PEIXE DO MEU QUINTAL José Soares

PEIXE DO MEU QUINTAL José Soares

Sentido Crítico

Parece que a nossa Juventude carece deste importante fator cívico.

Que a sociedade açoriana o tem pouco, já se sabia. Agora os estudos dizem que é necessário incentivar os jovens no caminho da crítica política e social.

Não será fácil fazê-lo numa microssociedade com várias dependências sociais e políticas.

Aqui, na Ilha Negra, na Ilha Montanha, estamos mais uma vez a participar no 30º Colóquio da Lusofonia.

Recebido pelo autarca da Madalena, os Colóquios da AICL vão acontecendo com os mais variados temas, entre eles também o debate sobre a liberdade de expressão e as suas consequências na sociedade açoriana.

Criticar, não é confrontar e muito menos afrontar os destinatários.

É tão apenas pôr sobre a mesa problemas que possam ser resolvidos para o bem-estar de todos. É ilustrar uma opinião que pode beneficiar as populações.

Muitos políticos dos Açores ainda não sabem ouvir ou ler uma crítica sem reação e quando o fazem reagem mal. Guardam rancor. Inflamam os queixumes. E, por fim, perseguem, tentando encontrar todos os meios para “queimar” quem os criticou.

São essas tentativas de supressão da liberdade de expressão que denotam por vezes a falta de sentido crítico. Ao menos nisso, Salazar era transparente: Era proibido e pronto! A ditadura afogava toda a liberdade de expressão. Todos o sabiam e só tinham que respeitar. Mas, mesmo então, havia os corajosos. E a esses, esperava-lhes a prisão ou o exílio. Mas nunca desistiam.

Agora, com toda a liberdade contida nos sistemas democráticos, falta a educação política dos eleitos, para aceitarem que o ato de criticar é parte integrante dessa mesma condição democrática.

A crítica não pode ser aplicada sem os princípios éticos inerentes. A crítica é sempre construtiva e o eleito tem sempre alternativa. Ou ignora ou aprende.

As novas gerações devem continuar na senda do confronto de ideias. Sem ela, o mundo está condenado a ter populistas e ditadores.

Aos mestres do sistema de ensino, cabe a responsabilidade de incitar as novas gerações a questionar tudo. Só assim o “mundo pula e avança”.

O próximo colóquio da Lusofonia, será em Belmonte 2019 e depois da Graciosa 2019 será em Ponta Delgada, cujo autarca, José Manuel Bolieiro, faz questão em apadrinhar, apoiando a iniciativa.

Será mais uma expressão de criatividade literária e de expressão livre de tudo o que se passa no planeta dos falantes de português.

Aqui à Ilha do Pico vieram do Brasil, de Timor, de Angola, de Portugal e da Madeira.

Joel Neto, autor de “Arquipélago” veio apresentar o seu novo livro “Meridiano 28” e Dom Ximenes Belo lançou mais um volume sobre o clero açoriano em Timor.

A criatividade continua assim a acontecer nos Colóquios e com ela, a garantia de completa liberdade de todos e todas que nele participam. Nem poderia ser de outra forma.

maria nobody por ana paula andrade e soprano carina andrade no auditório da Madalena do Pico 5 out 2018, 30º colóquio da lusofonia

 

maria nobody por ana paula andrade e soprano carina andrade no auditório da Madalena do Pico 5 out 2018, 30º colóquio da lusofonia


POEMA 509 (maria nobody, à maria mãe, pico, 9 agosto 2011)

maria nobody
de todos ninguém

de alguém
de um só
maria nobody
com body de jovem

maria só minha
assim te sonho
assim te habito

maria nobody
de todos ninguém

maria nobody
mãe
amante
mulher
minha maria

maria nobody
de todos ninguém
nem sabes a riqueza
que a gente tem

maria nobody
de todos ninguém

maria só minha
dos filhos também
maria nobody
mais ninguém tem.

Colóquios da Lusofonia levaram meia centena de intelectuais ao Pico – NORevista

A Madalena foi palco da 30.ª edição dos Colóquios da Lusofonia, entre os dias 4 a 7 de outubro, os quais reuniram na ilha meia centena de intelectuais dos mais diversos pontos do globo, entre eles D. Ximenes Belo, que regressou ao Pico para

Source: Colóquios da Lusofonia levaram meia centena de intelectuais ao Pico – NORevista

Colóquios da Lusofonia Arrancam Amanhã na Madalena A trigésima edição dos Colóquios da Lusofonia… – Azores Today

Colóquios da Lusofonia Arrancam Amanhã na Madalena A trigésima edição dos Colóquios da Lusofonia… – Azores Today

Source: Colóquios da Lusofonia Arrancam Amanhã na Madalena A trigésima edição dos Colóquios da Lusofonia… – Azores Today