Declaração da casa do escritor Dias de Melo na Calheta do Nesquim; município das Lajes do Pico, Pico-Açores; imóvel de interesse público.

O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine a Petição.

Fonte: Declaração da casa do escritor Dias de Melo na Calheta do Nesquim; município das Lajes do Pico, Pico-Açores; imóvel de interesse público.

to Info Açores 1 hr · Os quatro filhos de Dias de Melo estão divididos sobre o testamento do escritor e três deles requerem a sua nulidade em Tribunal. De um lado, está Edna, a mais velha. E, do outro lado, está Américo, José Manuel e Sara. São estes três últimos que, em Tribunal, contestam o testamento do pai. Entendem que foi ultrapassada a quota disponível. A primeira audiência de julgamento deverá ocorrer hoje à tarde. No testamento, a que a Antena 1 Açores teve acesso, Dias de Melo deixa a casa de São Gonçalo, em Ponta Delgada, à filha Edna; E porque Edna “foi a filha que o acompanhou até à morte, deixa-lhe ainda um pedaço de terra, os “Covis”, no Pico; e os direitos de autor. Para esta filha ficam ainda 40 mil euros. Deste dinheiro, há 3 mil euros para repartir pelos outros 3 filhos e parentes. A casa e reduto, no Pico, a que chamou “Cabana do pai Tomás” fica para os 4 filhos passarem férias, com a condição de a restaurarem. Dias de Melo deixa a ressalva de que poderão vendê-la ou cedê-la, como lembrança sua ao Museu dos baleeiros. Os livros e espólio literário ficam também para os quatro filhos, que os podem repartir entre si, vender ou doar a uma instituição. Filhos de Dias de Melo levam testamento ao Tribunal de Ponta Delgada —

to Info Açores
1 hr · Continuar a ler

crónica 159 acabaram as palavras (a Dias de Melo)

aqui vai a crónica do Pico nº 159 dedicada a Dias de Melo

http://www.lusofonias.net/projetos/2016-02-27-16-51-40/2015-02-04-15-50-40/doc_download/2019-.html

http://www.lusofonias.net/chronicazores/cronica%20159%20acabaram%20as%20palavras.pdf

as restantes 158 crónicas – desde 2005 – estão em http://www.lusofonias.net/2016-02-27-17-29-59.html
e em
http://www.lusofonias.net/projetos/2016-02-27-16-51-40/2015-02-04-15-50-40.html

DIAS DE MELO – recordemos e honremos a sua memória

a propósito de tristes notícias e do lavar da roupa suja pela comunicação, e por que achamos que JOSÉ DIAS DE MELO merece ser lembrado pela sua excelente escrita aqui recordamos homenagens dos Colóquios da Lusofonia no

CADERNO DE ESTUDOS AÇORIANOS

http://lusofonias.net/doc_download/760.html

NO SUPLEMENTO

http://lusofonias.net/doc_download/960-caderno-3-suplemento-3-dias-de-melo.html

E NA VIDEO HOMENAGEM

http://lusofonias.net/video-homenagens-estudos-acorianos/video-homenagem-a-dias-de-melo.html