onde deve ser o aeroporto, falam os pilotos

Carlos Lopes shared a post.

46 mins

Image may contain: 1 person
Luis Chucha

Pela relevância da opinião, transcrevo aqui um comentário do Comandante de Airbus A340 Jorge Estevez, acerca das condicionantes e consequências de um aeroporto complementar na BA6-Montijo.

O Comandante foi anteriormente oficial Piloto Aviador da FAP.

Jorge Estevez:

” Luis Chucha, eu sou desde sempre a favor dessa ideia de Alcochete. Em Portugal as decisões são tomadas como sabemos. Lembro que aquando da OTA também houve um prós e contras então. Representando os pilotos através da APPLA estava o então Cmdt Durval Ribeiro, velho amigo, que disse que os pilotos não tinham sido ouvidos e que a OTA levantava inúmeras dúvidas devido à orografia e meteorologia poderem limitar a Operação. Na ilustre plateia, cheia de VIPs e Srs Doutoures Licenciados na ‘importância da minhoca para a cultura da Couve-flor’, reinava a galhofa. Ninguém o queria ouvir, o negócio estava feito e era apenas um detalhe.

E lembro como se fosse hoje que o Sr Cmdt Lima Bastos pediu a palavra e no do alto dos seus mais de 70 anos disse:
‘Os Srs aqui sentados nesta sala estão a rir…. mas se estiverem dentro de um avião prestes a descolar com chuva, vento e Montanhas ao lado ficam logo todos caladinhos..’ e fez o sinal com a mão de ‘medo, cagufa ‘.
A plateia calou-se ao ver que o Cmdt Sénior estava certo. Foi creio eu o fim da opção Montejunto.

Isto foi há mais de 6 anos decerto. Porque ainda não está o NAL a operar já com uma pista em Alcochete como previsto? A Troika dirão alguns mais ingénuos..
E com a racional de não haver dinheiro querem implementar o Montijo como solução complementar, aumentando um pouco a pista e construindo em cima do lodo…
Acho que as pessoas não têm noção do que é um Birdstrike, ou pensam que as pistas são todas iguais ou simplesmente nos querem fazer de parvos..

Estou qualificado em A320, A330 e A340, acabei de aterrar há pouco em Rzeszów, Polónia vindo de Newark USA, passo a vida a voar na Ásia, África, Europa, América do Norte e do Sul, Austrália Nova Zelândia, China, etc.
Somos creio a única Capital de um País Europeu em que o A380 não pode aterrar. Lembro que há muitos anos Lisboa era dos poucos Aeroportos onde o Concorde aterrava..

Interessa a Portugal gastar uma pipa de massa fazendo um Aeroporto complementar no Montijo? Que me lembre apenas um Fiat G91 caiu tendo ambos os pilotos se ejectado com sucesso mas a aeronave causou vítimas. Anos mais tarde foi um A7P que se despenhou na final tendo morrido o ocupante o Capitão Piloto Aviador Antonio Santos do meu Curso.

A área tem pássaros, casas, vilas, que deveriam ser cuidadas porque são de facto um Património que não se deve destruir.
A quantidade de estradas para chegar do Samouco que será necessário construir, a deslocação de Meios, toda uma enorme obra de Engenharia para quê?
1- para gastar muito dinheiro que é de todos numa obra com prazo de validade curto
2- para destruir, perturbar ecossistemas únicos.
3- para entrar em conflitos com aves migratórias.
4- para aumentar a poluição sonora e outra de toda uma comunidade.

É isto mesmo que queremos?

Em Espanha construíram Barajas em fases, operei lá a semana passada e é uma maravilha!
Porque será que em Portugal temos sempre de inventar a roda?
Temos Engenharia, os terrenos são do Estado, a Obra é necessária e urgente, todos os Estudos desde há mais de 50 anos, que não tenham sido encomendados, apontam para Alcochete.

Por mim devia já estar pronta a primeira fase. Agora não nos tentem fazer de parvos por favor.
Fiz inúmeros Estudos de Estado Maior que eram sérios. Existe uma coisa chamada análise APA. Adequabilidade, Praticabilidade e Aceitabilidade.
Um Estudo acerca deste assunto obriga a muitas consultas sem duvida mas no fim o Documento final tem de ser legível e não ter conclusões enviesados ou pressupostos errados ou incompletos.

Se têm problemas poupem dinheiro ao Erário Público e encomendem um Estudo aos 3 Ramos das Forças Armadas.
Afinal qualquer Major o saberá fazer de forma responsável..
Esconder informação, encomendar estudos, manipular os Media é típico de um País de Terceiro Mundo gerido por uma Seita que coloca os seus interesses acima do Interesse Nacional..

Portugal merece mais. E nós também!

Continuar a ler

ANA coloca acesso de viaturas e peões ao aeroporto de Ponta Delgada em consulta pública – Açoriano Oriental

A ANA colocou, esta sexta-feira, em consulta pública um diploma que regulamenta a circulação de viaturas e peões nos acessos aos terminais de passageiros do Aeroporto de Ponta Delgada, que tem vindo a registar um “crescente número” de “entidades”.

Source: ANA coloca acesso de viaturas e peões ao aeroporto de Ponta Delgada em consulta pública – Açoriano Oriental

SATA APOSTAR NOS EUA

Image may contain: Osvaldo José Vieira Cabral, smiling, text
Pierre Sousa Lima to Açores Global

APOSTAR NOS EUA

É sabido que, na nossa região, nunca nos preparamos para nada, muito menos para cenários de crise.
O Brexit, visto da nossa janela, parece uma coisa lá longe e que não nos afectará, seja qual for o cenário de saída do Reino Unido da União Europeia.
No plano directo das relações comerciais, não temos com que nos preocupar, já que elas são inexistentes entre os Açores e aquele país.
De acordo com os últimos dados disponíveis, em 2016 apenas exportamos açúcares e produtos de confeitaria, recebendo em troca produtos da indústria de moagem, viaturas, produtos de perfumaria e pouco mais, no valor de pouco mais de 2 milhões de euros.
Nada que se compare com outros países, como por exemplo a Espanha, de onde importamos 45 milhões de euros.
O problema está no turismo, porquanto representa um mercado em crescimento nos Açores (mais 10% de dormidas em 2018), apesar de ser apenas o sétimo país que mais turistas nos enviam.
A apreensão está nos mercados fortes dependentes dos ingleses, como Algarve e Madeira, que poderão baixar preços e entrar num circuito de promoções para atrair mercados que compensem a perda dos ingleses, o que poderá afectar os Açores em termos de competitividade.
É por isso que se torna cada vez mais importante apostarmos no mercado que mais está a crescer nos Açores: os EUA.
Trata-se de um mercado forte e que parece consolidar-se com a aposta da Delta em manter o ritmo das operações a partir de Nova Iorque.
O que é incompreensível é o comportamento da SATA, ao querer retirar-se de Providence, enfraquecendo assim a operação nos EUA.
É preciso que alguém ponha cobro a esta intenção.
Asneiras por parte da SATA já tivemos muitas.
Não queremos mais uma.

(Diário dos Açores de 20/01/2019)

Continuar a ler

Aeroporto de Beja quase ao abandono 5 anos após inauguração (se fossem inteligentes usavam Beja, construíam vias rápidas comboio e autos em vez de irem para o Montijo..gente sem visão..

Comments
  • Chrys Chrystello se fossem inteligentes usavam Beja, construíam vias rápidas comboio e autos em vez de irem para o Montijo..gente sem visão..

CONTRATEM ESTE PILOTO PARA OS AÇORES E POUPEM $$ NA EXPANSÃO DOS AERODROMOS

-0:42

309,211 Views
EXTREME

GTA has got nothing on this guy!!!
Credit: @stolquest

SATA falida sempre a acumular prejuízo

A SATA Internacional – Azores Airline, que engloba as operações da companhia aérea para fora dos Açores, registou um prejuízo de 30,8 milhões de euros nos primeiros nove meses de 2018, indicam documentos oficiais.
ENGLISH
SATA Internacional – Azores Airline, which includes the company’s operations outside the Azores, recorded a loss of 30.8 million euros in the first nine months of 2018, official documents indicate.

TAP é a mais atrasada de todas

About This Website

DN.PT
Atrasos custaram mais 40 milhões do que em 2017, revelou CEO. Mais pessoal e compra de aviões resolve parte do problema… mas aeroporto tem de ajudar