Arquivo da Categoria: AICL no tag

XXXII Colóquio da Lusofonia SANTA CRUZ DA GRACIOSA 2-6 outº 2019

https://coloquios.lusofonias.net/XXXII/

 

XXXII Colóquio da Lusofonia SANTA CRUZ DA GRACIOSA 2-6 outº 2019

CONVIDADOS DE HONRA ver aqui

A Lusofonia é uma capela sistina inacabada; é comer vatapá e goiabada, um pastel de bacalhau ou cachupa, regados

com a timorense tuaka ao ritmo do samba ou marrabenta; voltar a Goa com Paulo Varela Gomes, andar descalço no B

ilene com as Vozes anoitecidas de Mia Couto, rever os musseques da Luuanda com Luandino Vieira, curtir a morabeza

cabo-verdiana ao som De boca a barlavento de Corsino Fontes, ouvir patuá no Teatro D. Pedro IV na obra de Henrique

de Senna-Fernandes, e na poesia de Camilo Pessanha; saborear a bebinca timorense em plena Areia Branca ao som

das palavras de Francisco Borja da Costa e Fernando Sylvan, atravessar a açoriana Atlântida com mil e um autores

telúricos, reencontrar em Salvador da Bahia a ginga africana, os sabores do mufete de especiarias da Amazónia,

aprender candomblé e venerar Iemanjá, visitar as igrejas e casas coloridas de Ouro Preto, Olinda, Mariana, Paraty,

Diamantina, e sentir algo que não se explica em Malaca, nos burghers do Sri Lanka, em Korlai ou no bairro dos Tugus

em Jacarta. É esta a nossa lusofonia (Chrys Chrystello abril 2019)

próxima página

O Governo Regional dos Açores estará na Sessão de Abertura com o Secretário Regional Adjunto da Presidência para os Assuntos Parlamentares, BERTO MESSIAS

leia o que a Visão diz sobre os colóquios

(CARREGUE NO SUBLINHADO PARA MAIS DETALHES)

CONVIDADOS DE HONRA

homenageado AICL 2019 EDUÍNO DE JESUS

TEOLINDA GERSÃO

JOSÉ LUÍS PEIXOTO

JOEL NETO

FÉLIX RODRIGUES

José RAMOS-HORTA

Convidados ESPECIAIS (Artes)

Piki Pereira e Mintó Deus (Música de Timor)

Joana Carvalho uma fabulástica voz de Belmonte

visitante próxima página

Please follow and like us:
error

já ouviram o PAN falar da mortandade de abelhas? ou são menos animais que os outros?

Image may contain: plant and outdoor
Carlos Augusto Bittencourt

Compartilhado de Sonia Silvado.

AS ABELHAS

“Se houvesse animais mortos como cães ou gatos nas fotos, haveria centenas de comentários ameaçadores e furiosos.
Se tivesse havido garotas seminuas com seios e bundas manuseando nos quatro ventos, teria havido milhões de curtidas e corações. ️
Essas abelhas não são minhas, mas eu garanto que ir ao apiário e encontrar uma tragédia semelhante é um golpe incrível para o coração, te dá vontade de desistir, te faz jurar e chorar, deixar de lado o investimento econômico (que existe e é alto).
Infelizmente, estas são “só” Abelhas, exterminadas pelo uso inadequado e exagerado de toneladas de pesticidas.
Vamos deixar de lado o mel… Mas você deve se dar conta de que, se as abelhas desaparecerem da face da terra, a humanidade (a que conhecemos) terá apenas quatro anos de vida, depois do que se extinguir.”

Please follow and like us:
error

há mais de 2300 anos que se provou que a terra é redonda

No photo description available.
Entenda mais ciência

A TERRA É REDONDA? Há 2.300 anos o grego Eratóstones leu um papiro na biblioteca de Alexandria que relatava que ao meio-dia, do dia mais longo do ano (21 de junho), havia ausência de sombra num poço de Siena. Colunas dos templos ou varetas verticais também não projetavam qualquer sombra em Siena ao meio-dia. Entretanto, Eratóstenes verificou que edificações e varetas, no mesmo dia e horário em Alexandria, projetavam sombras no chão. Para explicar isso Eratóstones concluiu que a Terra era redonda.

O CÁLCULO DA CIRCUNFERÊNCIA DA TERRA. Eratóstones mediu o ângulo de inclinação da sombra da vareta em Alexandria e verificou que era de 7 graus. Para completar os 360 graus de um círculo seria necessário multiplicar 7 por 50. Então ele pediu para medirem a distância entre Alexandria e Siena. A distância medida foi 800 km. Assim, os 800 km vezes 50 foi a estimativa da circunferência da Terra. Há 2.300 anos com varetas, observação e um cérebro descobrimos o tamanho do nosso planeta.

Please follow and like us:
error