Atlânticoline providencia solução alternativa aos passageiros afetados pelo atraso da chegada do “Azores Express” aos Açores – Jornal Diário da Lagoa

Source: Atlânticoline providencia solução alternativa aos passageiros afetados pelo atraso da chegada do “Azores Express” aos Açores – Jornal Diário da Lagoa

Please follow and like us:
error

OS AVIÕES DA SATA

No photo description available.
Victor Biscaia Pacheco

Recentemente, no Parlamento Açoreano foi discutida a situação da SATA. Entre algumas intervenções menos conseguidas do tipo “percalços” quando se está a falar de um dívida astronómica para uma companhia e para uma região, fiquei satisfeito com o optimismo do Presidente do Governo dos Açores, ao afirmar de que no primeiro trimestre de 2019, a SATA já tinha transportado mais passageiros.
Em primeiro lugar, fica aqui a foto da frota da SATA, retirada no dia de hoje, no seu sitio da internet. Temos um A330 parado no Porto, com todos os custos, desde da depreciação ao parqueamento. Na frota temos um A310 (pensei que já não existia nenhum na frota da SATA) que imagino esteja em Lisboa ou em Beja, com os custos parecidos ao do A330. Temos 3 A320-300. Dois a voar e um em manutenção que futuramente serão dois, segundo algumas informações. Temos 2 A321 neo que estão os dois a voar. fazendo rotas desde de Cabo Verde, Frankfurt, Toronto, Boston, Lisboa e mais alguma que estou a esquecer.
Agora sobre o optimismo: Para satisfazer o crescimento de passageiros, a SATA recorre, uma vez mais, ao afretamento de aviões, com os custos daí inerentes. Resta saber e, gostava mesmo de saber, se o custo de fretamento é inferior à receita das vendas dos lugares vendidos e, me demonstrassem, feitos em excel sem bug’s, que saí mais barato o fretamento ou se manter o A330 a voar.
Gostava de também de estar na maré boa, de que vai ser desta que a SATA vai dar um pontapé na crise, mas não estou muito crente…
O que sai mais barato: abater as duas aeronaves paradas, que são dão custos ou tentar vender, nem que seja à peça estas duas aeronaves.
Gostava também de saber se o programa de manutenção está bem programada e que se evite o fretamento de aeronaves.
Muita coisa há para fazer e, não ir sempre aos mesmos, redução de recursos humanos, para depois ir atrás de empresas prestadores de serviços. Este dois monstros (os aviões parados) devem desaparecer do mapa da SATA, rever as rotas e, se necessário for, largar as deficitárias.
Um Bom fim de semana.

Continuar a ler

Please follow and like us:
error

SATA A CORTAR ONDE NÃO DEVE

SATA avalia continuidade do seu Call Center
Reestruturar ou fechar, contratualizando a prestação do serviço em outsourcing, são as possibilidades que estão na mesa
Em causa estão mais de 2 dezenas de trabalhadores

Image may contain: 4 people, people smiling, close-up

A SATA merece (muito) mais e melhor!

Uma notícia de hoje indica que a companhia aérea açoriana SATA avalia a continuidade do seu “call center”, a sua central de atendimento por telefone ou através de meios das novas tecnologias. Traduzo e explico apenas porque essas expressões em língua estrangeira não são muito do meu agrado, porque temos um idioma muito rico e diversificado.
Passemos adiante. A referida notícia acrescenta que estão em análise duas hipóteses: reestruturar ou fechar o chamado “cal center”, contratualizando a prestação do serviço em “outsourcing”, entregando e pagando, portanto, a uma entidade externa o serviço de atendimento ao público.
Poderão estar em causa mais de duas dezenas de trabalhadores, segundo ainda a mesma informação.
O Grupo SATA apresentou em 2018 um prejuízo de 53,3 milhões de euros, uma soma astronómica, considerando a dimensão da empresa ou empresas e a capacidade financeira da Região Autónoma dos Açores, uma vez que se trata de uma empresa ou empresas do sector empresarial público regional.
Temos que ser justos e verdadeiros: o “cal center” da SATA presta um serviço muito bom e tem pessoal simpático, competente e disponível. É o que eu posso dizer, por experiência própria. Sempre que recorri ao “cal center” da SATA fui muito bem atendido.
Pela notícia de hoje, parece, no entanto, que o “cal center” é que é o responsável pelos elevados prejuízos da SATA…Estejam quietos e mantenham o que funciona bem. Existem, com certeza, outras áreas na companhia que exigem e carecem de maiores e urgentes mexidas…
A SATA merece (muito) mais e melhor! É um património açoriano, é um símbolo dos Açores, dá “asas” ao arquipélago e “aumenta”, assim, a “dimensão” das nove ilhas, ligando-as ao Continente português e às comunidades emigrantes açorianas radicadas, nomeadamente, nos Estados Unidos da América e no Canadá.
Se toda a estrutura da SATA, incluindo a administração, funcionasse como o “cal center”, a companhia apresentava lucros…

Please follow and like us:
error

VIAJAR DE PÉ EM AVIÃO…EU AVISEI HÁ MUITOS ANOS

Olha que viagens cómodas!!!— eu optava então por camadas para se poder aproveitar todo o espaço gavetão de várias medidas de 2m a 1.60 que seria mais barato Ou cápsulas…..

Please follow and like us:
error

SATA Resultados da transportadora aérea dos Açores em 2018 “não são sustentáveis” – Jornal Mundo Lusíada

O presidente do Governo Regional dos Açores, Vasco Cordeiro, considerou que os resultados da transportadora aérea SATA em 2018 “não são sustentáveis” e que se torna “imprescindível” colocar a empresa “noutro patamar de sustentabilidade” financeira.

Source: Resultados da transportadora aérea dos Açores em 2018 “não são sustentáveis” – Jornal Mundo Lusíada

Please follow and like us:
error