corrupção e falência da justiça

Todos os dias os jornalistas falam de corrupção e de violência, porque tanto a corrupção como a violência vendem jornais; e as tiragens estão a um nível miserável.

São muito poucas as condenações por crimes de corrupção; e todas por valores miseráveis.

Parece que ninguém tem interesse em que se façam julgamentos, em tempos decentes. E por isso se intoxica a opinião pública, sem invocar factos e sem apresentar provas. Apenas para destruir pessoas.

É um círculo vicioso que ofende o principio constitucional da presunção de inocência e o dever que os jornalistas têm de lhe dar respeito. (…)

FALENCIADAJUSTICA.BLOGSPOT.COM
Todos os dias os jornalistas falam de corrupção e de violência, porque…
Please follow and like us:
error

a fraude do peixe fish fraud

Antonio Sampaio shared a video from the playlist Feature Stories.

-5:53

Feature StoriesFish Fraud

Watch More

131,898 Views
The Project posted a video to the playlist Feature Stories.

Australian’s love their fish, but what ends up on your plate might not be what you paid for.

Please follow and like us:
error

em Portugal a corrupção é diminuta

For my Portuguese friends: Ainda bem que em Portugal a corrupção – segundo afirmam políticos de topo actuais – é diminuta e não tem expressão. Imaginem como seria o país se a corrupção fosse significativa!

Estranho o DNA deste povo que em público quase tudo cala e consente, grande parte com horror à incerteza do futuro e por isso preferindo a sombra do Estado, sem perceber sequer que o Estado somos todos nós. Em privado, no entanto, esse mesmo povo vocifera furioso sobretudo

See more

SOL.SAPO.PT
Todos os registos da tramitação do caso Marquês, que tem José Sócrates como principal arguido, desapareceram. O juiz Ivo Rosa já notificou o presidente do instituto do Ministério da Justiça que gere o programa, mas ao SOL este instituto garante desconhecer qualquer apagão
Please follow and like us:
error

O negócio do lítio em Montalegre

For my Portuguese friends: (1) Galamba na grelha, cheirando a esturro, (2) um grande negócio assinado pelo Estado com uma empresa com sede numa Junta de Freguesia de Montalegre, do PS, criada escassos dias antes da assinatura do contrato com o Estado, (3) ausência de estudo de impacto ambiental, (4) ausência de qualquer plano de compensação para as populações locais e muitos outros aspectos de natureza que, para mim, são suspeitas de tráfego de influências, conflito de interesses e, possivelmente, expectativas de ganhos propiciados por corrupção futura.

Esta é mais uma ilustração de um país governado com irresponsabilidade.

É curioso como Galamba se parece tanto com Sócrates.

PS: É útil recordar que a RTP (o Governo) suspendeu este programa algum tempo antes das eleições. Por certo que o Governo apenas pretendeu poupar o cérebro das pessoas.

Please follow and like us:
error