″Vamos ter as doenças que os políticos quiserem″ – DN

Sobrinho Simões, médico, 71 anos, investigador na área do cancro, e Elsa Logarinho, 46 anos, especialista em genética e líder da equipa que descobriu o gene da juventude, falam sobre as doenças e a sociedade que aí vem.

Source: ″Vamos ter as doenças que os políticos quiserem″ – DN

 

Nas minhas publicações como esta que foi resgistada em vidio.
Nunca é com a intenção de provocar medo a quem tem intenção de de viajar.
Sim divulgar e através de foto ou de vidio mostrar como a aviação é segura e como o ser humano tem uma mente espetacular para com a maior segurança dominar uma enorme maquina
enfrentando o que de mais forte tem no nosso clima.
O vento.
desculpem a qualidade de imagem .
as condições não eram as melhores.
Aeroporto de Ponta delgada
29-11-2020

Açores registaram nove ocorrências a maioria em São Miguel e Terceira – Jornal Açores 9

O mau tempo que se regista nos Açores já originou, desde a madrugada de hoje, nove ocorrências, principalmente nas ilhas de São Miguel e Terceira, na sua maioria quedas de árvores, disse à agência Lusa fonte da Proteção Civil. A mesma fonte adiantou que as situações ocorridas na ilha de São Miguel foram registadas nos […]

Source: Açores registaram nove ocorrências a maioria em São Miguel e Terceira – Jornal Açores 9

Açores viagem no barco do Triângulo hoje

Viagem Horta-Madalena-Horta 29 -11 -20 Ilha do Pico
youtube.com
Viagem Horta-Madalena-Horta 29 -11 -20 Ilha do Pico
https://youtu.be/e7R8uZIqcW4 https://youtu.be/JAord6MzEHk https://youtu.be/DvOsYGMSAe4 https://youtu.be/zN91dC96Bhg

Japão mais suicidios num mês que mortes covid num ano

Japão: mais suicídios num mês do que mortes por covid-19 em todo o ano
dn.pt | By DIÁRIO DE NOTÍCIAS
Japão: mais suicídios num mês do que mortes por covid-19 em todo o ano
Aumento de casos especialmente entre as mulheres e os mais jovens, com especialistas a dizer que a tendência pode estar a ocorrer noutros países por causa dos problemas causados pela pandemia.

saúde nos açores, as esmolas

Distribuir Esmolas!
Sempre se soube que um serviço de saúde de excelência custa dinheiro, mesmo a de qualidade mediana custa rios de dinheiro, sempre se soube que a colocação de médicos nestas ilhas é difícil e de médicos especialistas muito mais difícil. Com os enfermeiros passa-se rigorosamente o mesmo, e então com os equipamentos para cada uma das valências consideradas essenciais muito mais dinheiro é preciso.
Um Hospital de excelência (Hospital Principal) deve ter quase todas, para não dizer todas as valências necessárias ao bem estar de todo um povo, mas, para que este fosse minimamente rentável, o número de utentes deveria ser no mínimo de meio milhão de habitantes.
Ora numa Região como a nossa, não passamos de 250 000 almas, e estas estão divididas por “nove bocados de terra” rodeados por um mar agreste e por vezes lavadas por ventos fortes para além, das ditas almas, não estarem divididas equitativamente pelos nove “bocados de terra”, o que torna muito mais difícil ter o dito Hospital Principal.
Assim, os “doutos” políticos acharam por bem criar 3 hospitais denominados de centrais, um em cada um dos antigos distritos do tempo da outra “senhora”. Estes foram criados por razões políticas e não de saúde pública, se fosse por causa da saúde muito provavelmente não seria desta forma, e pior para que não houvesse tricas entre os “bocados de terra”, criou-se em cada Concelho de cada “bocado de terra” aquilo a que poderemos chamar de “serviços mínimos”, os Centros de Saúde.
Acho correcto a criação dos Centros de Saúde e nestes, tendo em conta os seus utentes, a existência de mais ou menos valências, um acréscimo de vencimento aos profissionais que aí trabalham tendo em conta as suas condições de trabalho e as valências disponíveis.
Quanto aos Hospitais Centrais, estes deviam igualmente ter em conta o número de utentes a que estão sujeitos tendo em conta as valências consideradas essenciais para bem da saúde pública alvo.
No entanto o Hospital Central com maior número de utentes, o qual abrange mais de metade das almas que habitam os “bocados de terra”, devia caminhar urgentemente para o dito Hospital Principal, mesmo que deficitário, pois a saúde está acima de todo o resto, mesmo a economia sem um povo saudável não subsiste.
Assim, torna-se urgente estudar as valências necessárias para cada Centro de Saúde, Hospital Central e Hospital de Excelência, bem como os seus quadros Médicos, Enfermeiros e diferentes Técnicos de Saúde Pública.
Não podemos continuar a brincar com a “saúde de um povo” como se tem feito desde sempre.
Deve-se desde logo começar por adquirir um avião (ou helicóptero) hospital.
Criar condições condignas e apetecíveis para que médicos, enfermeiros e sobretudo especialistas queiram vir trabalhar em prol da saúde nas várias Instituições de Saúde existentes.
Oferecer Bolsas de especialização a médicos, enfermeiros e técnicos de saúde, tendo como contrapartida trabalharem nas instituições regionais por um perídio nunca inferior ao que a Região gastou com tal especialidade.
Dotar cada uma das Instituições de Saúde (Hospital Principal, Centrais ou Centros de Saúde) dos equipamentos necessários às valências existentes, tendo em conta a sua manutenção e substituição consoante o aperfeiçoamento tecnológico de tais equipamentos.
Por último mas não menos importante dotar cada utente de um médico de família e auxilio condigno ao doentes deslocados quer internamente quer para exterior.
Gastar dinheiro com a Saúde é enriquecer a Economia não é distribuir esmolas como se tem feito e muito menos moeda de arremesso político ou de tricas bairristas.
Vamos em frente!

descoberta cidade maia com 60 mil casas

Favourites 2m
Mega cidade maia achada sob selva impressiona: 60 mil casas, palácios e pirâmide
PENSARCONTEMPORANEO.COM
Mega cidade maia achada sob selva impressiona: 60 mil casas, palácios e pirâmide
Recentemente, um grupo de 30 arqueólogos descobriu, graças a uma tecnologia laser revolucionária, uma cidade de origem maia escondida sob a floresta tropical guatemalteca da Reserva da Biosfera Maia . Usando a técnica de Detecção e Distância de Luz (LiDAR) , capaz de emitir raios que penetram…
Ana Maria (Nini) Botelho Neves