corrupção em Angola

A OCASIÃO FAZ O LADRÃO

O Presidente de Angola recebeu contestatários do regime. Depois, concedeu uma audiência privada ao jornalista angolano Rafael Marques, inicialmente impedido de entrar no palácio presidencial. A querela ficou resolvida. Os dois falaram, entre outros assuntos, de corrupção, o tema da atualidade naquele país africano.

À saída da reunião Marques disse que todos os cidadãos se devem responsabilizar pelo combate a este flagelo, porque — acentuou — não são só os altos responsáveis do Estado que corrompem e são corrumpidos, mas também, por vezes, o cidadão comum, nas escolas, nos hospitais, nas empresas, nas mais diversas instituições, enfim, em toda a sociedade.

Quantas vezes — e agora já sou eu a falar — nós somos cúmplices ou até agimos de forma a favorecer os nossos interesses pessoais prejudicando terceiros, seja no nosso trabalho, na associação de que fazemos parte, na «cunha» que «metemos», na fila em que nos colocamos à frente indevidamente, na opinião que damos sobre alguém por uma vingançazinha, pelo boato que alimentamos, pelo não reconhecimento da culpa que tivémos, etc. etc?

A corrupção que «passa» na televisão e que todos repudiamos e que verberamos nas redes sociais — como estou fazendo neste texto — não começa assim, na atitude que cada qual tem perante as injustiças a que assiste ou comete?

Os grandes corruptos não eram, afinal, gente como nós, antes de se meterem nesses trabalhos?

É sempre bom lembrar que a ocasião faz o ladrão…

reconhecimento da cidadania a 11 milhões de angolanos

Impressiona ler esta realidade. Esta é uma situação que deve ser resolvida e em que a cooperação portuguesa deve ajudar, se puder e for chamada a isso. É uma questão de direitos fundamentais.

Português condenado a um ano de prisão por vandalismo em avião da TAAG

Um cidadão de nacionalidade portuguesa foi condenado, na quarta-feira, por um tribunal de Luanda a um ano de prisão por ter vandalizado um avião da TAAG – Linhas Aéreas de Angola e proferido palavras obscenas aos assistentes de bordo.

Source: Português condenado a um ano de prisão por vandalismo em avião da TAAG