Com tantos cartazes, só falta um a dizer: “Morte aos velhos” – Igreja Açores

Pelo padre José Júlio Rocha Meu pai morreu a 14 de Dezembro de 2014, aos 74 anos, numa cama do nosso hospital, vítima de uma degenerescência mental e física que, nos últimos treze anos da sua vida, o foi mirrando lentamente, até passar o último ano e meio aprisionado a uma cama articulada, sem nunca […]

Source: Com tantos cartazes, só falta um a dizer: “Morte aos velhos” – Igreja Açores

Publicado por

lusofonias.net

Chrys Chrystello jornalista, tradutor e presidente da direção e da comissão executiva da AICL