Compotas e refrigerante dos Açores exportados para a Rússia

Compotas e um refrigerante fabricados nos Açores vão começar a ser exportados para a Rússia, na sequência de uma iniciativa de um empresário deste país.

ECONOMIA

Compotas e refrigerante dos Açores exportados para a Rússia

Reuters

Os produtos em causa são as compotas Quintal dos Açores e o refrigerante é a Kima, da centenária Fábrica Melo Abreu.

“O dono da empresa veio cá de férias com a família e gostou muito do produto, tendo resolvido importar também para os mercados de Moscovo e São Petersburgo”, explicou à agência Lusa o gerente da Melo Abreu, Leite Gomes.

Leite Gomes, que referiu que o primeiro contentor já seguiu para a Rússia, está agora expetante para ver a reação do mercado à Kima e convicto de que a unidade fabril tem capacidade para exportar em grandes quantidades.

O gerente da Melo Abreu explicou que apenas contabilizando Moscovo e São Petersburgo, o mercado representa 40 milhões de potenciais consumidores.

“Capacidade temos nós, haja encomendas”, declarou o gerente da Melo Abreu, unidade fabril centenária que, para além da Kima, produz um outro refrigerante (a Laranjada) e várias cervejas.

De acordo com as informações fornecidas pelo empresário russo à unidade fabril, para já, o produto vai chegar apenas a Moscovo e São Petersburgo, mas, eventualmente, se a operação comercial correr bem, a Kima vai ser vendida em outras zonas, incluindo outros ex-países da União Soviética.

Leite Gomes referiu que os produtos da Melo Abreu são exportados neste momento para os EUA e Canadá, para o denominado “mercado da saudade”, constituído pelas comunidades de emigrantes, havendo outros negócios em perspetiva no mercado norte-americano.

Fernando Sousa, proprietário da empresa Quintal dos Açores, localizada na ilha de São Miguel, que produz mais de uma dezena de compotas com base em produção local, declarou que o negócio surgiu após uma proposta do empresário russo, que resultou de uma visita à unidade de produção.

“Ficamos satisfeitos porque gostaríamos de ver o nosso produto lá fora e porque temos cada vez maior oferta nos últimos anos”, declarou.

O empresário acrescentou que, em setembro, as compotas da ilha de São Miguel também vão estar presentes no âmbito de uma feira que se irá realizar na Rússia.

Os produtos da empresa Quintal dos Açores são exportados atualmente para os EUA e Canadá.

Para além das compotas, o empresário também produz mel, geleias, marmeladas, pimentas e temperos regionais.