ZIMLER APOIA A NOSSA QUERIDA BELMONTE (sede dos colóquios da lusofonia)

Quem são os criptojudeus de Belmonte? Peço-vos para ver e divulgar o vídeo e, se for possível, votar na campanha para “As 7 maravilhas da cultura popular”. Obrigado. (tel: 760 207 836)

-4:04

Please follow and like us:

inacreditável antissemitismo gospel

Paulo David
28 mins

Antissemitismo Gospel.
Pastor evangélico Tupirani Lores pede a Deus que massacre o povo de Israel num novo Holocausto.
Em Portugal já vimos o apoio evangélico ao CHEGA.
E é isto…

O ANTISSEMITISMO COMEÇA A SE MANIFESTAR NA IGREJA EVANGÉLICA VEJA O QUE ESSE PASTOR ANTISSEMITA TUPIRANI DA HORA LORES, PASTOR DA IGREJA PENTECOSTAL GERAÇÃO …

YOUTUBE.COM
O ANTISSEMITISMO COMEÇA A SE MANIFESTAR NA IGREJA EVANGÉLICA VEJA O QUE ESSE PASTOR ANTISSEMITA TUPIRANI DA HORA LORES, PASTOR DA IGREJA PENTECOSTAL GERAÇÃO …
Please follow and like us:

ISRAEL E A OCUPAÇÃO DA PALESTINA

PALESTINA OCUPADA – MAIS ANEXAÇÕES À VISTA
Criança palestina em casa da família, a leste de Tubas, no vale do Jordão. Israel pretende anexar assentamentos da Cisjordânia e o vale do Jordão, como proposto pelo presidente dos EUA, Donald Trump, a partir de 1 de julho.
Foto: Jaafar Ashtiyeh / AFP

Image may contain: one or more people, people standing, sky, tree, child, mountain, outdoor and nature
Please follow and like us:

expansionista sionista

arlos Fino and Eunice Brito shared a link.
European foreign ministers agree that annexation is against international law and that the theft of other people’s territory is anathema to the core principles of the EU. But the union has a long history of turning a blind eye, reports Robert Fisk

European foreign ministers agree that annexation is against international law and that the theft of other people’s territory is anathema to the core principles of the EU. But the union has a long history of turning a blind eye, reports Robert Fisk
  • ISRAEL PREPARA-SE PARA ANEXAR O QUE FALTA
    E A EUROPA, EM SILÊNCIO, FINGE QUE NÃO VÊ .

Please follow and like us:

e na Palestina ninguém vê’

O sionismo judaico tudo pode!!!! Bandidos!!!

Numa reacção à morte de George Floyd ao ser detido pela polícia de Minneapolis, o maratonista palestino Mohammad Alqadi publicou na sua conta no Twitter quatro fotografias de soldados israelitas imobilizando palestinos com o joelho sobre o pescoço ou sobre a cabeça e com este comentário: «É…

Please follow and like us:

Palestiniano, autista e desarmado, a mais recente vítima do colonialismo israelita

Maria Camara
tn1cStp7o ensormeigcnSeds

Desculpe lá, afinal foi um engano.
Patifes!

Iyad Halak tinha 32 anos e deslocava-se para a sua escola de ensino especial. Sete tiros travaram-lhe o percurso, atingindo-o mortalmente.

Please follow and like us:

richard zimler d manuel ii não expulsou judeus

Richard Zimler and Richard Zimler shared a link.
3 June 2016 Identified As the Enemy, or Why there are so few Jews in Portugal
ZIMLER.COM
3 June 2016 Identified As the Enemy, or Why there are so few Jews in Portugal
3 June 2016 Identified As the Enemy, or Why there are so few Jews in Portugal

  • Quase ninguém em Portugal percebe alguma coisa da história dos judeus portugueses. Irrita-me imenso. E gente importante continua a divulgar fantasias e erros. Exemplo: Pedro Bacelar de Vasconcelos é uma óptima pessoa e muito competente professional mas o artigo que escreveu ontem no JN revela erros graves e básicas. E dá uma visão completamente errada da Inquisição. Entre outras coisas, escreve: “Aquando da partida de Vasco da Gama para as Índias, o rei Manuel I, o Venturoso, expulsou a comunidade judaica de Portugal, perseguida e torturada pelos agentes do Santo Ofício.”
    1) O rei Manuel I NUNCA EXULSOU OS JUDEUS!!! Emitiu um edito de expulsão em Dezembro de 1496, dando um prazo para eles vender tudo e sair do reinado. Mas muito antes do prazo, em Março de 1497, fechou os portos e mandou converter todos os judeus à força. Só em Lisboa 20.000 judeus foram presos e fechados nos terrenos do Palácio de Estaus e baptizados à força. Quem lutou contra isso foi morto e as suas crianças dadas a outras pessoas. Daí 99,9% aceitou a conversão. Repito: Os judeus nunca foram explusos de Portugal. Quase ninguém saiu. Daí, falar de “judeus expulsos” é absurda. Não faz sentido nenhum. 99,9% dos judeus foram convertidos ao cristianismo (contra a sua vontade!).
    2) A conversão resultou na criação de uma nova classe em Portugal: O Cristão Novo. (ou Converso ou, mais tarde, o Marrano). A diferença entre um Judeu e um Cristão Novo é importantíssimo. Porquê….? O Santo Ofícou não tinha poder nenhum sobre judeus assumidos (não baptizados). Zero! Mas tinha todo o poder sobre Cristãos Novos . Qualquer Cristão Novo suspeito de praticar judaismo em casa ou de frequentar uma sinogoga clandestina podia ser preso e torturado. Mas a Inquisição só começou em 1536, 39 anos depois da Grande Conversão.
    3) Os Cristãos Novos que queriam continuar a praticar o judaismo tentavam tudo para emigrar nas próximas decadas e secúlos. Daí, a diaspora judaica e a presença da comunidades de judeus portugueses em Istambul, Salonica, etc…. (Mais uma vez, NÃO FORAM EXPULSOS, fugiram.) As vagas de emigração começaram já em 1497. Nesta altura não havia “agentes do Santo Ofício”. Porquê? Porque o Santo Ofício só começou em Portugal em 1536, 39 anos mais tarde).
    4) A Inquisição nunca converteu ninguém. Porquê? Já todos os judeus tinham sido convertidos em 1497! O propósito da Inquisação não era converter os judeus, era prender os Cristãos Novos (e outros que tinham sido suspeitos de heresia e denunciados) e força-los a confessar as suas heresias. Os Inquisidores tentavam forçar as suas vítimas a identificar outras pessoas praticando judaismo (ou bruxaria ou islão, etc…). Daí, famílias inteiras foram destruidas entre 1536 e o fim do século 18.
    Agradecia que divulgasse, pois estamos em 2020 e acho que deviamos finalmente conhecer a nossa história judaica-portuguesa. Se desejar saber mais, pode ler o meu artigo. Lamento que não tenho em português.

  • Quase ninguém em Portugal percebe alguma coisa da história dos judeus portugueses. Irrita-me imenso. E gente importante continua a divulgar fantasias e erros. Exemplo: Pedro Bacelar de Vasconcelos é uma óptima pessoa e muito competente professional mas o artigo que escreveu ontem no JN revela erros graves e básicas. E dá uma visão completamente errada da Inquisição. Entre outras coisas, escreve: “Aquando da partida de Vasco da Gama para as Índias, o rei Manuel I, o Venturoso,…

    Continue reading

Please follow and like us: