Tomás Quental · Já dei para esse “peditório”!

Tomás Quental
35 mins ·

Já dei para esse “peditório”!

Tal como no tempo de Antero de Quental (1842-1891), continuam a existir assuntos “tabu” na sociedade açoriana, preconceitos asfixiantes e hipocrisias mal disfarçadas. Contra isso ele lutou, com o seu espírito aberto e lúcido, de grande humanista. Se cá voltasse, teria muito para fazer e dizer!
Esqueci-me que o “status quo” é forte e pretende-se intocável. De repente, um modesto e bem intencionado “post” no Facebook levanta as pedras da calçada, coloca professores contra professores e põe os ânimos em alvoroço. Tenham calma! Já resolvi o assunto, para que as almas cândidas adormeçam sossegadas, certas de que tudo se mantém e manterá como desejam, sob a “capa” das “fachadas”, quantas vezes brancas por fóra, mas muito negras por dentro.
Acho graça que há pessoas no Facebook que não escrevem – porque, se calhar, também não sabem escrever – uma linha nas suas “páginas”, mas estão “prontinhas” para comentar – às vezes com observações mal redigidas, impróprias e até pouco educadas – o que outros escrevem nas suas próprias “páginas”. Mas quem se expõe já sabe que tem que “aguentar” com as “flores” e com os “pedregulhos”. Mas já dei para esse “peditório”! Escrevam, mostrem as vossas ideias, contribuam para um debate sério, proponham soluções, defendam a terra açoriana, como eu tenho feito nas redes sociais e nos jornais, livremente e sem receber um tostão, ao contrário de outros que fazem render bem os seus méritos ou alegados méritos. E a terra açoriana bem que anda carecida de quem a defenda!
Desejo a todos e a todas – é moda agora dizer-se assim – uma santa e descansada noite. Fiquem bem!

Sobre AICL lusofonias.net

Chrys Chrystello presidente da direção e da comissão executiva da AICL
Esta entrada foi publicada em AICL no tag com as tags . ligação permanente.