OS PLANOS POR SANTOS NARCISO

Nota de Abertura da autoria de Santos Narciso:
Para além dos Planos…
Na passada Sexta-feira foi apresentado na sede da Junta de Freguesia de São Pedro de Ponta Delgada um pequeno livro do fotógrafo João Freitas sobre a história da Ermida da Mãe de Deus e da saga da sua construção por volta de 1533 até à sua demolição em 1917, em plena Grande Guerra e posterior edificação do actual templo, inaugurado a 25 de Março de 1947, dois anos depois de II Guerra Mundial que fez com que o espaço voltasse a ter uso militar e de defesa de Ponta Delgada.
Como se infere do livro, bem como das intervenções proferidas na sua apresentação, mais do que a ermida propriamente dita e que em si encerra alguns elementos patrimoniais que importa preservar e reparar, está em causa todo o espaço envolvente de uma das zonas mais emblemáticas da cidade de Ponta Delgada e que tem sido vítima de profundo esque- cimento e indiferença das autoridades, apesar de diversos alertas e pedidos de intervenção quer da parte das sucessivas Juntas de Freguesia de São Pedro, quer de muitos cidadãos em intervenções públicas e escritos na imprensa local.
O lugar é tão emblemático que ainda há dias, o grande escritor brasileiro Assis Brasil, Professor da Pontifícia Universidade de Rio Grande do Sul e autor de 67 livros, escreveu no II Volume de “Viagens”, editado pelas Letras LAVAdas, que, num próximo regresso a Ponta Delgada, apesar da sua idade, uma das coisas que quer fazer é tentar subir de novo até à Ermida da Mãe de Deus. Isto para dizer que quem ali sobe, jamais esquece.
Curiosamente, e mesmo em tempo de campanha eleitoral, ainda não ouvimos nenhum candidato a Ponta Delgada referir-se, em concreto àquele espaço e ao aproveitamento que lhe pode ser dado, para que tenha vida social e segurança e deixe de ser a zona problemática que tem sido.
Embora muitos, dentro da própria Câmara pareçam pretender fazê-lo, não se pode esquecer que já houve várias tentativas para revitalizar aquele espaço, respondendo ao conceito segundo o qual o património não é uma coisa estática porque até mesmo um museu não é um depósito de coisas passadas. No ano 2003, o grande arquitecto de renome internacional, Bernardo Rodrigues, com projectos concretizados em várias partes do mundo, apresentou um esboço de aproveitamento turístico, com livraria, cafeteria, esplanada e restaurante panorâmico, na encosta da Mãe de Deus, com o mínimo impacto visual, mas capaz de dar vida a toda aquela zona que bem precisa. Por motivos que desconhecemos, ficou tudo na gaveta das intenções e hoje temos que aquilo que poderia ser um ponto turístico de excelência, continua a ser um lugar ermo e problemático, por não ter vida religiosa nem eventos sociais que ali se possam desenvolver.
Há pouco tempo foi apresentado o Manifesto “Reinventar a Estratégia Urbana de Ponta Delgada” (REU-PDL), que lemos com toda a atenção. Trata-se de uma base de trabalho, a ter em conta no futuro, mas que pouco ou nada tem de concreto, tal como praticamente nada ainda se viu em resultado do Programa Estratégico de Reabilitação Urbana (PERU), nem dos pomposamente chamados “Programa Estratégico de Reabilitação Urbana do Centro Histórico/ São Gonçalo/ Calheta”, e os de igual denominação referentes a Santa Clara e a São Roque. Documentos de trabalho, estudos e planos, são às dezenas. Falta a sua concretização, falta o poder de tomar decisões e a capacidade de reconhecer que os orçamentos só esticam para tudo é no tempo das promessas eleitorais. A Mãe de Deus e sua zona envolvente é apenas um exemplo. Nenhum candidato falou, até agora, do que vai fazer para acompanhar e para agir como entidade licenciadora no caso das demolidas Galerias da Calheta, um processo que teve um passo de esperança e que agora voltou ao segredo dos gabinetes.
Mais do que a abstracção das intenções, o eleitor precisa dos compromissos em coisas concretas. O tempo urge!
Santos Narciso
13/09/2021
May be an image of one or more people and text that says "Fundado Director: Iveiros Atlântico Expresso Setembro 202 Preço Nota de Abertura Para além dos Planos... Alga invasora com "implicações devastadoras" na biodiversidade marinha no Sul de São Miguel Entrevista com investigador João Faia pags. 0el1 Novas Rotas já tem na escola das Capelas lista de espera está a preparar o único Projecto de Escola Eco-Sustentável do país Chitor Sobral Restaurante na Terceira vai juntar produtos regionais a novas técnicas Matilde Daniela Goulart Aplicação vai ajudar a salvar cagarros irá levar as pessoas a apadrinhar as aves pág.7"
2
Like

Comment
Share
0 comments