portugal e a repatriação de portugueses (Guiné-B sim, Timor não

Covid-19: Portugal diz que está a negociar repatriação de cidadãos dos PALOP

Lisboa, 19 mar 2020 (Lusa) – O Governo português diz que está a negociar a possibilidade de repatriação dos cidadãos que têm pedido o seu regresso dos PALOP, apesar das restrições colocadas por alguns países africanos, no combate à Covid-19.
“Temos estado em contacto com todos os PALOP [Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa] colocando duas perguntas: quantos são os portugueses que querem reg

See more

Image may contain: 1 person, sitting
Comments
  • Mica Barreto Soares leadership matters!
  • Hugo Fernandes Sim, a liderança do MNE, em entrevista para a Antena 1, menciona a situação de 150 (?) portugueses na Guiné e Timor-Leste e, posteriormente, aborda a possibilidade de apenas enverdar esforços para resolver a situação do país africano (porque ainda não tem casos), ocultando, com o ardil costumeiro, o facto de Timor-Leste ter projetos de cooperação com centenas de docentes desinformados. São algumas lideranças que temos e que se merecem umas às outras. Quanto aos professores portugueses, organizem-se enquanto é tempo.
Please follow and like us:

«INICIATIVA POPULAR DE REFERENDO sobre a (des)Penalização da morte a pedido

Caros Amigos,

Acabei de ler e assinar a petição: «INICIATIVA POPULAR DE REFERENDO sobre a (des)Penalização da morte a pedido» no endereço https://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=referendosimavida

Pessoalmente concordo com esta petição e cumpro com o dever de a fazer chegar ao maior número de pessoas, que certamente saberão avaliar da sua pertinência e atualidade.

Agradeço que subscrevam a petição e que ajudem na sua divulgação através de um email para os vossos contactos.

Obrigado.
José Ribeiro e Castro

Esta mensagem foi-lhe enviada por José Ribeiro e Castro ([email protected]), através do serviço http://peticaopublica.com em relação à Petição https://peticaopublica.com/?pi=referendosimavida

Please follow and like us:

ligar Vimioso ao mundo

JORGE FIDALGO DIZ “ISTO PERMITE IMEDIATAMENTE AVANÇAR PARA O PROJETO DE EXECUÇÃO”
Segundo o autarca, a futura ligação rodoviária da Estrada Nacional (EN) EN218, com três quilómetros de extensão, inclui uma ponte sobre o rio Maçãs com uma altura de 130 metros e respetivos acessos, e ronda os 20 milhões de euros, permitindo ligar o concelho de Vimioso à Autoestrada Transmontana (A4) e à capital de distrito, Bragança.
https://www.diariodetrasosmontes.com/…/aprovada-declaracao-…
#vimioso #carcao #bragança #trasosmontes #terrafria

Please follow and like us:

uma morte anunciada por incúria, irresponsabilidade e desleixo

Victor Hugo Sarabando posted 2 updates.+3Amelia Velez19 hrsestrada entre Borba e vila viçosa e borba antes da tragédia ! sabia que a estrada era ladeada por pedreiras, mas a vista aerea é simplesmente assustadora!! e era uma estrada muito frequentada ao contrário do que se poderia pensar 🙁

Source: (5) Facebook

ictor Hugo Sarabando posted 2 updates.
Image may contain: mountain, sky, outdoor and nature
Image may contain: outdoor and water
Image may contain: outdoor and nature
Image may contain: outdoor
Image may contain: outdoor
+3

Amelia Velez

estrada entre Borba e vila viçosa e borba antes da tragédia ! sabia que a estrada era ladeada por pedreiras, mas a vista aerea é simplesmente assustadora!! e era uma estrada muito frequentada ao contrário do que se poderia pensar

estrada entre Borba e vila viçosa e borba antes da tragédia ! sabia que a estrada era ladeada por pedreiras, mas a vista aerea é simplesmente assustadora!! e era uma estrada muito frequentada ao contrário do que se poderia pensar

Image may contain: mountain, sky, outdoor and nature
Image may contain: outdoor and water
Image may contain: outdoor and nature
Image may contain: outdoor
Image may contain: outdoor
+3
Please follow and like us:

Grandes Cheias de 1967. A noite do fim do mundo

Na madrugada de 25 para 26 de Novembro, a água tomou de assalto os arrabaldes pobres que Lisboa não conhecia. Há 50 anos, morreram mais de cinco centenas de pessoas. Mês e meio depois, os jornais calaram-se e o Governo já tinha parado de contar os mortos.

Fonte: Grandes Cheias de 1967. A noite do fim do mundo

Continuar a ler Grandes Cheias de 1967. A noite do fim do mundo

Please follow and like us: