vocabulário micaelense ( S Miguel, Açores)

Dicionário Micaelense

Corisco mal-amanhado = Safado; traquinas
Gama = Pastilha elástica (do inglês Bubble Gum)
Braçado = Companheiro de boa aparência
Pelo eu! = Ai de ti!
Atoleimado = Tolo
Naião = Homossexual
Pau-de-filete = Poste de luz
Poderios = Muito
Requinho = bonito; engraçado
Abençoado = Querido
Fogue t’abrase = Fogo te abrase (injúria)
Vento encanado = Corrente de ar
Gueixa = vaca nova
Pana = Alguidar
Fonte = Torneira
Papo-seco = Carcaça
Gadanhos = Dedos
Apoquentação = Inquietação
Aboiar = Atirar
Tás muito mal enganado = Enganas-te redondamente
Foge diante = Sai da frente
Tás vesgueta = Estás cego
Tás co olho!? = Para onde estás a olhar!?
Enlameirados = Enlameados; caminhos com lama
Peúgos/peúgas = Meias
Meias = Collants
Rabichel = Rabo
Amanda = Manda
Clame = cuspo
Mesmo deveras = A sério
Estás bem amanhado = Estás lixado
Asno = Burro
Vais apanhar nas ventas = Vais levar na cara
Ilhó = olho do cu
Carro de praça = Táxi
Arressaca (deturpação de Ressaca) = Briga
O chofer da fragonete = Chauffeur da Furgoneta
Fominha negra = Muita fome
Testos = cacos
Olhos arregalados = Olhos em bico
Penca = Nariz
Macaquinhos = Desenhos animados
Cramalheira = Queixo
Petcheno = Pequeno; Rapazola
Nisca de gente = Rapazinho
Queijada = Pastel
Fogareiro/Fogão = Mulher feia
Grande padaria = Grande rabo
Chofer = Motorista; Taxista
Paranhos = teias de aranha
Gadelhas = Cabelos
Que peste = Que pivete
Alvarozes = Jardineiras

Já se sabe = Pois claro

Punhado = Uma porção

Punhada = soco

Suera – Camisola de malha

É de arder! = que causa grande trabalho ou apoquentação

Prisões = ganchos de cabelo

Nica/nisca/niquinha/nisquinha = pedacinho

Pois alevá!= O que é que se há de fazer?

Negaças = Provocações

Estás cegando = Estás a aborrecer-me

Teso de marreta = Difícil, duro de roer

Grande espoleta = Grande rombo na carteira

Pinarreta = Criança atrevida

Estarraçar = Estragar

Destarelado = Insensato

Tarelo = Tino

Paranhos = Teias de aranha

Canada = Beco de terra

Enrediadeira = Cusca

Cisqueira = Pá do lixo

Bueiro = Valeta, esgoto

Pana = Alguidar

Mapa = Esfregona

Correr roupa = Passar roupa a ferro

Escarolar = Partir, quebrar

Friza = Congelador

Falsa = Sótão

Malina = Má

Calor = Bebedeira

Ferveleta = Pessoa inquieta

Pisar = Aleijar

Tem medo que se pela = Tem muito medo

Escabelado = Muito limpo

Esgadelhado= Despenteado

A comida que cresceu = A comida que sobrou

Ceidiço = Diz-se de comida estragada

Pau de virar tripas = Pessoa muito magras

Canhão = Mulher da vida

Largueza = Quero é distância

Botar = Pôr, colocar

Insonso/a = Pessoa falsa

Atarrachador = Chave de fendas

Música = Instrumento musical de sopro (Ex. «Bateu-lhe com a música na cabeça»)

Testo = Mulher da vida

Embusiado = Chateado, macambúzio

Fera = Ordenado

Vou-me arranjar = Vou evacuar

Escaparate = Mesa de cabeceira

Psiché/psichel = Toucador

Falsa = Sótão

Ondagora = Há pouco tempo

Grande impôla = Grande chato

Bicha = Fila

Roqueira = Foguete

Bombão = Foguete

Bagou = Tonto, pataroco

Murganho = Ratito

 

 

 

Sobre AICL lusofonias.net

Chrys Chrystello
presidente da direção e da comissão executiva da AICL

Esta entrada foi publicada em AICL no tag com as tags . ligação permanente.