a sereia que veio de África

towerofbabel.com
18 hrs

7 July

This is an article about Mami Wata, a mermaid deity in the folklore of various African countries.
https://face2faceafrica.com/…/mami-wata-the-most-celebrated…

Neal Robbins

Despite being considered as an adaptation of the Western Mermaid, Mami Wata is a deity that has existed in Africa for as long as African history and culture can recollect. The half-fish half-human female water spirit is highly respected, feared and worshipped presenting a balance between dark, divin…

 

FACE2FACEAFRICA.COM
Despite being considered as an adaptation of the Western Mermaid, Mami Wata is a deity that has existed in Africa for as long as African history and culture can recollect. The half-fish half-human female water spirit is highly respected, feared and worshipped presenting a balance between dark, divin…

o esquecido genocídio alemão na Namíbia

-5:52

22
VICE News Tonight
Namibia Wants Reparations From Germany For a Genocide That Killed Thousands
4,491,946 Views

VICE News posted an episode of VICE News Tonight.

Decades before the Holocaust, Germany carried out what many historians consider the first genocide of the 20th century in Namibia. Now, descendants of the survivors are suing Germany for reparations.

gratuito – 34 contos africanos | Conexão Lusófona

Os contos preservam as características típicas da narrativa africana, quer pela simbologia, quer pelo tom de estória transmitida pela oralidade que é notório em todos eles.

Source: Faça aqui o download gratuito de 34 contos africanos | Conexão Lusófona

Faça aqui o download gratuito de 34 contos africanos

S. TOMÉ E PRÍNCIPE – ODISSEIAS NOS MARES E TERRAS: SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE – ILHAS ASBEN E SANAM, POVOADAS POR CANOAS AFRICANAS antes dos portugueses

Source: S. TOMÉ E PRÍNCIPE – ODISSEIAS NOS MARES E TERRAS: SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE – ILHAS ASBEN E SANAM, POVOADAS POR CANOAS AFRICANAS

 

http://www.odisseiasnosmares.com/2011/12/sao-tome-e-principe-ilhas-asben-e-sanam.html

o desperdício de recursos inútil no deserto (DUBAI)

Source: Как пустыня поглощает Арабские Эмираты, Дубай, ОАЭ — Туристер.Ру

Оживленные мегаполисы Арабских Эмиратов с их ослепительными небоскребами и торговыми центрами возведены на пустынной территории. Причем города выросли в пустыне…

 

TOURISTER.RU
Оживленные мегаполисы Арабских Эмиратов с их ослепительными небоскребами и торговыми центрами возведены на пустынной территории. Причем города выросли в пустыне…

8 hrs

Não deixem de ver as fotos, meus concidadãos… para melhor entenderem melhor um jeito bizarro e estúpido de gastar dinheiro público.
::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Como o deserto absorve os Emirados Árabes
Dubai – Emirados Árabes Unidos

See More

Корабли пустыни.

Песок в каждом эмирате отличается цветом, в Дубае он с оранжевым оттенком.

Настоящая пустыня начинается за 50 км от берегов: исчезает растительность и остаются одни песчаные барханы — это стоит заснять на фотоаппарат!

AFRICAN HAIR STYLES

 

-2:14
60,619 Views

#ThrowBackThursday

Check out these superfab traditional african #hairstyles.

(Hair played a significant role in the culture of ancient African civilisations as it symbolised one’s family background, social status, spirituality, tribe, and marital status.)

Gungunhana (sentado, à esquerda) e os seus familiares na Terceira, Abril de 1899.

de diálogos lusófonos retira-se

Esse grupo de ex-reis e régulos africanos foi aprisionado em África e, depois de batizados, enviados para o Castelo São João Batista, em Angra, onde ficaram até morrer. Deixaram descendência misciginada (os Zixaxa) nos Açores.

Roberto Francisco Zixaxa nasceu( 2/10/1911)e morreu (3/6/1967)em Angra. Era filho natural de Zixaxa e de Maria Augusta ( filha de João de Sousa e da espanhola Francisca Vila D”Amigo). Recebeu o nome de Roberto Francisco da Rocha, pois sua mãe à época era casada com Antonio Francisco da Rocha. Foi muito estimado e reconhecido jogador de futebol açoriano. Casou com D. Jacinta Aguiar Gomes em 1951 com geração.

Reinaldo Frederico Gungunhana era neto do famoso general zulu, Manicusse ( Soshangane) , fundador do Império de Gaza ( Moçambique), que nas suas conquistas derrotou e chacinou os portugueses e o governador ( Dionísio Antonio Ribeiro) da fortaleza , em Lourenço Marquez . No ano seguinte, em 1834, foi a vez de tomar Inhambane quando derrotou e matou 280 moradores.

Gungunhana foi o ultimo rei da dinastia fundada pelo seu avô (Manicussi). Depois de lutas cruentas pela posse de Moçambique, estimuladas por governos europeus, foi aprisionado em 1895 pelos portugueses e exilado nos Açores junto com familiares e outros régulos africanos. Morreu , como os outros em Angra, Ilha da Terceira.

Dados compilados do livro Genealogias Ilha da Terceira e internet.

Eduarda

De: [email protected] [mailto:[email protected]]
Enviada em: quarta-feira, 20 de setembro de 2017 20:10
Assunto: [dialogos_lusofonos] Gungunhana (sentado, à esquerda) e os seus familiares na Terceira, Abril de 1899.

Inline image

Gungunhana (sentado, à esquerda) e os seus familiares na Terceira, Abril de 1899. Zixaxa de pé, à direita, Godide de pé logo atrás do Pai e Molungo sentado ao lado.

Um curiosidade sobre o forte de S. João Baptista, na Ilha Terceira, onde Gungunhana e os seus familiares viveram, é o de ter sido o mesmo onde, dois séculos antes, esteve efectivamente detido, entre 1669 e 1674, o rei português D. Afonso VI, cuja vida daria um verdadeiro filme de terror em Hollywood.

Em 2005, viviam na Terceira Roberto Zixaxa (IV), Berta Zixaxa e Bianca Zixaxa, descendentes directos de Zixaxa. Que, para variar, por causa das misturas, são praticamente brancos. E açoreanos. Mas cientes do passado familiar.

Um curiosidade sobre o forte de S. João Baptista, na Ilha Terceira, onde Gungunhana e os seus familiares viveram, é o de ter sido o mesmo onde, dois séculos antes, esteve efectivamente detido, entre 1669 e 1674, o rei português D. Afonso VI, cuja vida daria um verdadeiro filme de terror em Hollywood.

Em 2005, viviam na Terceira Roberto Zixaxa (IV), Berta Zixaxa e Bianca Zixaxa, descendentes directos de Zixaxa. Que, para variar, por causa das misturas, são praticamente brancos. E açoreanos. Mas cientes do passado familiar.

ZIXAXA E GUNGUNHANA NA ILHA TERCEIRA, AÇORES, INÍCIO DO SÉC.XX

ZIXAXA E GUNGUNHANA NA ILHA TERCEIRA, AÇORES, INÍCIO DO SÉC.XX

Roberto Zixaxa foi um dos apoiantes de Gungunhana (nota: outros registos indicam-no como sobrinho ou mesmo filho…

Leitura adicional: Maria da Conceição Vilhena, Quatro Prisioneiros Africanos nos Açores

Leitura adicional: Maria da Conceição Vilhena, Quatro Prisioneiros Africanos nos Açores

__.,.___
Enviado por: “Maria Eduarda”

nota do editor do blogue: não percam a trilogia sobre Gugunhana de Mia Couto

são um espanto)

“O Kôngo vivia em democracia quando os portugueses chegaram no século XV”, diz Patrício Batsîkama – Por dentro da África

Natalia da Luz, Por dentro da África Mbanza-kôngo, Angola – No norte de Angola, Mbanza-Kôngo ganha destaque para a história da humanidade. Foi de lá que partiu a maioria dos africanos escravizados desembarcados nas Américas, foi de lá que saiu o primeiro embaixador africano enterrado no Vaticano, também foi lá onde a primeira igreja católica (Kulumbimbi) da África

Fonte: “O Kôngo vivia em democracia quando os portugueses chegaram no século XV”, diz Patrício Batsîkama – Por dentro da África

Continuar a ler