Arquivo da Categoria: AICL no tag

>ANGOLA E BRASIL

>

Angola e Brasil preparam mecanismo de consulta consular

A parte angolana submeteu à apreciação das autoridades brasileiras dois projetos de acordo, um sobre vistos e outro relativo a políticas de apoio às suas comunidades no estrangeiro.
Da Redação, com agência
 

Brasília – Angola e o Brasil preparam a institucionalização de um mecanismo bilateral de consulta em matéria consular e migratória, devido à complexidade e sensibilidade do assunto, noticiou a agência Angop.

decisão saiu da reunião de consultas entre os dois países que se realizou na última semana em Brasília.

A delegação angolana manifestou o interesse de ver estabelecidos mecanismos que permitam prestar uma melhor assistência consular à comunidade angolana no Brasil, em particular nos aeroportos internacionais do Rio de Janeiro e São Paulo.

A parte angolana submeteu à apreciação das autoridades brasileiras dois projetos de acordo, um sobre vistos e outro relativo a políticas de apoio às suas comunidades no estrangeiro.

Angola aguarda que o Brasil agilize os trâmites internos com vista a troca dos instrumentos de ratificação dos Acordos de Auxílio Judiciário Mútuo em Matéria Penal, de Extradição e de transferência de pessoas condenados, bem como de três convenções sobre as referidas matérias no âmbito da CPLP.

As partes abordaram questões ligadas à cooperação jurídica em matéria de segurança, ordem pública e combate ao crime organizado, tendo a parte brasileira comprometido-se em apresentar uma contraproposta ao projeto de acordo apresentado o ano passado pela parte angolana.

No final da segunda reunião bilateral de consultas sobre assuntos migratórios e consulares, foi assinada uma ata conjunta pela diretora da América do Ministério das Relações Exteriores de Angola, embaixadora Isabel Resende, e pelo subsecretário-geral das Comunidades Brasileiras no Exterior, embaixador Eduardo radilone. As informações são da Angop.

Please follow and like us:
error

ANGOLA E BRASIL

Angola e Brasil preparam mecanismo de consulta consular

A parte angolana submeteu à apreciação das autoridades brasileiras dois projetos de acordo, um sobre vistos e outro relativo a políticas de apoio às suas comunidades no estrangeiro.
Da Redação, com agência
 

Brasília – Angola e o Brasil preparam a institucionalização de um mecanismo bilateral de consulta em matéria consular e migratória, devido à complexidade e sensibilidade do assunto, noticiou a agência Angop.

decisão saiu da reunião de consultas entre os dois países que se realizou na última semana em Brasília.

A delegação angolana manifestou o interesse de ver estabelecidos mecanismos que permitam prestar uma melhor assistência consular à comunidade angolana no Brasil, em particular nos aeroportos internacionais do Rio de Janeiro e São Paulo.

A parte angolana submeteu à apreciação das autoridades brasileiras dois projetos de acordo, um sobre vistos e outro relativo a políticas de apoio às suas comunidades no estrangeiro.

Angola aguarda que o Brasil agilize os trâmites internos com vista a troca dos instrumentos de ratificação dos Acordos de Auxílio Judiciário Mútuo em Matéria Penal, de Extradição e de transferência de pessoas condenados, bem como de três convenções sobre as referidas matérias no âmbito da CPLP.

As partes abordaram questões ligadas à cooperação jurídica em matéria de segurança, ordem pública e combate ao crime organizado, tendo a parte brasileira comprometido-se em apresentar uma contraproposta ao projeto de acordo apresentado o ano passado pela parte angolana.

No final da segunda reunião bilateral de consultas sobre assuntos migratórios e consulares, foi assinada uma ata conjunta pela diretora da América do Ministério das Relações Exteriores de Angola, embaixadora Isabel Resende, e pelo subsecretário-geral das Comunidades Brasileiras no Exterior, embaixador Eduardo radilone. As informações são da Angop.

Please follow and like us:
error

>Moçambique expulsa administrador do BES

>

Governo moçambicano expulsa administrador do banco BES por insultos a trabalhadores

José Alexandre Pinto Ribeiro foi também acusado de forçar os funcionários do Moza Banco a excesso de carga horária não remunerada.
Da Redação
 

Sede do BES em Lisboa

Maputo – O representante do português Banco Espírito Santo (BES) na administração do banco moçambicano Moza Banco foi expulso de Moçambique, por ter proferido insultos racistas aos trabalhadores da instituição.

José Alexandre Pinto Ribeiro foi também acusado de forçar os funcionários do Moza Banco a excesso de carga horária não remunerada.

“Porra, pretos de merda, vocês não sabem nada, seus amadores, incompetentes, vocês não têm perfil para trabalhar neste banco. Eu aqui mando, vão para a rua”, foi uma das frases proferidas pelo administrador do BES e que esteve na origem da sua expulsão.

Num despacho de 18 de janeiro, a ministra do Trabalho de Moçambique, Maria Helena Taípo, explica as razões do executivo do BES ter sido “convidado” a abandonar Moçambique.

De acordo com o jornal português “i”, José Alexandre Pinto Ribeiro foi acusado de “maus tratos” aos trabalhadores e de violação do princípio do “direito à honra, bom nome e integridade moral”, bem como do “direito ao trabalho”, consagrado na Constituição moçambicana.

Os trabalhadores do Moza Banco, participado pelo BES, eram frequentemente obrigados a trabalhar até às duas horas da madrugada, “sem direito a descanso nem a remuneração”.

Please follow and like us:
error

Moçambique expulsa administrador do BES

Governo moçambicano expulsa administrador do banco BES por insultos a trabalhadores

José Alexandre Pinto Ribeiro foi também acusado de forçar os funcionários do Moza Banco a excesso de carga horária não remunerada.
Da Redação
 

Sede do BES em Lisboa

Maputo – O representante do português Banco Espírito Santo (BES) na administração do banco moçambicano Moza Banco foi expulso de Moçambique, por ter proferido insultos racistas aos trabalhadores da instituição.

José Alexandre Pinto Ribeiro foi também acusado de forçar os funcionários do Moza Banco a excesso de carga horária não remunerada.

“Porra, pretos de merda, vocês não sabem nada, seus amadores, incompetentes, vocês não têm perfil para trabalhar neste banco. Eu aqui mando, vão para a rua”, foi uma das frases proferidas pelo administrador do BES e que esteve na origem da sua expulsão.

Num despacho de 18 de janeiro, a ministra do Trabalho de Moçambique, Maria Helena Taípo, explica as razões do executivo do BES ter sido “convidado” a abandonar Moçambique.

De acordo com o jornal português “i”, José Alexandre Pinto Ribeiro foi acusado de “maus tratos” aos trabalhadores e de violação do princípio do “direito à honra, bom nome e integridade moral”, bem como do “direito ao trabalho”, consagrado na Constituição moçambicana.

Os trabalhadores do Moza Banco, participado pelo BES, eram frequentemente obrigados a trabalhar até às duas horas da madrugada, “sem direito a descanso nem a remuneração”.

Please follow and like us:
error

>Bonga distinguido em Paris

>

Cantor angolano Bonga recebe prémio em França

Bonga dedicou a distinção ao povo angolano, o qual considerou o grande inspirador para que as suas canções tenham sucesso em Angola, em África e noutras partes do mundo.
Da Redação, com Angop
 

Lisboa – O músico angolano José Adelino Barceló de Carvalho “Bonga” foi distinguido no último fim-de-semana, em Paris, França, com o prémio “Vozes das rotas africanas”, atribuído pela associação CIME e a promotora BGS.

Além de Bonga foram também premiados os artistas Gérard Akuéson, da República do Togo, Kiamwangana Mateta, do Congo Democrático, e Henri Deb’s, das Antilhas francesas. A cerimónia foi seguida de um grande espectáculo abrilhantado por renomados músicos africanos e das Caraíbas.

Em declarações à Angop por telefone a partir de Lisboa, Bonga dedicou a distinção ao povo angolano, o qual considerou o grande inspirador para que as suas canções tenham sucesso em Angola, em África e noutras partes do mundo.

Agradeceu também a presença, durante o espectáculo, de inúmeras representações diplomáticas africanas acreditadas em Paris, particularizando o carinho e admiração oferecidos pelo consulado geral de Angola na capital francesa.

Na sua quarta edição, os referidos prémios, tidos como “a expressão máxima” das comunidades afro-caribenhas radicadas em França, têm como presidente de honra o saxofonista camaronês Manu Dibango.

A completar este ano 70 anos de idade, Bonga, nascido em Kipiri, província do Bengo, é considerado embaixador da música angolana. Já foi galardoado internacionalmente com vários prémios ao nível da música, assim como recebeu discos de ouro e de platina, além de actuar em importantes palcos mundiais.

Em 40 anos de carreira, Bonga tem igual número de discos, sendo “Angola 72” o seu primeiro e “Hora Kota” o último. Este foi lançado oficialmente em Luanda e em Lisboa, no final de Janeiro último.

Entre os 40 discos, destacam-se ainda o “Angola-74”, “Raízes”, “Kandandu”, “Sentimentos” e “Bairro”.

Please follow and like us:
error

horário provisório do 17º colóquio

ver atualizações em lusofonia2002.com.sapo.pt

o 17º colóquio com patrocínio da Câmara Municipal da Lagoa ocorre entre 30 de março e 3 de abril na vila da Lagoa em São Miguel, Açores com a Dra Maria Barroso como patrono especial de evento (keynote speaker). Aceitam-se inscrições presenciais até 10 de março com direito a atas/anais, certificado e crachá, mas a entrada é livre..

NB exceto nas sessões plenárias (20 minutos cada), os oradores das restantes sessões dispõem apenas de 15 minutos para cativar a audiência….
29/3/2012 6ª FEIRA

20.00

JANTAR DE BOAS VINDAS, RESTAURANTE O CARLOS

30/3/2012 6ª FEIRA

10.30

SESSÃO DE ESCLARECIMENTO: ESCOLA SECUNDÁRIA DA LAGOAAUTOCARRO NO HOTEL ARCANJO 10.00 – NA MESA: PATRONOS, ESCRITORES E PRESIDENTE DA AICL

13.00

ALMOÇO – RESTAURANTE O CARLOS

14.30

SESSÃO CULTURAL 1 PASSEIO PELA LAGOA 1 CONCENTRAÇÃO RESTAURANTE O CARLOS (PARQUE DE ESTACIONAMENTO TRASEIRAS)

17.00

BIBLIOTECA TOMÁZ BORBA VIEIRA (SE O CLIMA PERMITIR NOS CLAUSTROS DO CONVENTO DOS FRANCISCANOS)

SESSÃO CULTURAL 2 MÚSICA GRUPO JUVENIL “VELVET CAROCHINHA” DA EBI MAIA – 36 VOZES+PROFESSOR ANTÓNIO PEDRO TEIXEIRA

17.30

SESSÃO 1 (SE O CLIMA PERMITIR NOS CLAUSTROS DO CONVENTO DOS FRANCISCANOS – ALTERNATIVA: ÁTRIO DA BIBLIOTECA) (ABERTURA), DISCURSOS PRESIDENTE DA CÂMARA, CONVIDADOS DE HONRA, PRESIDENTE AICL

18.30

SESSÃO LITERÁRIA 1 (A CONFIRMAR)

19.30
BEBERETE OFERECIDO PELA CML
21.00
RESTAURANTE O CARLOS ASSEMBLEIA GERAL ANUAL DA AICL – PARA SÓCIOS
31/3/2012 SÁBADO ANFITEATRO DA CML OU CINETEATRO LAGOENSE
09.30
SECRETARIADO: ACREDITAÇÃO PARTICIPANTES
10.00
SESSÃO LITERÁRIA 2 A CONFIRMAR) APRESENTAÇÃO POR MARIA ZÉLIA BORGES DA ANTOLOGIA BILINGUE DE AUTORES AÇORIANOS, HELENA CHRYSTELLO E ROSÁRIO GIRÃO E POR PEDRO BICUDO DA ChrónicAçores VOL.2, CHRYS CHRYSTELLO
10.30
SESSÃO 2 MODERADOR TIAGO ANACLETO-MATIAS 15 MINUTOS CADA
ORADOR 1 HELENA ANACLETO-MATIAS, ISCAP, PORTO, TONALIDADES E SONORIDADES PORTUGUESAS EM “UNHOLY GHOSTS” DE RICHARD ZIMLER
ORADOR 2 SIMONA VERMEIRE, U. MINHO, ROMÉNIA, O CONTÁGIO MEMÉTICO NO ROMANCE ENSAIO SOBRE A LUCIDEZ DE JOSÉ SARAMAGO
11.30
DEBATE E PAUSA
12.00
SESSÃO 3 MODERADOR ANABELA MIMOSO 15 MINUTOS CADA
ORADOR 3 FLÁVIA BA, UNIVERSIDADE DE LISBOA, CABO VERDE, NÓMADAS DO PRESENTE. SEDENTÁRIOS DO FUTURO? A ATUALIZAÇÃO DA LUSOFONIA NA MEMÓRIA HISTÓRICO-CULTURAL PORTUGUESA
ORADOR 4 MARIA DEYRIS BARTHEZ, FCSH, U. LISBOA, EXPRESSÃO DA LUSOFONIA NA PROPOSTA DO CONVÉNIO CULTURAL LUSO-BRASILEIRO (1945)
12.30
DEBATE SEGUIDO DE ALMOÇO – RESTAURANTE O CARLOS
15.00
SESSÃO CULTURAL 3 TEATRO & CIA “EU, PESSOA E OS OUTROS EUS” COM JAIRO KLEIN E MANINHA PEDROSO
16.00
PAUSA PARA CAFÉ
16.15
SESSÃO 4 PLENÁRIA AÇORIANIDADE, HOMENAGEM CONTRA O ESQUECIMENTO 1
MODERADOR EDUARDO BETTENCOURT PINTO 20 MINUTOS CADA
ORADOR 5 MARIA ZÉLIA BORGES, UPM, BRASIL, CIGARRAS AÇORIANAS TRABALHAM COMO FORMIGAS
ORADOR 6 KATHARINE BAKER, U. PITTSBURGH, PENSILVÂNIA, EUA, TRADUZIR O CONTO “NAS LAJES, UM CHÁ IMPREVISÍVEL” DE URBANO BETTENCOURT
VÍDEO HOMENAGEM URBANO BETTENCOURT,
ORADOR 7 URBANO BETTENCOURT, ESCRITOR/U. AÇORES, FERNANDO AIRES E A GERAÇÃO DE (19)40
VÍDEO HOMENAGEM FERNANDO AIRES
ORADOR 8 IDALINDA RUIVO MEDEIROS DE SOUSA (VIÚVA DE FERNANDO AIRES E/OU A FILHA MARIA JOÃO RUIVO DE SOUSA)
VÍDEO HOMENAGEM EDUÍNO DE JESUS,
ORADOR 9 EDUÍNO DE JESUS, ESCRITOR, AÇORES
A CONFIRMAR) JOANA FÉLIX ANTECEDIDA DE VÍDEO HOMENAGEM EMANUEL FÉLIX
A CONFIRMAR) DANIEL DE SÁ VÍDEO ANTECEDIDO DE VÍDEO HOMENAGEM
18.15
DEBATE
19.00
JANTAR – RESTAURANTE O CARLOS
01/04/2012 DOMINGO ANFITEATRO DA CML OU CINETEATRO LAGOENSE
09.30
SECRETARIADO: ACREDITAÇÃO PARTICIPANTES
10.00
SESSÃO LITERÁRIA 3 (A CONFIRMAR)
10.30
SESSÃO 5 PLENÁRIA TEMA 1.1. A (DEFESA E PRESERVAÇÃO DA) LÍNGUA PORTUGUESA EM TEMPO DE CRISE QUALQUER QUE SEJA O PAÍS OU REGIÃO ONDE HAJA LUSOFALANTES (DEBATE DO MANIFESTO AICL 2012)
MODERADOR HELENA CHRYSTELLO 20 MINUTOS CADA

ORADOR 10 CHRYS CHRYSTELLO, AICL, AUSTRÁLIA MANIFESTO CONTRA A CRISE – A LÍNGUA COMO MOTOR ECONÓMICO

ORADOR 11 CONCHA ROUSIA, AGLP/AICL, GALIZA
ORADOR 12 JOÃO MALACA CASTELEIRO, ACADEMIA DAS CIÊNCIAS DE LISBOA (ACL)/AICL
ORADOR 13 EVANILDO BECHARA, ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS (ABL)/AICL
ORADOR 14 DRA. MARIA BARROSO (CONFIRMADO) PATRONO ESPECIAL 17º COLÓQUIO
ORADOR 15 ——————- (A CONFIRMAR) PATRONO ESPECIAL 17º COLÓQUIO
12.30
DEBATE SEGUIDO DE ALMOÇO – RESTAURANTE O CARLOS
15.00
SESSÃO CULTURAL 4 RECITAL: CANCIONEIRO AÇORIANO ANA PAULA ANDRADE, RAQUEL MACHADO, HENRIQUE CONSTÂNCIA
16.00
SESSÃO 6 PLENÁRIA AÇORIANIDADE, HOMENAGEM CONTRA O ESQUECIMENTO II
MODERADOR CHRYS CHRYSTELLO20 MINUTOS CADA
ORADOR 16 ZILDA ZAPPAROLI, U. SÃO PAULO, UM TRIBUTO AO MESTRE ISAAC NICOLAU SALUM
ORADOR 17 VILCA MARLENE MERÍZIO, HOMENAGEM A ALMEIDA PAVÃO DAS RAÍZES À DIÁSPORA: PERENIDADE GARANTIDA PELA ARTE
VÍDEO HOMENAGEM EDUARDO BETTENCOURT PINTO
ORADOR 18 EDUARDO BETTENCOURT PINTO, ESCRITOR, CANADÁ, HOJE VOU LER UM CONTO
ORADOR 19 ANABELA FREITAS MIMOSO, ULHT, PORTO PEDAÇOS DOS AÇORES EM EDUARDO BETTENCOURT PINTO
VÍDEO HOMENAGEM CAETANO VALADÃO SERPA,
ORADOR 20 CAETANO VALADÃO SERPA, ESCRITOR, EUA, A LINGUAGEM SEXISTA
ORADOR 21 ANABELA MIMOSO, ULHT, PORTO, A AÇORIANIDADE DE RODRIGO LEAL DE CARVALHO: A VISÃO DO OUTRO
A CONFIRMAR) ÁLAMO OLIVEIRA, ANTECEDIDO DE VÍDEO HOMENAGEM
A CONFIRMAR) VASCO PEREIRA DA COSTA ANTECEDIDO DE VÍDEO HOMENAGEM
18.15
DEBATE
19.00
JANTAR – RESTAURANTE O CARLOS
02/04/2012 2ª FEIRA ANFITEATRO DA CML OU CINETEATRO LAGOENSE
09.30
SECRETARIADO: ACREDITAÇÃO PARTICIPANTES
10.00
SESSÃO LITERÁRIA 4 A CONFIRMAR) APRESENTAÇÃO DO LIVRO QUANDO NOS MATAM OS SONHOS DE ANABELA MIMOSO…….
10.30
SESSÃO 7 MODERADOR HELENA ANACLETO-MATIAS 15 MINUTOS CADA
ORADOR 22 ROLF KEMMLER, UTAD, ALEMANHA, ALGUMAS NOTAS SOBRE A PERCEÇÃO DOS AÇORES PELO MUNDO ANGLÓFONO NOVECENTISTA
ORADOR 23 JOSÉ AUGUSTO SANTOS ALVES, FCSH, U. LISBOA, A IMPRENSA AÇORIANA COMO INGREDIENTE DA MEMÓRIA DA LUSOFONIA: O ÍRIS DA TERCEIRA
ORADOR 24 FRANCISCO MADRUGA, CALENDÁRIO DE LETRAS, VN GAIA, OS DESAFIOS EDITORIAIS
11.00
DEBATE E PAUSA PARA CAFÉ
11.30
SESSÃO 8 PLENÁRIA DAS 3 ACADEMIAS, 20 MINUTOS CADA
MODERADOR MARIA ZÉLIA BORGES
ORADOR 12 MALACA CASTELEIRO, ACL, LISBOA,
ORADOR 13 EVANILDO BECHARA, ABL, BRASIL,
ORADOR 11 CONCHA ROUSIA, AGLP, GALIZA, CULTURA GALEGA E LUSOFONIA
12.30
DEBATE SEGUIDO DE ALMOÇO – RESTAURANTE O CARLOS

14.45

SESSÃO CULTURAL 5 PASSEIO CULTURAL LAGOA 2 CONCENTRAÇÃO RESTAURANTE O CARLOS (ESTACIONAMENTO TRASEIRAS)

19.00
JANTAR RESTAURANTE O CARLOS
03/04/2012 3ª FEIRA

10.00

SESSÃO 9 ANFITEATRO DA CML OU CINETEATRO LAGOENSE
MODERADOR CONCHA ROUSIA 15 MINUTOS CADA
ORADOR 25 ADELA FIGUEROA, AGLP, O CONTO INFANTIL “O REI DA FLORESTA” INSTRUMENTO DE SOCIALIZAÇÃO E LAZER.
ORADOR 26 CONCEIÇÃO ANDRADE, U. HARVARD, EUA, HISTÓRIAS DA MINHA AVÓ AÇORIANA: O SIMBOLISMO DO TOURO

10.30

DEBATE PAUSA PARA CAFÉ

11.00

SESSÃO 10
MODERADOR ANABELA MIMOSO 15 MINUTOS CADA
ORADOR 27 ELISA GUIMARÃES, UPM, BRASIL, ENSINO DE LITERATURA
ORADOR 28 MANUELA MARUJO, U. TORONTO, CANADÁ, PORTUGUÊS LÍNGUA ESTRANGEIRA EM TORONTO: CASO PARA DEBATE E REFLEXÃO
ORADOR 29 RUI FARIA, CÂMARA M. RIBEIRA GRANDE, IMIGRAÇÃO AÇORIANA: NOVAS VIAS DE APRESENTAÇÃO ÀS NOVAS GERAÇÕES

11.45

DEBATE

12.00

SESSÃO CULTURAL 6 TEATRO: TEATRO & CIA CALDO DE PROVÉRBIOS COM JAIRO KLEIN E MANINHA PEDROSO
13.00
ALMOÇO – RESTAURANTE O CARLOS

15.00

15.30
16.00

SESSÃO CULTURAL 7 POESIA NO CASTELO, CENTRO CULTURAL DA CALOURA

1.EDUARDO BETTENCOURT PINTO

2. CONCHA ROUSIA+CHRYS CHRYSTELLO

SESSÃO CULTURAL 8 RECITAL: ANA PAULA ANDRADE, RAQUEL MACHADO, HENRIQUE CONSTÂNCIA

16.15

PAUSA PARA CAFÉ

16.30
SESSÃO 11 CHRYS CHRYSTELLO E PATRONOS MALACA CASTELEIRO, EVANILDO BECHARA, CONCHA ROUSIA – PROPOSTAS E CONCLUSÕES
17.00
SESSÃO DE ENCERRAMENTO NA MESA: PATRONOS, ESCRITORES CONVIDADOS E PRESIDENTE DA AICL
HINO DA LUSOFONIA ANA PAULA ANDRADE, RAQUEL MACHADO E HENRIQUE CONSTÂNCIA
19.00
JANTAR DE DESPEDIDA – RESTAURANTE O CARLOS
MODERADORES:
SESSÃO
NOME
SESSÃO
NOME
1/6/11
CHRYS CHRYSTELLO
5
HELENA CHRYSTELLO
2
TIAGO ANACLETO-MATIAS
7
HELENA ANACLETO-MATIAS
3/10
ANABELA MIMOSO
8
MARIA ZÉLIA BORGES
4
EDUARDO BETTENCOURT PINTO
9
CONCHA ROUSIA
                                                             SUPLENTES FRANCISCO MADRUGA/MANUELA MARUJO
Please follow and like us:
error