moçambique ataques islâmicos

😥😥😥

A Fundação AIS é uma organização pública dependente da Santa Sé que, a pedido do Santo Padre, ajuda os cristãos onde quer que eles se encontrem.

Please follow and like us:

REDES SOCIAIS E A CIRCULAÇÃO DE IDEIAS EM DEBATE NA AEMO

REDES SOCIAIS E A CIRCULAÇÃO DE IDEIAS EM DEBATE NA AEMO

A Associação dos Escritores Moçambicanos, AEMO, prossegue, na próxima quarta-feira, dia 17 de Junho, às 18h, com o ciclo de debates e palestra, “No Gume da Palavra”, abrindo desta vez espaço à reflexão pública, num debate entre os jornalistas Ericino de Salema, director residente do (EISA) e Tomás Vieira Mário, director Executivo do Sekelekani, sobre ” O Advento das Redes Sociais e a Circulação de Ideias”, de acordo com o tema escolhido para a sessão.

O evento, sob moderação do poeta Nelson Lineu, como tem sido habitual, contará com participação de escritores, jornalistas, estudantes e académicos, na plataforma de comunicação ZOOM Cloud Meetings, também aberto ao público em geral, com acesso através de ID 2019821982 e Password 201982.

De acordo com Carlos Paradona, Secretário-geral da AEMO, ‘’quando abraçamos o uso desta plataforma visava responder a necessidade de contorno às restrições associadas ao Coronavírus. Contudo, hoje a realização de eventos online constitui uma ferramenta de suma importância, para a prossecução do nosso objectivo de internacionalização da nossa literatura. Desde que emigramos para a realização de eventos online, o público da AEMO alcançou uma grande diversidade, quer a nível de diversas áreas do saber, quer de localização geográfica. “No Gume da Palavra” conta hoje com participação de apreciadores da literatura moçambicana de todos quadrantes, com registo por exemplo do Brasil, Cabo Verde, Portugal, França, Estados Unidos da América, entre outros. E a nível nacional, guiados pela nossa capacidade inventiva, lançaremos brevemente o livro Matxinguiribwa, de Alexandre Chaúque. Será um lançamento online, mas com garantia de que o livro impresso poderá chegar aos leitores convidados na cerimónia de lançamento, em menos de 24 horas, através de uma estrutura concebida pela AEMO para esse fim. A Covid-19 veio para testar a nossa capacidade, e nós, como agremiação, contando com a acção da Austral seguros, nosso parceiro, estamos satisfeitos com a resposta que temos vindo a dar os desafios do momento.”

cartaz s.jpg

Please follow and like us:

a guerra ignorada em moçambique

Rosely Forganes
t1Slpon cclshorredd

Grupos armados, de cara tapada, já terão matado mais de 1.100 pessoas, em cerca de dois anos e meio, e há mais de 200 mil deslocados a precisar de ajuda humanitária. Mais recentemente, tem havido “vários ataques em simultâneo”, em aldeias distantes umas das outras, “o que dificulta ainda mais” a ação das forças de segurança.
O método é sempre o mesmo, “desde o começo”: “Queimar as casas, matar pessoas e decepar as cabeças.” O bispo de Pemba assume que aquilo por que a população de Cabo Delgado tem passado “é uma coisa inominável”.

D. Luiz Fernando Lisboa revela que os ataques terroristas em Cabo Delgado têm crescido em cadência e gravidade.

RR.SAPO.PT
D. Luiz Fernando Lisboa revela que os ataques terroristas em Cabo Delgado têm crescido em cadência e gravidade.
Please follow and like us:

UMA GUERRA ESQUECIDA EM CABO DELGADO MOÇAMBIQUE

José Ribeiro E Castro
tl2S1pf ohunrsorediseed

A crise que há anos se arrasta e agrava em Cabo Delgado é a evidência mais gritante da incompetência do governo de Moçambique. Nem resolve, nem organiza a solução, nem pede ajuda, nem deixa resolver. E o povo sofre. Como nunca e brutalmente.

D. Luiz Fernando Lisboa reage a ataques contra missões católicas Lisboa, 12 jun 2020 (Ecclesia) – O bispo de Pemba, no norte de Moçambique, disse à fundação pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) que a situação em Cabo Delgado é “cada vez mais dramática”. As declarações de D. …

Please follow and like us:

MOÇAMBIQUE CONF Forges

isto é uma enorme ajuda para 60 milhões de africanos
isto é uma enorme ajuda para 60 milhões de africanos
Lusofonia também participa in https://www.aforges.org/inicio-10-conferencia/ ?

Nestes tempos imprevisíveis que vivemos a FORGES é UMA CERTEZA para todos aqueles que tanto têm contribuído, em fazer desta Rede o espaço colaborativo de partilha, de aprendizagem e de investigação na Gestão do Ensino Superior nos Países de Expressão e Língua Portuguesa.
Iremos comemorar o 10.º aniversário da FORGES, na semana de 16 a 20 de novembro, com atividades várias e em particular com a realização da 10.ª Conferência FORGES de forma presencial e/ou a distância.
A 10.ª Conferência FORGES realizar-se-á este ano nos dias 18, 19 e 20 de novembro, numa coorganização da Associação FORGES com a Universidade de Évora e a Escola Superior de Saúde do Alcoitão, subordinada ao tema O ENSINO SUPERIOR NA ERA DIGITAL NOS PAÍSES E REGIÕES DE LÍNGUA PORTUGUESA: DESAFIOS E PROPOSTAS.

Contamos com a presença de todos para, com as vossas comunicações, artigos, e este ano também vídeos, celebrar a FORGES!

Margarida Mano
Presidente da Direção

Lusofonia também participa in https://www.aforges.org/inicio-10-conferencia/ ?

Nestes tempos imprevisíveis que vivemos a FORGES é UMA CERTEZA para todos aqueles que tanto têm contribuído, em fazer desta Rede o espaço colaborativo de partilha, de aprendizagem e de investigação na Gestão do Ensino Superior nos Países de Expressão e Língua Portuguesa.
Iremos comemorar o 10.º aniversário da FORGES, na semana de 16 a 20 de novembro, com atividades várias e em particular com a realização da 10.ª Conferência FORGES de forma presencial e/ou a distância.
A 10.ª Conferência FORGES realizar-se-á este ano nos dias 18, 19 e 20 de novembro, numa coorganização da Associação FORGES com a Universidade de Évora e a Escola Superior de Saúde do Alcoitão, subordinada ao tema O ENSINO SUPERIOR NA ERA DIGITAL NOS PAÍSES E REGIÕES DE LÍNGUA PORTUGUESA: DESAFIOS E PROPOSTAS.

Contamos com a presença de todos para, com as vossas comunicações, artigos, e este ano também vídeos, celebrar a FORGES!

Margarida Mano
Presidente da Direção

https://blog.lusofonias.net/wp-content/uploads/2020/06/History_of_Mathematics_in_Portugal2.pdf
Please follow and like us:

moçambique seus filósofos e matemáticos

Question
4 answers
Please follow and like us:

Moçambique. Grupo islâmico executou 52 jovens em Cabo Delgado

Militantes islâmicos mataram 52 jovens na província moçambicana de Cabo Delgado. Segundo a polícia, os moradores foram “massacrados” e alguns decapitados. As execuções ocorreram a 8 de abril na aldeia de Xitati, quando os grupos armados tentavam recrutar jovens no distrito de Muidumbe.

Source: Moçambique. Grupo islâmico executou 52 jovens em Cabo Delgado

Please follow and like us:

moçambique continuam os ataques

Para onde olha a comunidade internacional, sr. António Guterres?

Irmãs Carmelitas Teresas de São José denunciam destruição em curso na Província de Cabo Delgado por grupos armados jihadistas Lisboa, 07 jun 2020 (Ecclesia) – As Irmãs Carmelitas Teresas de São José afirmaram que o último ataque por grupos armados em Macomia, no Norte de Moçambique, foi…

Please follow and like us: