NÃO À GUERRA

A mensagem é clara o Mundo quer o fim do tremendo sofrimento humano na Ucrânia:
“As pessoas da Ucrânia precisam desesperadamente de paz
e as pessoas de todo o mundo exigem-na”
“É claro que o objetivo da Rússia não é só uma ocupação. É genocídio”, acusa o diplomata, que acusa ainda os russos de continuarem a praticar “crimes de guerra e contra a Humanidade”.
“Há mais de 80 anos outro ditador tentou resolver os problemas com outras pessoas. Falhou quando o mundo respondeu de forma resoluta e unida e o atraso custou a vida de dezenas de milhões de pessoas. Estamos dispostos a pagar esse preço agora?”, questiona.
Kyslytsya assinala que um dos mísseis com que os russos atacaram esta terça-feira uma torre de TV caiu sobre um memorial das vítimas do Holocausto.
“Um local sagrado em comemoração de judeus, ucranianos, roma e representantes de outros grupos étnicos, mortos pelos nazi na Segunda Guerra Mundial. Que ironia a de que as vítimas dos nazis estão a ser mortas pela segunda vez por seguidores modernos dos nazis”, assinala.
″Há mais de 80 anos outro ditador tentou resolver os problemas com outras pessoas″
TSF.PT
″Há mais de 80 anos outro ditador tentou resolver os problemas com outras pessoas″
O embaixador da Ucrânia na ONU, Sergiy Kyslytsya, defende que os ″atos agressivos de guerra″ da Rússia não são aceitáveis.
4 shares
Like

Share