SATA CONDENADA A PAGAR A PILOTO

O advogado do piloto despedido pela SATA em 2015, após criticar no Facebook um administrador da companhia aérea, classificou de “inédita” a decisão do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), que considerou ilícito o afastamento do trabalhador.

Please follow and like us:
error