a nova fase do vulcão ETNA

May be an image of nature
Novo evento explosivo no Etna
Após pouco mais de três semanas de acalmia, na manhã de ontem, dia 21 de setembro, o vulcão Etna voltou a produzir um violento episódio de fontes de lava, conhecido como paroxismo, a partir da cratera SE.
Às 04:20 (hora local), o tremor vulcânico começou a aumentar repentinamente e, pelas 08:15, começou-se a observar a emissão de cinzas a partir da cratera Nova SE. Pelas 08:55 iniciou-se a atividade explosiva de estilo estromboliano, gerando uma pluma de cinzas que rapidamente subiu para 4.500 metros de altitude. Esta atividade continuou a intensificar-se, e por volta das 09:55 formaram-se fontes de lava que originaram uma coluna de cinzas que atingiu aproximadamente 9.000 m de altura e que derivou para ENE. Pelas 08:50, a amplitude média do tremor vulcânico atingiu valores baixos e semelhantes ao período pré-eruptivo. Formou-se uma escoada lávica que progrediu para sudoeste e que foi canalizada por entre o Monte Barbagallo e e Monte Frumento Supino.
Pelas 15:59 (hora local), o Istituto Nazionale di Geofisica e Vulcanologia​ (INGV) emitiu um comunicado a dar por terminado o evento eruptivo, com base na análise das imagens das câmaras de videovigilância e por observação direta de uma equipa do INGV que se deslocou ao cume.
Fontes: INGV; Volcano Discovery
Like

Comment
Share
0 comments

Publicado por

lusofonias.net

Chrys Chrystello jornalista, tradutor e presidente da direção e da comissão executiva da AICL