Faculdade de Direito apagou plano com referências à maçonaria e feminismo

Direção da faculdade vai analisar conteúdos programáticos de Direito Penal IV, unidade curricular de dois mestrados que ensina a violência doméstica como disciplina doméstica. Leia o programa na SÁBADO. – Portugal , Sábado.

portugal há escolas que mais parecem campos de concentração

Gostava de partilhar com o grupo que neste momento existem escolas em Portugal que parecem autênticos campos de concentração ,onde crianças são mantidas sem intervalos e sem recreios das 8 da manhã ás 2 da tarde numa sala de aula , nomeadamente soube de fonte segura de um caso em concreto no baixo Alentejo na cidade de Beja ( não posso citar a fonte de informação por motivos ” óbvios” ) onde uma escola não tem disposição ou espaço suficiente para desfazear as turmas nos recreios e assim algumas turmas ficam retidas manhãs inteiras na sala inclusive os intervalos ! faz me lembrar os Gulags da antiga união soviética , isto é verdadeiramente desumano ,ilegal, inconstitucional e um crime que atenta contra todos os direitos internacionais !

DEMOCRATIZAÇÃO DO ENSINO

«(…) A democratização do ensino consiste em que o professor não acastele o seu aluno na língua culta, pensando que só a língua culta é a maneira que ele tem para se expressar; nem tampouco aquele professor populista que acha que a língua deve ser livre, e portanto, o aluno deve falar a língua gostosa e saborosa do povo, como dizia Manuel Bandeira. Não, o professor deve fazer com que o aluno aprenda o maior número de usos possíveis, e que o aluno saiba escolher e saiba eleger as formas exemplares para os momentos de maior necessidade, em que ele tenha que se expressar com responsabilidade cultural, política, social, artística etc.

E isso fazendo, o professor transforma o aluno num poliglota dentro da sua própria língua. Como, de manhã, a pessoa abre o seu guarda-roupa para escolher a roupa adequada aos momentos sociais que ela vai enfrentar durante o dia, assim também, deve existir, na educação lingüística, um guarda-roupa lingüístico, em que o aluno saiba escolher as modalidades adequadas a falar com gíria, a falar popularmente, a saber entender um colega que veio do Norte ou que veio do Sul, com os seus falares locais, e que saiba também, nos momentos solenes, usar essa língua exemplar, que é o patrimônio da nossa cultura e que é o grande baluarte que esta Academia defende.»
http://www.novomilenio.inf.br/idioma/20000704.htm

Image may contain: 1 person

CASTELO BRANCO OS CARTAZES HEDIONDOS FORAM RETIRADOS

Rui Augusto to DESMASCARAR
t1Sponsorredntd

Meus amigos, por este meio quero agradecer a este grupo o apoio que me foi prestado nesta minha pequena luta contra os já famosos cartazes que colocaram nas escolas de Castelo Branco. Foram retirados hoje das escolas depois da pressão exercida por todos nós.. Isto é uma prova de que nem tudo está perdido e que juntos somos muito fortes, não percam a esperança e lutem, com vocês vi finalmente que podemos fazer algo, comecei está luta sozinho e acabei com centenas e centenas de pessoas a apoiar, graças a vocês e as vossas partilhas! Inclusive eu..um Zé ninguém nisto da politica consegui que a oposição aqui em Castelo Branco levasse isto a sério…obrigado a todos e não percam a esperança..aos administradores uma palavra de incentivo.. Não desistam! Cada vez somos mais!

No photo description available.
Image may contain: outdoor

ASSIM NÃO É ESCOLA

O Movimento Assim Não é Escola defende que não seja imposto o distanciamento físico entre as crianças e que os educadores possam retirar a máscara para criar um vínculo com as crianças.

Um grupo de pais e psicólogos está contra as orientações da Direção Geral da Saúde para as escolas.

crianças em cativeiro

Investigador da Faculdade de Motricidade Humana alerta para os perigos de dizer sempre não às crianças por medo de que se magoem. E avisa que cortar-lhes a liberdade impede-as de serem adultos empreendedores.