o ministro da Raríssimas sai sem deixar saudades

Boas Notícias
Os portugueses com memória também não esquecem o escândalo da IPSS Raríssimas.
“Não é todos os dias que recebemos uma boa notícia.
Vai sair do Parlamento, onde ocupou a cadeira por pouco tempo, assumiu por duas vezes o Ministério do Trabalho e Segurança Social. Os trabalhadores que não respirem de alívio, não vai ser deputado mas pode continuar como ministro na próxima legislatura. Quem vive do Trabalho e é vítima de uma legislação laboral que liquidou direitos aos trabalhadores, não esquece o autor da Lei 7/2009, conhecida pelo Código do Trabalho da autoria de Vieira da Silva. Não vai esquecer, como no último dia da legislatura os sindicalistas da CGTP foram convidados a abandonar as galerias do Parlamento, por se fazerem ouvir contra o agravamento do ataque aos direitos dos trabalhadores e pelo agravamento da precariedade. O patronato e a UGT podem ver com insatisfação esta retirada do Vieira da Silva, os trabalhadores nunca o vão perdoar.” Fonte e autor: Jorge Magalhães

Amin Maalouf: “Caminhamos para um mundo da lei da selva e não para uma nova ordem mundial” | Amin Maalouf | PÚBLICO

O escritor libano-francês recebeu na sexta-feira o Prémio Gulbenkian por ser “um incansável construtor de pontes” para a paz. Em entrevista ao PÚBLICO antes da cerimónia, falou da “crise do humanismo” e deixou uma mensagem: “A questão de se podemos

Source: Amin Maalouf: “Caminhamos para um mundo da lei da selva e não para uma nova ordem mundial” | Amin Maalouf | PÚBLICO

blogue do Chrys, notícias de tudo e de nada

error

Enjoy this blog? Please spread the word :)

RSS20
Follow by Email3
Facebook0
Facebook
Twitter20
YouTube20
YouTube
LinkedIn20
%d bloggers like this: