PEDIDO AFEGÃO

Queridos amigos e amigas,
Uma jovem jornalista forçada a esconder-se no Afeganistão fez um pedido para quem a ouvisse ao redor do globo.

“Por favor, rezem por mim”, pediu ela.

A sua vida tinha sido destruída da noite para o dia — ela já não podia escrever usando o seu próprio nome, ou dizer onde estava. Ela não sabia se voltaria a ver a sua família, ou mesmo se iria sobreviver.

Ela não é a única. Desde que os EUA anunciaram sua retirada e os Talibãs tomaram o Afeganistão, milhares agora vivem com medo e escondidos na clandestinidade. Alguns agarraram-se aos aviões numa tentativa desesperada de escapar, e ataques a bomba devastadores acabaram de matar dezenas de pessoas no aeroporto de Cabul.

Nosso movimento não pode desviar o olhar.

Os Talibãs dizem que as forças estrangeiras têm de se retirar do país até terça-feira, o que significa que todos os dias contam para ajudar a salvar vidas. Um grupo de organizações e ativistas está determinado a continuar a prestar serviços críticos mesmo para além deste prazo, apesar dos riscos para eles próprios e para os seus colegas. Mas eles precisam urgentemente do nosso apoio, e precisam dele agora.

Milhões de nós estão a receber este e-mail — se apenas alguns de nós colaborassem, poderíamos ajudar a fornecer alimentos e material médico para salvar vidas aos mais vulneráveis, manter hospitais, maternidades e refúgios abertos, e até mesmo ajudar os que correm mais risco a alcançar a segurança.

Ajude agora com apenas um clique — 100% dos fundos que angariarmos vão para grupos que fazem tudo o que podem para proteger vidas afegãs:

VOU DOAR €2
VOU DOAR €4
VOU DOAR €7
VOU DOAR €14
VOU DOAR €28
OUTRO VALOR
O povo do Afeganistão já passou por mais do que a maioria de nós poderia imaginar. Gerações inteiras têm estado presas em guerras sem sentido e invasões estrangeiras, crianças nascidas em conflitos, campos de refugiados, ou sob um regime absolutamente repressivo.

Mas muitos lutaram pelos seus direitos mais básicos — o direito de garotas irem à escola, das mulheres irem trabalhar e de todos a viverem livres de abusos. E agora, estão aterrorizadas por terem sido abandonadas, e receiam que um governo Talibã possa vê-las perder tudo aquilo pelo que derramaram, sangue, suor e lágrimas a tentarem construir.

Não se trata apenas de tropas estrangeiras a retirarem-se. Os grandes doadores também suspenderam fundos. Mas a ajuda humanitária, já desesperadamente necessária antes da rebelião, é agora absolutamente crucial para apoiar os mais vulneráveis no país, fornecer abrigo urgente contra os Talibãs e a levar os afegãos para a segurança.

É aí que nós entramos. Se hoje formos suficientes a ajudar, podemos:

  • financiar grupos que fornecem alimentos, água, abrigo e material médico às comunidades vulneráveis e aos deslocados;
  • apoiar as respostas locais de refugiados nos países vizinhos e noutros locais, acolhendo milhares de refugiados;
  • manter as unidades hospitalares e maternidades abertas oferecendo assistência médica em áreas por vezes de difícil acesso;
  • apoiar as organizações que oferecem assistência jurídica com pedidos de asilo e outros percursos de proteção;
  • ajudar grupos locais de mulheres a organizar uma rota de fuga, e a criar refúgios para mulheres e garotas em perigo.

Vamos apoiar todos os afegãos temerosos pelas suas vidas. Eles precisam urgentemente da solidariedade de pessoas de todo o mundo. Não os podemos desiludir — ajude agora:

VOU DOAR €2
VOU DOAR €4
VOU DOAR €7
VOU DOAR €14
VOU DOAR €28
OUTRO VALOR
Esta comunidade reuniu-se em tantos momentos de crise e apoiou aqueles que se encontravam na linha da frente, em risco de perderem as suas vidas. Quer se trate de obter alimentos e medicamentos urgentes para as comunidades vulneráveis e esquecidas durante o COVID-19, fornecer apoio às pessoas vítimas de conflitos no Iêmen, ou ajudar as comunidades Maasai a enfrentar a fome, recusando-nos a desviar o olhar. Hoje estaremos com o Afeganistão.

Com esperança e gratidão,

Sarah, Marigona, John, Mouhamad, Adela, Aloys, Will, Bert, Elisabete e todo o time da Avaaz

PS: Essa pode ser sua primeira doação para nosso movimento. E que primeira doação!! Você sabia que a Avaaz se sustenta totalmente com pequenas doações de membros da comunidade como você? É por isso que somos totalmente independentes, ágeis e eficazes. Junte-se a mais de 1 milhão de pessoas que doaram para tornar a Avaaz uma verdadeira força do bem no mundo.

Nota: A situação no Afeganistão é altamente incerta, exigindo que os grupos reavaliem constantemente as suas operações e cronogramas. Se não pudermos utilizar o dinheiro que angariamos para ajudar os afegãos por conta disso, estaremos em contato com outras opções para a redistribuição desses fundos ou para lhe oferecer um reembolso.

Mais informações:

A Avaaz é uma rede de campanhas global de 65 milhões de pessoas que se mobiliza para garantir que os valores e visões da sociedade civil global influenciem questões políticas nacionais e internacionais. (“Avaaz” significa “voz” e “canção” em várias línguas). Membros da Avaaz vivem em todos os países do planeta e a nossa equipe está espalhada em 18 países de 6 continentes, operando em 17 línguas. Saiba mais sobre as nossas campanhas aqui, nos siga no Facebook ou Twitter.
Você se tornou membro do movimento Avaaz e começou a receber estes emails quando assinou a campanha “Community Petitions Site” no dia 2013-12-03 usando o seguinte endereço de email: [email protected]

Para garantir que as mensagens da Avaaz cheguem à sua caixa de entrada, por favor adicione [email protected] à sua lista de contatos. Para mudar o seu endereço de email, opções de idioma ou outras informações pessoais, entre em contato conosco, ou clique aqui para se descadastrar.

Para entrar em contato com a Avaaz, não responda este email, escreva para nós no link www.avaaz.org/po/contact.
27 Union Square West
Suite 500
New York, NY 10003