Nova Portugalidade· O HOMEM MAIS PODEROSO QUE O PRÓPRIO REI

Nova Portugalidade
1 hr ·
O HOMEM MAIS PODEROSO QUE O PRÓPRIO REI

Neste artigo partilho convosco a história de um senhor que teve tanto poder no seu tempo que, dizia-se, era mais poderoso que o próprio Rei. Falo de São Nuno de Santa Maria, também conhecido simplesmente por D. Nuno Álvares Pereira ou Santo Condestável.
Quando falamos neste Herói Nacional, há uma batalha que todos nós recordamos: Aljubarrota. Quem nunca ouviu a história do pequeno exército português que, com a inovadora e eficaz táctica do quadrado, venceu um exército castelhano bem melhor preparado e mais numeroso?
Após essa famosa batalha, que ficou célebre, houve uma outra que, sendo menos conhecida do público em geral, ficou gravada nas crónicas da altura (escritas por Fernão Lopes) como ainda mais retumbante: a Batalha de Valverde, travada em território castelhano e onde o génio militar alcançou uma decisiva vitória, contra um exército inimigo ainda mais numeroso que o de Aljubarrota. Tal como em Aljubarrota, o Santo Condestável decide rezar. Reza quando a batalha parece destinada ao fracasso… No entanto, ele acredita que a mão protectora de Deus salvará as hostes lusitanas. E assim acontece – no final, as tropas portuguesas derrotam, de forma determinante, o inimigo castelhano, contra todas as probabilidades.
Como poderão imaginar, caros leitores, a dívida de gratidão de D.João I, Mestre de Avis, era imensa. O Rei decide, então, dar a Nuno Álvares todas as honrarias possíveis – títulos e terras – tornando-o tão poderoso que chegou a ser dono de quase metade do território português e a ter um exército às suas ordens capaz de ombrear com o exército do próprio Rei.
São Nuno ainda participa na conquista de Ceuta, em 1415, data que marca o início do período mais áureo da História nacional. Após essa conquista, e após a morte de sua esposa, o que decide fazer o Homem que era dono de quase meio Portugal, que era “mais poderoso que o próprio Rei”? Retira-se para um Convento Carmelita, adoptando o nome de Frei Nuno de Santa Maria, abdicando de todos os títulos e riquezas e vivendo na pobreza material até ao último dia da sua vida. Faleceu em 1431, com 71 anos.
O seu legado marcaria para sempre o nosso país. Foi o Santo Condestável que, através do dote de casamento de sua filha, possibilitou a fundação da Casa de Bragança pelo seu genro, D.
Afonso.
Esta famosa Casa tornar-se-ia, mais tarde, Casa Real de Portugal quando, a 1 de Dezembro de 1640, D.João IV, Duque de Bragança, é aclamado Rei de Portugal. Nos nossos dias, ainda temos entre nós descendentes de São Nuno – o Senhor D. Duarte Pio e a sua família, que têm, como não poderia deixar de ser, um carinho especial por Vila Viçosa e pelas suas gentes.
Foi canonizado no dia 26 de Abril de 2009, pelo Papa Bento XVI.
Mamede Broa Fernandes
(adaptado de um artigo publicado, pelo mesmo autor, no jornal escolar “O Cábula”, da Escola Secundária Públia Hortênsia de Castro de Vila Viçosa)

1 comentário a “Nova Portugalidade· O HOMEM MAIS PODEROSO QUE O PRÓPRIO REI

  1. Um artigo muito interessante e sempre bem vindo nos tempos que correm!!!

Os comentários estão fechados.