e os pobres onde ficam? Tomás Quental

E os pobres? Onde ficam?

Durante longas décadas funcionou em Ponta Delgada um “asilo” para idosos e idosas pobres.
Não passavam fome, obviamente, mas as condições de internamento, de facto, apresentavam lacunas e deficiências, desde logo porque o edifício era um solar muito antigo e a carecer de obras.
Tratava-se de uma instituição que funcionava desde 1876, fundada por um benemérito, que deixou os seus bens para servir e apoiar os idosos e as idosas pobres.
Com o apoio das instituições públicas regionais, foram realizadas, entretanto, várias obras e remodelações no edifício, conferindo-lhe mais dignidade e maior conforto, adaptando-o às exigências e às regras actuais para a função em causa: servir a terceira idade.
Só que os idosos e as idosas pobres já não têm lá lugar, porque o “asilo” – designação desactualizada, obviamente – “passou” a “lar” para pessoas com boas posses financeiras. Lamento dizer, mas penso que foi desvirtuado o objectivo do fundador: servir idosos necessitados.
Como a social-democracia e o socialismo em quarenta anos não acabaram com os pobres nos Açores, pergunto: onde ficam hoje os idosos e as idosas pobres quando incapacitados?

Please follow and like us:
error

Publicado por

chrys chrystello

Chrys Chrystello presidente da direção e da comissão executiva da AICL