A SEGUIR Ao 36º COLÓQUIO DA LUSOFONIA NÃO PERCA O 5º ARQUIPÉLAGO DE ESCRITORES

Mais uma edição a não perder do Arquipélago de Escritores.
Nenhuma descrição de foto disponível.
Os que cá vivem, os que vêm de fora. Façam-se ao mar para ir à quinta edição do Arquipélago de Escritores. Como diz Brel em “La Cathédrale”, na versão do português Sérgio Paixão, que viveu durante anos no Faial, “apanhem uma catedral e ponham-lhe alguns mastros, um gurupés e uns amplos porões, mas não acordem. Desenrolem todos os panos e ‘ala bote’ marujos”.
(Com um agradecimento a todos os parceiros e a todas as entidades cúmplices desta aventura).
João Pedro Porto, Maria Helena Frias and 15 others
1 share
Like

 

Comment
Share

açores esquece a cultura, por almeida maia (e eu acrescentaria maltrata, chrys c)

Gostei de testemunhar como estava representada a Região Autónoma da Madeira, o nosso arquipélago irmão, na Feira do Livro de Lisboa. A forma como a Cultura continua a ser colocada de parte nos Açores entristece-me, a começar pelo seu orçamento risível e a terminar no desrespeito pelos seus agentes culturais. Parece-me estar na hora de um exame de consciência.
May be an image of 3 people and outdoors
You and 1 other
Like

 

Comment
Share
0 comments

 

 

da revista da cultura à falta de verbas

 

esta a revista premiada da cultura nos açores, pela mesma secretaria regional que em 1 de setembro ainda não distribuiu os fundos de apoio pedidos par as atividades culturais deste ano..no caso dos colóquios da lusofonia as atividades eram em abril e setembro-outº e de dinheiro nada. Dizem outros colegas que o mesmo se passa…não haveria melhor maneira de asfixiar as entidades culturais e NGO ONG, exceto se se cancelassem todos os apoios.

é esta a relevância que a DRAC d´a à cultura mas lá terem uma bela revista …lá isso têm…

Um desnorte de mais de ano e meio sem fim à vista, se fôssemos vacas recebíamos mais depressa…

Sabia que estes costumes são ofensivos no estrangeiro?

Numa crescente cultura global de viagens e turismo, é importante lembrar que as nossas ações, palavras e gestos aparentemente normais podem não ser tão normais noutros países. Na verdade, há uma quantidade surpreendente de costumes comuns que são ofensivos noutros países. Quer vá fazer uma viagem em breve ou queira apenas descobrir quão internacionalmente ofensivo(a) é, veja esta galeria para saber o que é considerado má educação no resto do mundo.

Source: Sabia que estes costumes são ofensivos no estrangeiro?

Opinião: Alexandra Manes | Pacote cultural Açores 2023: jogar golfe? – Jornal Açores 9

Não são necessários poderes mágicos, muito menos fontes secretas, para se saber que por esta altura do ano o que se discute nos corredores de poder em Santana, bem como nas respetivas Secretarias do Governo Regional, é o Orçamento da Região para 2023. Estamos, sensivelmente, a dois meses de se conhecer a ante-proposta de Orçamento. […]

Source: Opinião: Alexandra Manes | Pacote cultural Açores 2023: jogar golfe? – Jornal Açores 9

EM PERIGO A CAPITAL DA CULTURA 2027

O concelho de Ponta Delgada não merece tão estranha situação!
A presidente da Assembleia Municipal de Ponta Delgada, que já foi presidente da Câmara Municipal com um mandato globalmente positivo, foi duramente atacada na praça pública durante cerca de um mês e manteve-se calada, aguentando tudo. Mas decidiu responder “à letra” ao actual presidente da Câmara Municipal, sendo ambos do PSD. Vejam só! No caso da obra no Mercado da Graça, haverá, com certeza, responsabilidades a apurar, mas o que o presidente da Câmara Municipal tem feito é tentar desresponsabilizar-se, quando parece óbvio que também há responsabilidades que lhe cabem. O Ministério Público vai ser chamado a pronunciar-se. Se perguntarem ao líder do PSD-Açores e presidente do Governo Regional o que tem a dizer sobre essa “guerra” aberta entre duas figuras gradas do PSD-Açores, ele certamente responderá, como é habitual, que será um caso fabricado pela comunicação social e que tudo será esclarecido com diálogo e consenso…A cidade de Ponta Delgada poderia ser Capital Europeia da Cultura, mas será difícil num ambiente de guerrilha institucional entre o presidente da Câmara Municipal e a presidente da Assembleia Municipal, uma desinteligência que deverá ter mais causas e razões para além da questão do Mercado da Graça. Ponta Delgada e o respectivo concelho não mereciam e não merecem tão estranha situação!
Carlos A César, Souto Gonçalves and 23 others
7 comments
Like

 

Comment
Share
7 comments

Most relevant

  • Lúcia Tavares

    Ponta Delgada parece um barco sem leme…

    2

    • Like

       

    • Reply
    • 3 d
  • Luisa Câmara

    Tomás eu fui assistir a assembleia.Que vergonha nunca pensei assistir a algo semelhante.Até me lembrei do que detestava os bons alunos aqueles muito mal “formados” que fazem queixa,não deixam copiar os que estão aflitos ,o quanto bonito querem fazer pa…

    See more

    3

    • Like

       

    • Reply
    • 3 d
    • Edited
  • Maria Teixeira

    Ao que chegamos…….pior do que comadres a brigar.

    2

    • Like

       

    • Reply
    • 3 d
  • Manuel Botelho

    E enquanto discutem de quem é a culpa os pobres dos comerciantes vão sentindo na pele a incompetência de quem gere os destinos da Camara .

    2

    • Like

       

    • Reply
    • 3 d
  • Crisóstomo Ponte

    Alpinistas prepotentes
    • Like

       

    • Reply
    • See translation
    • 2 d

a vulgaridade rasca do autor escolhido pela cultura

Juro que, quando me mandaram isto, supus tratar-se de um texto calhorda, escrito por um adolescente inábil com a escrita. Comecei a ler na expectativa de um final parvito qualquer, para me rir, sei lá…
Palavra de honra que nunca supus que pudesse ser de alguém com obra publicada, muito menos de um escritor recomendado internacionalmente…
A vulgaridade, a escrita oca e sem qualquer qualidade, de forma e conteúdo, foi elevada à categoria de literatura. É o triunfo dos porcos…
Vergonha alheia…
May be an image of text that says "nem foder foder nem amor fazer amor como à foder-te -te das putas como à mais única das amadas. mais puta e amar-te foder amor chamar-te te puta e sexo e dizer-te amo- espancar-te o o beijo o afagar-te doce a fera ser treva e o raio. a foder amor. e só um assim e um grito foder-te com amor entre afago fazer-te amor. Este homem escreve como ninguém pedro chagas freitas"
1
Like

Comment
0 comments