PROCESSO ARQUIVADO, PRESCRIÇÕES (RICARDO SILVA EX PRESIDNETE DA CM RIB GRANDE

May be an image of 1 person, standing, tree and outdoors
Antena 1 Açores – Ex-presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande, Ricardo Silva, tem processo arquivado devido à prescrição de eventuais crimes em que esteve a ser investigado.
Em causa a alegada prática de crimes de abuso de poder e corrupção, devido a denúncias feitas na sequência de uma auditoria do Tribunal de Contas.
“Silvia Couto, Procuradora do Ministério Público, mandou arquivar o processo sobre o ex-presidente da Câmara da Ribeira Grande Ricardo Silva.
O caso deu entrada na PJ em 2016, mas só ficou resolvido o ano passado.
O ex-autarca foi investigado por alegada prática dos crimes de corrupção e abuso de poder, depois de queixa no Ministério Público, e na sequência das irregularidades detectadas pelo Tribunal de Contas.
Em causa: um contrato de compra e venda de imóveis da então empresa municipal Ribeira Grande Mais entre 2005 e 2015, no valor de 27 milhões e meio de euros para construção de 192 fogos de habitação social.
Também um outro contrato em que um empreiteiro recebeu 2 milhões de euros sem concluir a obra e por isso foi obrigado à devolução de imóveis na sua posse.
A Procuradora sustenta o arquivamento na prescrição dos alegados crimes e diz até que a prescrição aconteceu antes da instauração do procedimento criminal.
O Ministério Público sustenta que apurou-se que o procedimento pré-contratual da Ribeira Grande Mais padeceu dos vários vícios apontados pelo Tribunal de Contas.
O Ministério Público não deu como provado que Ricardo Silva tivesse sido nomeado pelo Governo para o IROA como contrapartida de eventuais irregularidades.
Neste processo é feita referência sistemática por parte do Ministério Público à necessidade de ser mantida a investigação em segredo de justiça para salvaguarda da imagem do autarca.
Certo mesmo, é que sem prescrição no imediato está este despacho de arquivamento. Só prescreve a 31 de Março de 2029.” (CV)
https://www.facebook.com/antena1acores

(jornal das 8.30 dia 19/04/2021)

3
3 comments
1 share
Like

 

Comment
Share
3 comments
View 2 more comments

PADRE ANTÓNIO VIEIRA ROUBOS À PORTUGUESA, DESDE SEMPRE

Muito oportuno!
“Basta, senhor, que eu, porque roubo em uma barca, sou ladrão, e vós, porque roubais em uma armada, sois imperador?
Assim é. O roubar pouco é culpa, o roubar muito é grandeza; o roubar com pouco poder faz os piratas, o roubar com muito, os Alexandres.”
Pe António Vieira, in ‘Sermão do Bom Ladrão’
Jesus expulsou os vendilhões do Templo. O Padre Antônio Vieira pregou sobre os bons e os maus ladrões. É facto que existiram em todos os tempos. Mas no Séc. XXI, em Portugal, os Alexandres sofisticaram os meios de tal maneira que ladrões e Justiça andam de braço dado. O povo assiste escandalizado e impotente. Não há volta a dar !!!!…
Temos sol e lindas paisagens!

Former SA magistrate jailed for corruption has his sentence increased by three months on appeal – ABC News

Former magistrate Bob Harrap, who pressured or bullied three women to help cover up his speeding fines, has had his head sentence increased from 18 to 21 months, following an appeal by the Director of Public Prosecutions.

Source: Former SA magistrate jailed for corruption has his sentence increased by three months on appeal – ABC News

corrupção OBRIGADO JUIZ IVO

Ao contrário da maioria das pessoas, ontem eu tive muito gosto em ouvir o Ivo! Aprendi tanto que não quero deixar de prestar a minha homenagem a este homem! Só um homem da justiça podia contribuir tanto para o combate à corrupção em Portugal!
Como um combate tem dois lados, o Ivo ontem ensinou-nos em 6 mil páginas o lado dos corruptos e como o ser sem sermos presos! O Ivo ensinou-nos tudo o que podemos fazer com as leis que temos! É impressionante tudo o que as leis permitem na corrupção! Obrigado Ivo por nos mostrares o quanto não sabíamos! Afinal a Constituição portuguesa não é aquele monstro papão que todos dizem que nos apanha e penaliza se não cumprirmos a lei! Afinal existem leis feitas que até nos incentivam a roubar! Só não sabíamos como! Mas ontem este homem simples ensinou-nos coisas complicadas!
Ontem o Ivo criou um precedente muito rentável para o futuro! O Ivo permitiu que muitas famílias ontem aprendessem que estão a praticar mal a corrupção! Senti-me orgulhoso em ser português pois senti que somos o único país do mundo com aulas de corrupção dadas por um juiz! Identificar erros é essencial para evitar penas de prisão!
Ouvir o Ivo falar de tudo o que as leis não permitem foi educativo! Ouvir o Ivo explicar o que as leis protegem foi relaxante! Sabermos que as leis portuguesas são feitas de slime e podem moldar-se como queremos foi bom de ouvir! Ouvir o Ivo dizer-nos preto no branco os prazos de prescrição e a melhor metodologia para atrapalhar o sistema e atrasar a justiça foi sublime! Ouvir o Ivo deitar por terra dogmas e certezas que tínhamos de que a justiça funciona foi glorioso! Foi excitante ouvir um homem das leis denunciar os abusos feitos por quem quer combater a corrupção! O Ivo ensinou-nos que ninguém tem o direito de nos incomodar durante uma vida de corrupção!
Palavras simples e acessíveis a todos! Explicações claras sobre fluxos permitidos! Identificação das dinâmicas mais favoráveis ao desaparecimento do dinheiro! Avisos cheios de sabedoria acerca de como podemos ser prejudicados pelas finanças! A pedagogia sempre presente num discurso acessível e audível! Ninguém como o Ivo conseguiu explicar o valor dos nossos amigos! Se ontem não aprenderam a ser corruptos então jamais aprenderão! Ontem quem combate a corrupção ficou a saber que o povo português tem um Ivo para os defender perante abusos das autoridades! Deixámos de ser brancos, pretos, amarelos ou outra côr e passámos a ser todos potenciais corruptos! Deixámos de ser nacionais ou estrangeiros e passámos a ser todos aprendizes de técnicas subtis de enganar!
O Ivo permitiu até que a minha avó voltasse a sentir-se à vontade em dar-me nos meus anos quinze euros em dinheiro vivo sem ter medo das finanças! Com um sorriso de felicidade a minha avó soube ontem que deixou de ser corrupta pois dinheiro vivo pode passar de mão em mão sem que as finanças venham buscar o deles!
Obrigado Ivo e se não te reformares com os milhões de euros que amigos te deram nestes 6 anos de missão, candidata-te a Presidente e terás o meu voto! Portugal precisa de homens como tu! Homens que saibam o que fazem e não têm medo da justiça! Autor desconhecido
Seen by Tito at Friday 12:10

JUSTIÇA PORTUGUESA Corrupção institucional legalizada?

 

JUSTIÇA PORTUGUESA A SER MAIS LENHA NA FOGUEIRA DA DEMOCRACIA

Corrupção institucional legalizada?

Mais um murro nos olhos dos portugueses! O juiz de instrução Ivo Rosa destruiu quase por completo 4 anos de investigação do Ministério Público (1) e pelo caminho, também o trabalho feito pelo seu colega de tribunal Carlos Alexandre, que foi o magistrado que ao longo desses anos foi validando e promovendo buscas, escutas e outras diligências. Dos 28 arguidos sobraram 5 para ir a julgamento, 188 crimes foram reduzidos a 17 (2)! Sócrates foi ilibado (a 9.04.2021) dos crimes de corrupção e de fraude fiscal (Operação Marquês). O Ministério Público pretende recorrer contra esta decisão no Tribunal de Relação de Lisboa. Segundo o funcionário Ivo Rosa, José Sócrates terá apenas de responder pela prática de crimes de branqueamento de capitais e falsificação de documentos.

A Justiça deixa, assim, antever a cumplicidade do aparelho Judicial com o poder político e económico; “ilibar, por deficiências processuais, Sócrates e Salgado dos crimes de corrupção, é passar uma carta branca ao roubo institucional” como constata o músico Pedro Abrunhosa.

O problema não é sequer do juiz Ivo, o problema de fundo é da Justiça Portuguesa e do comércio de influências. O Juiz Ivo Rosa com o processo Marquês, serão apenas o Iceberg da Justiça portuguesa. Os poderosos apoderaram-se do Estado e da democracia. A corrupção tornou-se legal.

Muitos ainda vivem na ilusão de esperarem justiça da Justiça. Eles gozam cinicamente com o povo. É a lei do safe-se e dos acomodados a algum grupo influente! Temos sistema, faltam-nos Homens! O problema é do sistema e de uma Justiça em grande parte de influências e a falta de Cidadãos em Portugal! Os corruptos sabem que ganham porque embora alguns milhares barafustem, aqueles estão seguros que milhões os elegem.

A vassalagem e o comércio de influências continuam, como na Idade Média, com a diferença que muitos responsáveis de hoje são descarados porque se sentem legitimados nos seus malefícios por actos do nosso sistema democrático. O problema não é Ivo, o problema é a Justiça portuguesa e a troca de influências entre grupos de interesses fortes. O juiz Ivo sai ileso; ele é um filho do sistema e ao serviço do sistema. O problema é a Justiça Portuguesa e o tipo de sistema democrático que a acompanha e legitima. A Política orienta-se pela ética de interesses! O resto é música de acompanhamento. Quem vai no cortejo não nota! Por sua vez o povo, bem-ensinado, segue o jogo político dos prevaricadores desculpando os erros de uns partidos com os dos outros.

Em Portugal, país pequeno, os grupos de interesses são solidários entre si, repartindo entre eles o saque. Só o povo não manifesta interesse e, como tal, não tem quem defenda os seus interesses; isto independentemente do regime político que se adopte!

Quem come da mesma gamela não se vê motivado a criticar no sentido de as coisas mudarem; quando muito vira a bola para canto! Um problema simplório é também tentar-se explicar males actuais com males antigos e o mal de um partido com o mal do outro, passando-se assim bem à margem do bem comum e dos interesses reais do país. Por estas e por outras o país «não passa da cepa torta»!

António da Cunha Duarte Justo

Notas em Pegadas do Tempo, https://antonio-justo.eu/?p=6421

 

 

 

as liberdades que ninguém viu desaparecer

Eles pensaram em tudo e também previram isso, e a resposta é sim podem. Infelizmente já não vivemos num estado de direito mas sim numa ditadura encapotada. Podem consultar aqui:https://postal.pt/sociedade/2020-10-16-Covid-19-Policia-pode-entrar-em-prop

See more
Covid-19: Polícia pode entrar em propriedades privadas sem mandato
POSTAL.PT
Covid-19: Polícia pode entrar em propriedades privadas sem mandato