mais ataques em Moçambique

Moçambique/Ataques: Grupos armados matam cinco pessoas e queimam casas
Pemba, Moçambique, 17 jan 2022 (Lusa) – Grupos armados mataram cinco pessoas durante um ataque a uma aldeia de Cabo Delgado, norte de Moçambique, de acordo com testemunhos de população em fuga e outras fontes ouvidas pela Lusa.
Desconhecidos atacaram Limwalamwala, aldeia remota no distrito de Nangade, pelas 17:00 de domingo (15:00 em Lisboa) e queimaram cerca de 200 casas construídas com material tradicional, relataram fontes locais.
De acordo com os relatos, do ataque resultaram pelo menos cinco mortes e a debandada geral da população para as matas.
O distrito de Nangade fica no extremo norte de Cabo Delgado: faz fronteira com a Tanzânia e a nascente é delimitado pelos distritos de Palma, vila dos projetos de gás, e Mocímboa da Praia, vila portuária reconquistada há cinco meses aos insurgentes.
Segundo fontes locais, o distrito tem contado com um reforço militar da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) – que a par do Ruanda tem ajudado desde julho de 2021 a recuperar a segurança e a inverter a ocupação extremista que já dura há quatro anos.
Noutro ponto da província, no centro de Cabo Delgado, pelas 08:00 de domingo (06:00 em Lisboa), grupos armados atacaram a aldeia de Nkóe, situada a seis quilómetros da estrada nacional 380.
Residentes relataram o ataque e a fuga generalizada da população para as matas.
Os agressores queimaram casas, mas até agora não há relato de vítimas.
Parte dos habitantes segue para a sede de distrito mais próxima, Macomia, para daí rumar para a capital provincial, Pemba.
Outras famílias permanecem escondidas nas matas.
A província de Cabo Delgado é rica em gás natural, mas aterrorizada desde 2017 por rebeldes armados, sendo alguns ataques reclamados pelo grupo extremista Estado Islâmico.
O conflito já provocou mais de 3.100 mortes, segundo o projeto de registo de conflitos ACLED, e mais de 817 mil deslocados, de acordo com as autoridades moçambicanas.
Desde julho, uma ofensiva das tropas governamentais com o apoio do Ruanda a que se juntou depois a Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) permitiu aumentar a segurança, recuperando várias zonas onde havia presença de rebeldes, mas o conflito continua em vários distritos e tem atingido a província vizinha do Niassa.
May be an image of map and text that says "Cabo Delgado Palma Ruvuma Ruyuma Mocimboa da Praia Mueda Messalo CABO DELGADO Quissanga Ancuabe 12° o Pemba"
7
3 comments
Like

Comment
3 comments
View 1 more comment
Most relevant

  • Florentino Mota

    Em 65 estive em NANGADE,em PALMA (tem uma bela praia),Mocimboa Praia,tambem com uma boa praia,estive varias vezes em Porto Amelia(PEMBA),conheci o Rio ROVUMA,o Rio MESSALO,estive uma semana em MUEDA e em varios lugares junto ao Rio ROVUMA que neste map…

    See more
    • Like

    • Reply
    • 16 h
    • Edited
    • Alberto De Carvalho

      Florentino Mota olá Tino. Eu sei que tu sabes que eu sei…. que és um grande conhecedor dessa região norte de Moçambique. Pessoalmente conheço algumas localidades, mas não com pormenor que tu registas. Visitei muitas vezes Porto Amélia, Pemba, Mocímbo…

      See more
      • Like

      • Reply
      • 9 m