Temos uma Coreia do Norte na CPLP

Vítor de Sousa
5 April at 14:02

Da vergonha. Guiné Equatorial. CPLquê?!
Não sabemos o que se passa na Guiné Equatorial. Faltam livros, artigos, notícias e reportagens. Não sabemos e não queremos saber. Nem nós, que passámos a ter relações de suposta fraternidade, nem os espanhóis, que colonizaram o país durante séculos e têm fortes laços — a começar pela língua comum e a acabar nos negócios. (…) A normalidade na Guiné Equatorial é uma coisa sombria. Mas sobretudo é um mistério. É a Coreia do Norte da CPLP

See more

PUBLICO.PT
Não sabemos o que se passa na Guiné Equatorial. Faltam livros, artigos, notícias e reportagens. Não sabemos e não queremos saber.
Please follow and like us:
error

Estrategizando | CPLP escolhe escravocrata racista para patrono de projecto juvenil – ou uma visão da História como hoje a pensamos

Faço parte de um grupo de pessoas que criou e vai mantendo um grupo informal a que chamamos de Movimento CPLP Com Cidadania, precisamente porque entendemos qu

Source: Estrategizando | CPLP escolhe escravocrata racista para patrono de projecto juvenil – ou uma visão da História como hoje a pensamos

Please follow and like us:
error

″A escravatura é legítima″, dizia Fernando Pessoa. E cria polémica na CPLP

A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa pondera o nome de Fernando Pessoa para titular um Erasmus entre os países da organização. Escritos do poeta mostram que era a favor da escravatura aos 28 anos.

Source: ″A escravatura é legítima″, dizia Fernando Pessoa. E cria polémica na CPLP

Please follow and like us:
error

Homossexualidade descriminalizada em todo o espaço da lusofonia

“Em Timor-Leste as relações entre pessoas do mesmo sexo não são criminalizadas e, após a revisão do Código Penal de 2009, passou a ser penalizada “a divulgação pública e injustificada da vida privada e sexual de outra pessoa”.

About This Website

DN.PT
Com a aprovação do novo Código Penal de Angola, as relações homossexuais foram despenalizadas em todo o espaço lusófono, mas em vários países os direitos dos homossexuais continuam pouco ou nada reconhecidos e persistem perseguições e discriminação.
Please follow and like us:
error

CPLP, FERNANDO PESSOA, ESCRAVATURA, ANGOLA…

Jornal de Angola, Fernando Pessoa, CPLP e escravatura… uma mistura explosiva?!
Um artigo de opinião de Luzia Moniz, no Jornal de Angola online (10-2-2019), acusa Fernando Pessoa de “escravocrata”, depois do nome do poeta ter sido escolhido pela CPLP como patrono de um projeto de intercâmbio universitário no Espaço de Língua Portuguesa.
Luzia Moniz, herself: “Que Portugal, país onde a mentalidade esclavagista fascista ainda é dominante, tenha escolhido promover, branquear essa figura sinistra não me espanta. Agora, o que verdadeiramente me deixa perplexa é a aceitação pelos países africanos, as vítimas da escravatura.
Se foi para a isso que Portugal fez a guerra para assumir o secretariado executivo da CPLP, tudo indica que a coisa começa mal”.

JORNALDEANGOLA.SAPO.AO
Aos 28 anos escreveu: “A escravatura é lógica e legítima; um zulu (negro da África do Sul) ou um…
Please follow and like us:
error

cplp uma comunidade de croquetes

Paulo Mendes added 6 comments on this.

Enquanto os portugueses estão isentos de visto para Cabo Verde, um cabo-verdiano para obter um visto para Portugal é uma autêntica tortura privada. Foi o meu ponto de partida para o meu artigo no jornal “ Público”

PUBLICO.PT
Existe, no meu entender, uma total ausência de vontade política na concretização da livre circulação no espaço da CPLP.
Please follow and like us:
error

homenagem à ex diretora do IILP Marisa Mendonça

ler aqui https://iilp.wordpress.com/2019/01/24/governo-de-cabo-verde-distingue-antiga-diretora-executiva-do-instituto-internacional-da-lingua-portuguesa/?fbclid=IwAR0_WvKqMQ6n2I1MzLyRiqwPm_FJouiYmTzUDP8wurOfIQWpRBmJ1xgeuic
Please follow and like us:
error

homenagem na Praia (Cabo Verde) a Marisa Mendonça

Marisa Mendonça is feeling emotional.

12 hrs

Hoje, fui totalmente surpreendida por um gesto que muito me comoveu: a oferta de uma lembrança, para mim muito significativa, por parte da Delegação da Praia – Santiago, do Ministério da Educação. Pelo presente, agradeci, no momento, ao Senhor Delegado, mas recupero palavras por mim proferidas, numa despedida acontecida a 07 de dezembro, último:

KANIMAMBO àqueles que foram “pontes” entre nós, IILP, os professores e suas escolas (Senhor Delegado, Dr. Adriano Moreno e Dra. Maria do Céu Baptista). As sessões de reflexão e de trabalho que fizemos aqui nesta sala, nas várias escolas da Praia e não só, foram, todas elas, de uma riqueza marcante. Deixaram-me ser, muitas vezes, o que eu gosto de ser: Professora.
Foram horas a fio, de muita conversa apaixonada entre gentes da Educação, horas de trocas, de reflexões, de construções. Hoje estou ligada a muitos professores de Cabo Verde que me telefonam, que me escrevem, que me falam de ilusões e de desilusões, das angústias e das experiências bem conseguidas, nesse percurso, sempre difícil, que é a prática docente.
KANIMAMBO a todos os Professores que participaram desses momentos.
KANIMAMBO aos “meus dois jovens”, Dilma Furtado e Manuel Tavares, companheiros, sempre, na preparação e condução desses momentos ricos.
Ganhamos TODOS; eu também!

Image may contain: text

Continuar a ler

Please follow and like us:
error

Sem mobilidade CPLP não irá além “de um projeto, uma bela ideia”

A mobilidade é a “pedra de toque” da CPLP, que sem ela não irá além “de um projeto, uma bela ideia, um desejo sincero, mas não mais do que isso”, disse hoje o Presidente de Cabo Verde.

Source: Sem mobilidade CPLP não irá além “de um projeto, uma bela ideia”

Please follow and like us:
error

Francisco Ribeiro Telles é o novo secretário-executivo da CPLP

É a primeira vez que Portugal assume o secretariado-executivo, o principal órgão executivo da organização. Mobilidade e projeção da língua portuguesa são as prioridades de Francisco Ribeiro Telles.

Source: Francisco Ribeiro Telles é o novo secretário-executivo da CPLP

Please follow and like us:
error