talibãs abatem mulher ativista

Frozan Safi, ativista e professora de economia de 29 anos, foi morta a tiro no norte do Afeganistão. Acredita-se que esta seja a primeira ativista dos direitos das mulheres a ser morta desde que os talibãs assumiram o poder no país.
Ativista dos direitos das mulheres morta a tiro no Afeganistão
RTP.PT
Ativista dos direitos das mulheres morta a tiro no Afeganistão
Frozan Safi, ativista e professora de economia de 29 anos, foi morta a tiro no norte do Afeganistão. Acredita-se que esta seja a primeira ativista dos direitos das mulheres a ser morta desde que os talibãs assumiram o poder no país.
174
20 shares
Like

Comment
Share

Sobre CHRYS CHRYSTELLO

Chrys Chrystello jornalista, tradutor e presidente da direção da AICL
Esta entrada foi publicada em lusofonia diversos, aicl, no tag, WAR. ligação permanente.