morreu o pai da escrava isaura

Autor da novela brasileira “Escrava Isaura” Gilberto Braga morre aos 75 anos
São Paulo, 27 out 2021 (Lusa) – O autor de novelas brasileiro Gilberto Braga morreu na noite de terça-feira no Hospital Copa Star, em Copacabana, na cidade do Rio de Janeiro, noticiou hoje a imprensa brasileira.
Autor de sucessos inesquecíveis como a novela “Vale Tudo”, em que criou a notória vilã Odete Roitman, e “Escrava Isaura” em que a atriz Lucélia Santos era a protagonista e vivia a escrava que dava nome à obra, além de outras produções como “Rainha da Sucata”, “Celebridade”, “Dancin’ Days” e “Paraíso Tropical”, Braga estava internado desde 22 de outubro.
Segundo os ‘media’ brasileiros, o autor foi internado após sofrer uma perfuração no esófago, teve um quadro de infeção generalizada e não resistiu.
O autor de novelas começou a carreira em 1972, e tornou-se um dos principais novelistas da TV Globo.
Nas redes sociais, atores e pessoas que trabalharam com o autor lamentaram a sua morte e prestaram homenagens.
A atriz Glória Pires, que interpretou a personagem Maria de Fátima em “Vale Tudo”, publicou uma foto ao lado de Braga na sua conta oficial na rede social Instagram cuja legenda dizia: “Gratidão eterna à Gilberto Braga e sua genialidade. Descanse em paz, querido”.
Camila Pitanga, que interpretou a personagem Bebel em “Paraíso Tropical”, usou o Twitter para fazer uma homenagem. “Gilberto, minha gratidão a tudo o que vivi com você e através de você, com suas palavras, sua genialidade, sua escrita inconfundível”, escreveu a atriz brasileira.
Já a atriz Suzana Vieira ressaltou numa foto publicada na rede social Instagram que a morte do autor é a perda de “mais um grande brasileiro que fazia o Brasil torcer e sonhar!”.
A também autora de novas Glória Peres homenageou o colega destacando nas suas redes sociais que Braga era “um mestre, contador de histórias inesquecíveis, companheiro de muitas décadas de ofício”.
CYR // VM
May be an image of one or more people
Like

 

Comment
Share
0 comments

Publicado por

lusofonias.net

Chrys Chrystello jornalista, tradutor e presidente da direção e da comissão executiva da AICL