Nota de Falecimento Comandante Álvaro de Lemos

Comunicado
Nota de Falecimento
Comandante Álvaro de Lemos
(1943-2022)
É com profunda consternação e pesar que a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ponta Delgada (AHBVPD) informa que faleceu esta madrugada, no Hospital Divino Espírito Santo, o COMANDANTE ÁLVARO DE LEMOS.
A Direção, a Assembleia Geral, o Conselho Fiscal, o Comando e o Corpo de Bombeiros expressam o seu profundo pesar à família enlutada, neste momento de dor.
A AHBVPD está de luto. Os Bombeiros perderam, nesta data, a referência incontornável de um homem que, ao longo de muitos anos, se dedicou à causa “VIDA POR VIDA”.
Nascido a 8 de novembro de 1943, em Ponta Delgada, Álvaro Teves Franco de Lemos foi convidado para 2.º Comandante dos Bombeiros Voluntários de Ponta Delgada, em 1972, exercendo, depois, o cargo de Comandante, de 1975 a 1984.
Coordenou os Bombeiros dos Açores no apoio humanitário às vítimas do terramoto que assolou as ilhas da Terceira, da Graciosa e de São Jorge a 1 de janeiro de 1980, contribuindo para a instalação do primeiro Serviço Regional de Proteção Civil dos Açores.
A Direção e o Comando decretam dois dias de luto, colocando a bandeira da AHBVPDL a meia haste. Será tocada a sirene no momento do seu funeral, em homenagem ao homem ímpar que partiu.
A toda a família, aos seus amigos e familiares, endereçamos as nossas sentidas condolências.
AHBVPDL
May be an image of 1 person and text that says "AHBVPD Alwaro de Lemos 08-11-1943 18-01-2022"
Ana Franco, Tomás Quental and 246 others
184 comments
39 shares
Like

Comment
Share

184 comments

Most relevant

  • Active
    Fátima Silva

    Os sentidos pêsames a toda a Família.
    • Like

    • Reply
    • 21 m
  • Anastacia Amorim

    Sentidos pesamos a família.
    1
    • Like

    • Reply
    • 1 h
  • Jose Martins

    Conheci e várias vezes trocamos conversas. Boa pessoa. Lamento profundamente e apresento os meus sentidos pêsames aos seus familiares. Paz à sua alma.
    • Like

    • Reply
    • 1 h
  • Antonio Melo

    Sentidos pêsames para a família. Foi o meu primeiro comandante quando entrei para os Bombeiros em 1982, onde o voluntariado tinha uma forma diferente de ser. Muitas vezes fui na viatura particular dele para os incêndios já que não existia mais meios di…

    See more
    • Like

    • Reply
    • 44 m
  • Maria Margarida S. Medeiros

    Paqz à sua alma, os meus pêsames à família enlutada.
    • Like

    • Reply
    • 1 h
  • Dorvalina Pimentel

    Sentidas Condolências á sua Família e aos bombeiros seus amigos Paz á sua Alma
    • Like

    • Reply
    • 3 h
  • Carlos José Pereira Domingos

    Condolências à Família e Corpo de Bombeiros, paz à sua alma
    • Like

    • Reply
    • 2 h
  • Luis Soares

    Os meus sentidos pêsames a toda a Família e bombeiros de uma forma geral . Perdemos uma referência no bem fazer e no bem ajudar o próximo. Paz à sua alma.
    • Like

    • Reply
    • 1 h
  • Cláudia Rego

    A Farmácia de Hollywood (como carinhosamente o nosso querido amigo Álvaro nos chamava) expressa os mais profundos pêsames à sua família e a todos os que privaram da sua companhia 😔 que a sua alma descanse em paz 🙏
    5
    • Like

    • Reply
    • 1 h
    • Edited
  • Rosa Medeiros

    Descanse em paz….conforte está perda família e amigos pela dor…..coragem….
    • Like

    • Reply
    • 3 h
  • Teresa Martins Neves

    Que sua alma esteja em paz e muita luz no seu caminho de volta a casa do Pai ✨🙏😢 meus sentidos pêsames a toda família e amigos
    • Like

    • Reply
    • 2 h
  • Pedro Ferreira de Almeida

    Os meus sentidos pêsames a toda a família. Votos extensíveis à AHBVPD e ao comando dos BVPD. Que sua alma descanse em paz.
    • Like

    • Reply
    • 55 m
  • Pedro Soares

    Foi um Homem Ímpar e enesquecivel!
    Que esteja em Paz porque bem merece ●
    Sentido abraço aos seus familiares, e a todos aqueles que como eu, tiveram a honra de com ele privar, e serem comandados pelo eterno Comandante!…

    See more
    • Like

    • Reply
    • 1 h
  • Laureano Costa

    Descansa em paz S. Álvaro de Lemos fico com as recordações de falarmos do nosso SANTA CLARA bom amigo
    • Like

    • Reply
    • 2 h
  • Fernanda Soares

    Sentidos pesamos paz asuaalma🙏
    • Like

    • Reply
    • 1 h
  • Eugenia Melo

    Os meus pêsames
    • Like

    • Reply
    • 3 h
  • Névia Garcia

    Condolências a toda a família! Muita força nessa hora tão difícil!
    • Like

    • Reply
    • 1 h
  • Ana Oliveira

    Sentidos pêsames à familia
    • Like

    • Reply
    • 2 h
  • Laureano Costa

    Para toda a família os meus sentidos pesamos e muita força
    • Like

    • Reply
    • 2 h
  • Lucia Cardoso

    Meu Deus …mais um grande Senhor !!! Condolências a toda a família.
    • Like

    • Reply
    • 2 h
  • Joana Carvalho

    Descanse em paz sentidos pesamos a família e associação humanitária dos bombeiros 🙏
    • Like

    • Reply
    • 57 m
  • Hélio H Silva

    Os meus sentidos pêsames para toda família nessa hora difícil
    • Like

    • Reply
    • 1 h
  • Rui Almeida

    Os sentidos pêsames à família e extensíveis à AHBVPD. Que. A sua alma descanse em paz.
    • Like

    • Reply
    • 1 h
  • Maria José

    Pêsames a toda a família e Corpo dos Bombeiros Voluntários
    Que descanse em paz
    • Like

    • Reply
    • 1 h
  • Celeste Santos

    Descansa em paz os meus sentimentos à família e que Deus o ponha num bom lugar força para todos
    • Like

    • Reply
    • 4 h
  • Teresa Calado

    Sentidos pêsames a toda a família.
    Foi um grande homem, grande amigo do seu amigo até sempre Comandante
    2
    • Like

    • Reply
    • 3 h
  • Fatima Machado

    Os meus pêsames a toda a família nesta hora de tanta dor e descansa em paz 🙏🙏
    • Like

    • Reply
    • 2 h
  • Graca Maia

    Sentidos pêsames a toda a família e aos Bombeiros Voluntários de Ponta Delgada!
    • Like

    • Reply
    • 1 h
  • Carlos Rebelo Rebelo

    Os meus pêsames å familia toda e descanse em paz
    • Like

    • Reply
    • 42 m
  • M Paula Toste

    Sentidos pêsames a todos os familiares 😔
    • Like

    • Reply
    • 2 h
  • Rosa Maia

    Os meus pesamos para toda a família e amigos que a sua alma descanse em paz.
    • Like

    • Reply
    • 3 h
  • Conceicao Martins

    Que sua Alma descanse em paz
    • Like

    • Reply
    • 1 h
  • Margarida Carreiro

    Condolências à família.
    • Like

    • Reply
    • 3 h
  • Lisandra Medeiros

    Os meus pêsames
    • Like

    • Reply
    • 3 h
  • Mario Ferreira

    Sentidas Condolências para toda Família e também a Corporação dos Bombeiros Voluntários de Ponta Delgada paz a sua alma 🙏😥
    • Like

    • Reply
    • 2 h
  • Nini Botelho

    Foi com muita tristeza que recebemos a notícia . Quando nos visitava era uma alegria . As suas conversas a sua boa disposição, o carinho com que nos tratava vão deixar saudades Até sempre Sr Álvaro . Os mais sentidos pêsames a toda a família .
    2
    • Like

    • Reply
    • 1 h
  • Delfina Paula

    Os meus sentidos pêsames, paz á sua alma
    • Like

    • Reply
    • 1 h
  • Ivónia Santos

    Descansa em paz
    • Like

    • Reply
    • 3 h
  • Lina E Jorge

    Os meus sentimentos a toda a família…🙏🤍⭐

    Play GIF
    Tenor
    • Like

    • Reply
    • 53 m
  • João Jacinto José

    Condolências à família.
    • Like

    • Reply
    • 3 h
  • Fernando Fonseca

    á família enlutada aos amigos e á associação de bombeiros apresento os meus sentidos pêsames que a sua alma descanse em paz
    • Like

    • Reply
    • 1 h
  • Helena Teves

    Os meus sentidos pésames a toda a família que Deus lhe deia o eterno descanso
    • Like

    • Reply
    • 1 h
  • Eduardo Damiao Branco

    Amigo, descansa em paz e pêsames à família 😢
    • Like

    • Reply
    • 1 h
  • Isaura Sousa

    Que descanses em ☮️ paz meu amigo que Deus te ajude com a tua alma um grande homem bom marido,bom pai,bom avo e um bom comandante os meus pêsames a toda a família.
    • Like

    • Reply
    • 3 h
  • Débora Lima

    Descansa em paz amigo e sr. Álvaro. Sentimentos a toda a família
    • Like

    • Reply
    • 3 h
  • Pedro Couto

    Sentidas condolências a toda a família e amigos e que sua alma descanse em paz. Até um dia Sr. Álvaro Lemos.
    • Like

    • Reply
    • 3 h
  • Alberto Arruda

    Os meus pêsames a todos os familiares e amigos descanso em paz 🙏🙏
    • Like

    • Reply
    • 3 h
  • João H. Paiva

    Os meus sentidos pêsames para a família e amigos que descanse em paz 🙏
    • Like

    • Reply
    • 3 h
  • José Medeiros

    Sentidos pêsames para toda a família, e muita força
    • Like

    • Reply
    • 11 m
  • Berta Cabral Do Couto

    Sentidas condolências. Foi um bom Amigo…Nao o poderemos esquecer!
    • Like

    • Reply
    • 3 h
View more comments
50 of 184

MORREU O MÚSICO ANGOLANO ARMANDO GAMA

Músico Armando Gama morre aos 67 anos (ATUALIZADA)
Lisboa, 17 jan 2022 (Lusa) – O cantor Armando Gama morreu na madrugada de hoje, aos 67 anos, no Instituto Português de Oncologia (IPO), em Lisboa, onde se encontrava internado, disse à Lusa fonte próxima da família.
Nas redes sociais multiplicaram-se as reações à morte do artista, desde o humorista Herman José, que recordou o “impecável colega e gentilíssimo amigo”, à cantora Ágata, entre outros.
Nascido em Luanda, em 01 de abril de 1954, Armando Gama iniciou o percurso musical cedo, começando a tocar harmónica em família em 1959. Em 1983, Armando Gama venceu o Festival RTP da Canção com “Esta Balada que te Dou”, de sua autoria e orquestração de Mike Sergeant, que representou Portugal no Festival da Eurovisão, realizado em Munique, na Alemanha, tendo ficado em 13.º lugar.
A canção foi editada em 17 países e alcançou o ‘top’ de vendas, entre outros países, na Bélgica. Em Portugal, vendeu 80.000 exemplares.
Em 1970, formou o conjunto LoveBirds e, no ano seguinte, o duo Marinho&Gama, que gravou um ‘single’ com dois temas de sua autoria: “Menino” e “Spanish Garden”.
Em 1974, passou a residir em Lisboa, onde contactou com o mundo musical e constituiu, em 1976, o grupo Tantra, um projeto de rock sinfónico, com Manuel Cardoso, tendo gravado um ‘single’ e um álbum para a discográfica Valentim de Carvalho.
Dois anos depois, com Kris Kopke, formou o duo Sarabanda e assinou com a editora discográfica PolyGram a convite do produtor Tózé Brito.
No ano de 1980, Armando Gama divide-se entre orquestrador e produtor, tendo produzido nomes como Dina (1956-2019), Mário Mata, Dino Meira (1940-1993), o quarteto Doce, Trio Odemira e Nicolau Breyner (1940-2016).
Gama deu ainda voz ao tema principal da série animada infantil “Bana e Flapi”, baseada no livro “Bannertail: The Story of Gray Squirrel” (1922), de Ernest Thompson Seton, e a todas as canções de outra série animada infantil, “Sport Billy”, que marcou presença na RTP de setembro de 1980 a novembro do ano seguinte.
Em 1982, gravou o seu primeiro disco a solo, o álbum “Quase Tudo”, pela discográfica Rádio Triunfo.
Em 1986, gravou os ‘singles’ “No teu Abraço” e “Adoro Chopin” e, no ano seguinte, iniciou gravações de uma série de espetáculos com Valentina Torres, ex-locutora da RTP, com quem viveu de 1983 a 2010. Desta relação, o casal teve dois filhos, Ana Carolina e António.
Armando e Valentina interpretaram “Sonho de Natal” (1988), “Maria Linda” (1989), “Menina agarra o teu rapaz” (1991), e em 1993 Armando Gama concorreu ao Festival RTP da Canção com “Se Eu Sonhar”, que se ficou pela semifinal.
Em 1999 começou a atuar, regularmente, como pianista no Casino Estoril, nos arredores de Lisboa, onde se manteve até julho de 2008. Em maio de 2006, apresentou o espetáculo “Armando Gama o 5º Beatle”, que foi mantendo esporadicamente, e gravou um DVD no Teatro Sá da Bandeira, em Santarém.
A partir de abril de 2009, atuou ao piano, regularmente à noite, no Palácio de Seteais, em Sintra, também no distrito de Lisboa.
Em 2009, voltou a concorrer ao Festival RTP da Canção com “Amor mais que Perfeito”, que chegou à semifinal.
Armando Gama foi-se mantendo em atividade com atuações em quarteto – Virgílio Marujo na bateria, Zé Pinho na guitarra, Nélson Oliveira no baixo, e Gama, ao piano -, com a banda Revival e a solo, atuando com regularidade no bar Xafarix, em Lisboa, além de atuar em todo o país e algumas vezes além-fronteiras.
Armando Gama e Valentina Torres separaram-se em 2010, e o músico iniciou uma relação em 2011 com uma fã, Bárbara Barbosa, da qual resultou um filho e foi pautada por acusações ao cantor de violência doméstica, tendo chegado a ser detido pela GNR a 09 de janeiro de 2020.
CP/NL // TDI
May be an image of 1 person
12
13 comments
Like

Comment
13 comments
View previous comments
Most relevant

morreu Victor Boga

Faleceu Victor Boga, o pintor que tão bem pintou o Pico.
Nascido no Alentejo, viveu em Setúbal, no Pico (Açores) e em 2008 voltou ao Alentejo onde viveu até 2010 antes de emigrar para Londres.
Victor Boga nunca fez um currículum ou uma biografia em todas as exposições que efectuou. Os seus dados biográficos resumiam-se praticamente ao seu nome.
Victor Boga era um solidário e sempre disponível para colaborar em novos projectos sem daí tirar dividendos.
A administração do Açores Global endereça a toda a família enlutada as mais sentidas condolências.
May be art of 1 person and indoor
20
4 comments
2 shares
Like

Comment
Share
4 comments
All comments

    • Like

    • Reply
    • Share
    • 47 m
  • Maria Vieira Soares

    Descanse em paz. Tal como diz, Vitor Boga foi um apaixonada da montanha, do Pico no seu todo. Já cumpriu a sua missão. Obrigada por ter partilhado a notícia.
    1
    • Like

    • Reply
    • Share
    • 36 m
    • Like

    • Reply
    • Share
    • 25 m
    • Like

    • Reply
    • Share
    • 19 m

FALECEU Floriano Machado.

O melhor jogador de Hóquei em Patins com quem tive o prazer de jogar faleceu hoje.
Ainda há um par de anos jogamos na mesma equipa num encontro marcado por grandes memórias.
Homem da rádio sempre ao lado do desporto açoriano.
Paz à tua alma, amigo Floriano Machado.
Sentido pêsames à Família.
May be an image of 4 people
Sérgio Rezendes, José Andrade and 380 others
127 comments
6 shares
Like

Descansa em Paz Floriano 😞
A tua grandeza como atleta e homem será sempre lembrada com muita saudade.
O teu museu, que tão orgulhosamente mostravas a quem te visitava, e a memória de noites inolvidáveis de hóquei e tardes gloriosas de futebol, perdurarão muito para além do teu precoce desaparecimento.
O eco apaixonado dos relatos dos golos do teu Santa Clara mereciam o apoio e o carinho que não tiveste 😞
Um abraço

 especial ao único amigo que esteve sempre contigo, o Paulo Cordeiro. Falhamos quando mais precisavas. Desculpa 😞

Manuel Moniz and 40 others
10 comments
1 share
Like

Comment
Share
10 comments
Most relevant

 

Comment
Share
127 comments
View previous comments

Most relevant

 

May be an image of 4 people, people standing and text that says "2 Foto-QuimBatista"
Carmen Ventura
Editorial/opinion
Send Message
A maior vedeta do hóquei açoriano partiu.
Há muito afastado dos relatos na Antena 1 Açores, descansa agora em paz Amigo Floriano Machado.
(à direita na foto)

ÓBITO E. O. WILSON

Foto: Piotr Naskrecki
IN MEMORIAM DO PROFESSOR WILSON
Uma homenagem a E. O. Wilson do Parque Nacional da Gorongosa
Os membros da equipa do Projecto da Gorongosa celebram a vida e o legado de Ed Wilson, o biólogo Americano conhecido como “o Darwin moderno” que faleceu no Domingo, 26 de Dezembro de 2021 aos 92 anos, e que foi uma luz inspiradora na restauração da Parque Nacional da Gorongosa, Moçambique.
O Professor E.O. Wilson no Parque Nacional da Gorongosa. (Foto de Piotr Naskrecki)
O encontro com um Ícone
Quando o Professor Edward O. Wilson chegou pela primeira vez à Gorongosa em 2011, disse-nos: “Por favor, tratem-me por Ed.” A princípio, hesitámos em ser tão informais com o homem que nós – e muitos outros – consideramos o naturalista mais importante desde Charles Darwin. Mas, apesar do seu status de ícone, Ed era um igualitário no coração, apenas um menino do Alabama (EUA) que cresceu e se tornou um dos cientistas mais famosos do mundo.
Ed foi o Professor Universitário Investigador em Entomologia (o estudo de insectos) na Universidade de Harvard (EUA) e a maior autoridade mundial em formigas. Escreveu 30 livros e mais de 300 artigos científicos, e ganhou duas vezes o Prémio Pulitzer de Não-Ficção Geral. Juntamente com uma longa lista de outros prémios e homenagens importantes, ele também recebeu a Medalha Nacional de Ciência dos Estados Unidos da América.
Ed e o Fiscal Madeira recolhendo formigas no Parque Nacional da Gorongosa. (Foto de Piotr Naskrecki)
O legado de Ed em ciência e conservação é imenso. Ele descobriu conceitos fundamentais que se tornaram a base de campos inteiramente novos: incluindo (entre outros), Sociobiologia e Biogeografia das Ilhas – esta última formalizou a única lei verdadeira em ecologia e forneceu uma base teórica para o campo da biologia da conservação. Junto com seu amigo Thomas Lovejoy, ele apresentou ao mundo o termo “biodiversidade”, que agora é uma palavra familiar.
Durante décadas, Ed foi uma das vozes líderes e mais eloquentes do mundo para a proteção da biodiversidade. No seu livro de 1992, “The Diversity of Life ”, Ed conta a história de como a vida evoluiu neste planeta, como as espécies do mundo se tornaram diversas e como esta diversidade está agora ameaçada de extinção em grande escala. No seu livro de 1993, em que cunhou o termo “Biofilia” no título, ele explorou a conexão inata que nós, humanos, sentimos com todas as outras formas de vida na Terra.
“Sempre foi o meu sonho explorar o mundo dos vivos, classificar todas as espécies e descobrir o que compõe a biosfera.”
-E.O. Wilson
Greg Carr, Presidente do Projecto da Gorongosa, acompanha Ed numa missão de recolha de formigas no Parque Nacional da Gorongosa. (Foto de Marc Stalmans)
Amado por estudantes de todo o mundo e da Universidade de Harvard, onde leccionou, Ed também foi conselheiro de muitas das mais proeminentes organizações científicas e conservacionistas do mundo. Tudo isso seria suficiente para 100 carreiras científicas de sucesso. Mas o que é mais surpreendente e admirável é que ele não parou com estas conquistas.
Nos seus últimos anos, Ed continuou a dedicar-se a educar o mundo sobre a natureza humana e a condição humana, e a preservar a diversidade biológica que tanto estimava. Foi esta missão crítica de conservação da natureza que o trouxe pela primeira vez a quase 13.000 quilómetros de Cambridge, Massachusetts, para o Parque Nacional da Gorongosa, em Moçambique, em 2011 – aos 82 anos.
Uma luz inspiradoa
O Ed visitou a Gorongosa três vezes entre 2011 e 2014 e tornou-se um farol para o Projecto de Restauração da Gorongosa. Além de efectuar a sua própria pesquisa de campo sobre insectos (especialmente as suas amadas formigas) no Parque, Ed aconselhou as nossas equipas de ciência e conservação enquanto desenvolviam planos e objectivos de restauração.
Ele foi o nosso consultor na criação do nosso laboratório de ciências, que baptizamos em sua homenagem: “O Laboratório E.O. Wilson de Biodiversidade ”. Não é apenas um lugar para conduzir pesquisas biológicas numa remota paisagem natural Africana, o laboratório é um lugar onde uma nova geração inteira de líderes conservacionistas Moçambicanos, e descendentes acadêmicos de Ed, está a ser treinada. Alguns continuam a sua investigação sobre formigas, das quais cerca de 200 espécies foram identificadas durante as suas visitas à Gorongosa.
“O Professor Wilson ampliou a sua compreensão científica da vida num amor por todas as criaturas vivas e um respeito pela dignidade de todos os seres humanos. Ele ensinou a todos nós que a autoconsciência é uma maravilha abençoada, a variedade de formas vivas é miraculosa e a adoração pela Natureza uma actividade espiritual. ”
Greg Carr, Presidente do Projecto da Gorongosa
Ed com membros das equipas de ciência e conservação do Parque Nacional da Gorongosa durante a abertura do Laboratório E.O. Wilson de Biodiversidade em 2014.
Em 2014, Ed publicou um livro sobre as suas descobertas e aventuras na Gorongosa intitulado “Uma Janela para a Eternidade: um Passeio de um Biólogo pelo Parque Nacional da Gorongosa ”. Para ilustrar o livro, Ed solicitou fotos de Piotr Naskrecki, Director Adjunto do Laboratório E.O. Wilson de Biodiversidade. Para Piotr, a colaboração no livro foi fruto de uma longa parceria profissional e amizade pessoal:
“Eu considerava o Prof. Wilson não apenas o meu herói, mentor e inspiração para toda a vida, mas também um bom amigo. Apesar das várias ordens de magnitude da sua antiguidade (em todos os sentidos da palavra), ele sempre me fez sentir que eu poderia abordá-lo a qualquer momento, com questões grandes e pequenas. A sua generosidade era ilimitada, os seus conselhos sempre valiosos, o seu espírito incomparável em optimismo. Eu sou quem eu sou e faço o que faço principalmente por causa dele. E a melhor parte é que ele exerceu esse tipo de influência em legiões inteiras de pessoas, jovens e velhos, ao longo de toda a sua carreira. O seu legado consiste não apenas numa quantidade monumental de descobertas científicas, ramos inteiramente novos das ciências biológicas e influência sem paralelo na conservação da natureza, mas, igualmente importante, nos milhões de sementes que ele plantou na mente das pessoas. Sempre carregarei a tocha da sua paixão pela vida na Terra e a busca por entendê-la e protegê-la. Perdemos um ícone e um líder, mas não o seu espírito, e o nosso laboratório e os estudantes são uma parte importante do seu legado.”
Além de livros e artigos, Ed também foi um comunicador científico incansável em filmes e programas de televisão. Durante o seu tempo na Gorongosa, apareceu em vários documentários de alto perfil, incluindo “The Guide” (da realizadora vencedora de um Óscar da Academia, Jessica Yu); “Parque da Gorongosa: Renascimento do Paraíso”, uma série de TV em 6 partes em horário nobre para a PBS e para a National Geographic; e um documentário de 90 minutos para a PBS sobre a vida e carreira de Ed chamado “Of Ants and Men”.
Na épica série da BBC “África”, Sir David Attenborough narra uma sequência em que Ed e Tonga Torcida (um dos jovens técnicos de fauna bravia do Parque) discutem como o abundante e diversificado ecossistema da vida dos insectos – “as pequenas coisas que governam a terra” – cria tremenda esperança para o futuro do Parque Nacional da Gorongosa.
“A Gorongosa é uma das grandes histórias, é inspiradora. É um belo e brilhante exemplo do que fazer com todos os nossos parques…Precisamos de um mundo de Gorongosas.”
– E.O.Wilson
Ed examina uma formiga recolhida pelo técnico de fauna bravia Tonga Torcida no Parque Nacional da Gorongosa. (Foto de Jessica Yu)
Memórias inesquecíveis
Na Gorongosa, lembramo-nos do Ed não apenas como um grande homem, mas também como um bom homem. Nós o lembramos como um cientista brilhante, mas nunca esqueceremos as suas qualidades como pessoa: a sua amizade, gentileza e cordialidade. Ele sempre foi generoso com o seu tempo, falando com qualquer pessoa do acampamento que se aproximava dele e ouvindo com atenção e entusiasmo. Ele orientou e inspirou muitos jovens cientistas Moçambicanos durante o seu tempo no Parque, incluindo Dominique Gonçalves, Gestora do Projecto de Ecologia dos Elefantes da Gorongosa, que se lembra de Ed com carinho:
“O Professor Wilson sempre foi gentil e sempre saudava um jovem Moçambicano com um sorriso e, se ele tivesse tempo, contaria uma história das suas aventuras quando ele era jovem. Manteve jovens cientistas empenhados e actualizados através dos seus livros, que autografou e enviou a estudantes e investigadores Moçambicanos onde quer que estivessem. Sempre estará no meu coração quando em 2015, longe de casa, falei numa sessão em que especialistas discutiram um tema delicado. Como a mais jovem e talvez a única pessoa local a fazer um comentário, fiquei abalada com os murmúrios da audiência, mas o Professor Wilson colocou a mão no meu ombro e disse: ‘Excelente, muito bem!’ O seu conhecimento, apoio e conselhos continuarão a perdurar nas mentes e nos corações de todos os Moçambicanos que passam pelo Laboratório E.O. Wilson no Parque Nacional da Gorongosa.”
“O grande desafio do século XXI é elevar as pessoas em todos os lugares a um padrão de vida decente, preservando o máximo possível do resto da vida.”
– E.O. Wilson
Para homenagear a contribuição de Ed para o Projecto da Gorongosa e o Parque Nacional da Gorongosa, os nossos cientistas baptizaram uma espécie de morcego recém-descoberta na Serra da Gorongosa em sua homenagem – o morcego-de-dedos-longos de Wilson (Miniopterus wilsoni). Estamos infinitamente gratos a Ed, e sempre tiraremos energia e inspiração da sua vida e legado.
O morcego-de-dedos-longos de Wilson, Miniopterus wilsoni. (Foto de Piotr Naskrecki)
Como última homenagem, Norina Vicente, uma jovem cientista Moçambicana que trabalha no Laboratório Wilson, oferece o seguinte testemunho pessoal sobre o seu herói científico:
“O Professor Edward O. Wilson foi uma inspiração para mim e para toda a nossa geração. Ouvi falar do Prof. Edward O. Wilson pela primeira vez em 2016 enquanto estava na universidade e fiquei inspirada ao ouvir sobre o trabalho que ele fez como naturalista, conservacionista e mirmecologista, especificamente no Parque Nacional da Gorongosa. Ele foi a minha inspiração para estudar formigas.
Desejo dizer ao Professor Wilson: Alguns de nós não tivemos a oportunidade de o conhecer pessoalmente, mas por meio de seu reconhecido e notável trabalho estamos ligados para sempre. Continuaremos com o seu legado. As suas palavras e lições continuarão a guiar-nos e os seus conselhos iluminarão o caminho dos nossos sonhos. Onde quer que esteja, manteremos o conceito que nos deu – “Biodiversidade” – e tenha certeza de que também passaremos essa mensagem para as próximas gerações. Muito obrigado por todos os conselhos e pensamentos.
Há um tempo para ensinar e aconselhar e um tempo para descansar. Que a sua alma descanse em paz.”
“Vocês são capazes de mais do que pensam. Escolham um objetivo que vos pareça certo e esforcem-se para serem os melhores, por mais difícil que seja o caminho. Apontem alto. Comportem-se com honra. Preparem-se para ficar sozinhos às vezes e para suportar o fracasso. Persistam! O mundo precisa de tudo o que vocês podem dar.”
-E.O. Wilson
“Para o biólogo de campo, isto é o paraíso!”
Ed a fazer o que mais gostava – recolher formigas no Parque Nacional da Gorongosa. (Foto de Piotr Naskrecki)
Sobre o Projecto da Gorongosa e os Nossos Programas de Educação Científica
A investigação científica é parte integrante do plano a longo prazo para a restauração do ecossistema da Gorongosa. Um conhecimento aprofundado do ecossistema da Gorongosa irá ajudar a gestão do Parque a tomar melhores decisões sobre a sua conservação. O Laboratório E.O. Wilson de Biodiversidade foi inaugurado em Março de 2014 e colocou a Gorongosa como um dos centros de investigação mais avançados da África Austral. O Laboratório tem atraído atenção nacional, regional e internacional. Cientistas de mais de trinta instituições realizaram pesquisas no Parque, como as Universidades Eduardo Mondlane e Lúrio em Moçambique; as Universidades de Coimbra e Lisboa em Portugal; as Universidades de Oxford e Kent no Reino Unido; e as universidades de Harvard, Princeton e Berkeley nos EUA.
Uma das funções do Laboratório é dar formação à próxima geração de cientistas Moçambicanos do Parque e enviá-los a universidades para obtenção de graus avançados. Os jovens (das comunidades vizinhas ao Parque ou de escolas técnicas da região), recebem auxílio financeiro total ou parcial do Laboratório e estão a cursar universidades e institutos para carreiras como veterinários, ecologistas e técnicos de laboratório. Alguns investigadores e estudantes Moçambicanos também receberam apoio da Fundação Wilson. Foundation.
O programa de Mestrado em Biologia da Conservação na Gorongosa é ministrado inteiramente dentro do ecossistema da Gorongosa, proporcionando formação em biologia da conservação, ecologia e gestão ambiental. Os estudantes Moçambicanos aplicam os conhecimentos adquiridos nos seus cursos a projectos de pesquisa prática na área. Eles desfrutam de uma bolsa de estudos integral, generosamente financiada pelo Howard Hughes Medical Institute dos EUA.
“Vão o mais longe que puderem, [jovens cientistas]. O mundo precisa muito de vocês.”
– E.O. Wilson
Os recém-graduados Mestres em Biologia de Conservação no Parque da Gorongosa, com exemplares autografados do livro “Cartas a um Jovem Cientista” de E.O. Wilson. (Foto de Augusto Bila)
Para mais informações
“A natureza é a chave para nossa satisfação estética, intelectual, cognitiva e até espiritual.”
-E.O. Wilson
Partilhe esta “newsletter” com um amigo:
Siga-nos
Gorongosa National Park | National Road 1, District of Gorongosa, Sofala Province 00000 Mozambique
Unsubscribe adozinda.soares@gmail.com
Update Profile | Constant Contact Data Notice
Sent by newsletter@gorongosa.net

Morreu David Sassoli, presidente do Parlamento Europeu, aos 65 anos

Político italiano foi diagnosticado com uma pandemia em setembro de 2021, para a qual vinha a receber cuidados de saúde, tendo sido internado em mais do que uma ocasião.

Source: Morreu David Sassoli, presidente do Parlamento Europeu, aos 65 anos

Morreu Sidney Poitier, o primeiro ator negro a ganhar um Óscar – CNN Portugal

Ao longo da sua carreira, habituou-se a ser o primeiro em várias coisas. Mais tarde, acabou por admitir que gostava dessa responsabilidade

Source: Morreu Sidney Poitier, o primeiro ator negro a ganhar um Óscar – CNN Portugal

Morreu a artista plástica Maria José Cavaco

A artista plástica açoriana, Maria José Cavaco, morreu esta quarta-feira.
Morreu a artista plástica Maria José Cavaco
ACORIANOORIENTAL.PT
Morreu a artista plástica Maria José Cavaco
A artista plástica açoriana, Maria José Cavaco, morreu esta quarta-feira.
https://www.acorianooriental.pt/noticia/morreu-a-artista-plastica-maria-jose-cavaco-333948
Chrys Chrystello
Sad
Sad

 

Comment
Share

FALECIMENTO DONA MARLIT BECHARA

é com extrema consternação que acabamos de saber do falecimento há dias da nossa associada e sócia honorária Nº9-2010 DONA MARLIT DA SILVA CAVALCANTE BECHARA que nos acompanhou desde 2007. De trato refinado e de invulgar gentileza e cultura Dona Marlit sempre acompanhou o nosso patrono e marido desde a primeira vez que se deslocaram ao 8º colóquio em Bragança 2007 e a última em 2019 no 29º Belmonte. Na Assembleia-Geral de 2019 agradecendo o grande mérito do nosso associado, Luciano Pereira propôs a eleição dos Professores Malaca Casteleiro e Evanildo Bechara como Presidentes Honorários. Ambos são eleitos com unanimidade e com aclamação. Foi proposto e aprovado por unanimidade um voto de congratulação às consortes (Conceição Casteleiro e Marlit Bechara) dos novos Presidentes Honorários pelo seu apoio e dedicação à AICL ao longo dos anos e na Assembleia-Geral de 2021 foi decidido o sancionamento da proposta da Direção já aceite pelos próprios, de nomear Evanildo Cavalcante Bechara para sócio honorário número três e Marlit Bechara sócia honorária número quatro, dispensados de pagamento de quotas e taxas de inscrição com efeitos retroativos a 2020. A proposta foi aceite por unanimidade. O académico Evanildo Bechara mantém-se como Presidente Honorário vitalício e membro do Comité Científico.

Ao grande mestre e amigo Professor Bechara endereçamos as mais sentidas condolências