de licenciamento da actividade e registo de operadores, bem como medidas de vigilância da produção, assim como a criação de um sistema de controlo e monitorização do comércio internacional através de listas de identificação e classificação das substâncias frequentemente usadas no fabrico ilegal de estupefacientes e de substâncias psicotrópicas, isso além de outras regras que são quase letra morta, difíceis de controlar e fiscalizar porque perderam validade face à evolução tecnológica que se deu desde 1988.
6- Sabemos do diligente trabalho que é feito no combate à comercialização da droga pelas autoridades policiais, mas quanto às drogas sintéticas, faltam instrumentos legais e estes são da competência dos Deputados, sejam eles Regionais ou Nacionais.
7- O comércio da droga é uma actividade que gera muitos milhões que ultrapassam depois os biliões de dólares e de euros, lavando o dinheiro que gera em obras de arte, em armas e bitcoins, e apesar da legislação existente, por vezes aproveitando a “generosidade” da banca, tornando assim o produto do crime em dinheiro “puro” e transaccionável.
8- Nos Açores tem-se gasto ao longo dos anos muitos milhões de euros na prevenção e tratamento da droga, mas com parcos resultados. É tempo, por isso, de se agarrar o “touro pelos cornos” e com coragem criar legislação e estruturas com profissionais especializados no tratamento dessa chaga, que é o consumo da droga, que além dos danos que causa à saúde, tem inevitavelmente impacto social e económico.
9- Nesta edição, o professor catedrático José Ornelas, natural da ilha Terceira, responsável pelo projecto Housing First, ‘Casas Primeiro’ em Portugal, descreve o êxito que tal programa tem tido na sua execução. Pode servir de inspiração para se aplicar nas Ilhas onde os sem-abrigo constituem um problema que obriga a sociedade civil e as entidades públicas a encontrar remédio para um mal que é de todos.
10- É por aí que tem de começar a mudança da sociedade, que deve preocupar-se, além da saúde da economia, com o estado social dos indigentes, para os quais é preciso criar condições para viverem, ensinando-os depois a pescar e encontrar condições de trabalhar, para singrarem na vida. Essa é certamente a forma mais eficaz para combater a pobreza.
11- Há sinais que apontam para a mobilização dos cidadãos na vida social, e desse modo participarem numa proposta de mudança da sociedade. São exemplo desses sinais as várias petições que têm sido dirigidas por cidadãos à Assembleia Legislativa dos Açores para que os Deputados apreciem as matérias por eles expostas.
12- Isso indicia uma salutar mudança e uma responsabilidade acrescida para os Deputados que são mandatos pelo povo para os ouvirem e cuidarem das suas preocupações. É um bom sinal que pode ajudar à mudança.
Um grito de socorro
CORREIODOSACORES.PT
Um grito de socorro
1- É tempo de se olhar sem complexos para a sociedade que temos nos Açores, porque desse olhar e do que formos capazes de fazer hoje para manter o que ela tem de bom e reparar as chagas que ela carrega e se multiplicam, perante a indiferença de muitos e impotência de outros, depende o futuro d…
1
Like

Comment
Share
0 comments