LIBERDADE DE IMPRENSA NO BRASIL

Brasil perde nove posições em ranking mundial de liberdade de imprensa

Brasília – O Brasil perdeu nove posições no ranking mundial de liberdade de imprensa de 2013, publicado pela organização não governamental Repórteres sem Fronteiras. ”Fortemente dependente de autoridades políticas no nível estadual, a mídia regional está exposta a ataques, violência física contra seus profissionais e censura provocada por ordens judiciais, que também atingem a blogosfera”, diz o texto do relatório.  Leia mais

Cabo Verde é um dos países africanos melhor colocados no Índice de Liberdade de Imprensa da RSF

Praia – Cabo Verde desceu 16 posições no Índice da Liberdade de Imprensa, passando de 9.º para o 25.º lugar na lista anual divulgada esta quarta-feira pela organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF). A RSF considera, no entanto, que o arquipélago continua a ser um dos países africanos, juntamente com a Namíbia e o Gana, melhor colocados no ranking que classifica a liberdade de imprensa no mundo.  Leia mais

 

LIBERDADE DE IMPRENSA, BRASIL

Brasil perde nove posições em ranking mundial de liberdade de imprensa

Brasília – O
Brasil perdeu nove posições no ranking mundial de liberdade de imprensa
de 2013, publicado pela organização não governamental Repórteres sem
Fronteiras. ”Fortemente dependente de autoridades políticas no nível
estadual, a mídia regional está exposta a ataques, violência física
contra seus profissionais e censura provocada por ordens judiciais, que
também atingem a blogosfera”, diz o texto do relatório.
 Leia mais

Cabo Verde é um dos países africanos melhor colocados no Índice de Liberdade de Imprensa da RSF

Praia – Cabo
Verde desceu 16 posições no Índice da Liberdade de Imprensa, passando
de 9.º para o 25.º lugar na lista anual divulgada esta quarta-feira pela
organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF). A RSF considera, no
entanto, que o arquipélago continua a ser um dos países africanos,
juntamente com a Namíbia e o Gana, melhor colocados no ranking que
classifica a liberdade de imprensa no mundo.

 Leia mais

timor lorosae notícias 31 jan 2013

TIMOR LOROSAE NAÇÃO – diário


Ministro da Energia tailandês em Timor-Leste para reforçar cooperação no setor do petróleo

Posted: 31 Jan 2013 01:07 AM PST

MSE – HB – Lusa
Díli, 31 jan (Lusa) – O ministro da Energia da Tailândia, Pongsak Ruktapongpisal, iniciou hoje uma visita oficial a Timor-Leste para reforço da cooperação no setor do petróleo e assinar um memorando de entendimento com as autoridades timorenses.
Durante a sua estada em Díli, que termina sexta-feira, o ministro tailandês vai reunir-se com o primeiro-ministro de Timor-Leste, Xanana Gusmão, e assinar um memorando de entendimento com o homólogo timorense, Alfredo Pires.
O memorando de entendimento tem como principal objetivo reforçar a cooperação já existente no setor petrolíferos e indústrias relacionadas, refere em comunicado o Ministério dos Recursos Naturais timorense.
No âmbito do documento a assinar na sexta-feira os dois países vão acordar a troca de informações sobre aquele setor e realizar estudos e projetos conjuntos.
O memorando de entendimento prevê também a cooperação entre as empresas petrolíferas de ambos os países, nomeadamente na formação e oportunidades de negócios, acrescenta o comunicado.
Timor-Leste e a Tailândia iniciaram a cooperação no setor petrolífero em 2009 com a assinatura de um acordo para a criação do plano timorense para os hidrocarbonetos e estudos relacionados.
Xanana pede ao grupo de artes marciais de Taekwondo para ser auto-disciplinado

Posted: 31 Jan 2013 01:04 AM PST

Um dos grupos de artes marciais de Taekwondo apresentou-se ontem ao Primeiro Ministro Xanana Gusmão na reunião do Conselho de Ministros por obterem excelentes resultado no evento Indonésia Open, em Jakarta e na University Games, em Laos.
O primeiro ministro tinha deu as boas vindas aos atletas de Taekwondo por levarem o nome do Estado timorense na Indonésia e Laos e por terem obtido bons resultados.
“O valor obtido não vai ficar colocado nas vossas casas, mas será aplicado em disciplina e preservação do vosso comportamento quando estiverem com amigos”, disse Xanana Gusmão ao grupo de artes marciais.
Os participantes que obteram medalha de bronze no evento Indonésia Open foram Eulália da Conceição Amaral e Nilton Gilman Corte-Real de Jesus Lemos.
Em Laos foram três, os atletas, que ganharam também a medalha de bronze, José António Pires, Joanes Paulo António e Celfia M. Silva Freitas.
SAPO TL com Suara Timor Lorosa’e
CAUCUS realiza formação sobre a participação das mulheres na vida política

Posted: 31 Jan 2013 12:56 AM PST

Está a decorrer uma formação do papel da mulher na vida política organizada pela Rede Feto, através do grupo CAUCUS, que começou no dia 29 deste mês e termina hoje, apoiada pela KAS (Kontrad Adenauer Stiftung).
Durante os três dias contou com a presença de 24 mulheres do Partido do Conselho Nacional de Reconstrução Timorense (CNRT) e do Partido Democrática (PD).
A formação tem o objetivo de aumentar o conhecimento sobre o papel das mulheres nos partidos políticos e como é que feita a sua maneira de falar perante o público. Vai servir igualmente para preparar as mulheres que se queiram candidatar para os munícipios.
A cerimónia de abertura foi feita pelo Secretário General do Partido Democrático (PD), Mariano Assanami Sabino. Durante o seu discurso o secretário pediu a todos os participantes para aproveitarem e darem a sua maior atenção a esta oportunidade, porque estas são o futuro das lideranças.
Mariano relembrou a aprticipação das mulheres no tempo da resistência. Pediu para que elas utilizem essas experiências com o fim de criarem uma mudança na sua vida.
A formação conta com o apoio da CAUCUS, Mulher na Política e KAS (Kontrad Adenauer Stiftung). A KAS é uma organização internacional alemã que dá a sua maior atenção em preparar as mulheres de teêm capacidades em serem boas líderes.
Os participantes receberam material sobre Media handling (Como lidar com os Media) e Public Speaking (Falar em público).
SAPO TL com CJITL
Primeira-ministra aconselhou australianos a “relaxarem” sobre campanha eleitoral

Posted: 31 Jan 2013 12:53 AM PST

FV – FV – Lusa
Sydney, Austrália, 31 jan (Lusa) — A primeira-ministra australiana Julia Gillard aconselhou hoje os australianos a “relaxarem”, sustentando que não serão submetidos a uma “campanha amarga” para as próximas eleições marcadas para setembro.
Julia Gillard anunciou eleições nacionais para 14 de setembro, quebrando a tradição de revelar a data do escrutínio apenas com algumas semanas de avanço.
A primeira-ministra australiana disse que iria fazer com que a oposição conservadora, liderada por Tony Abbott, revele as suas políticas para que a votação seja feita com base “não numa campanha fervorosa, mas em deliberações fundamentadas”.
“Relaxem, relaxem, relaxem. Este não é o primeiro dia da campanha eleitoral”, disse hoje Julia Gillard.
“Eu fui perfeitamente clara ontem, o que eu queria era acabar com a especulação disparatada em torno da data das eleições. (…) Avisar as pessoas da data em que vão ser eleições para que possam planear o seu ano”, disse.
SISMO DE 6,2 ABALA SUDESTE DAS ILHAS SALOMÃO NO PACÍFICO

Posted: 31 Jan 2013 12:49 AM PST

FV – FV – Lusa
Sydney, Austrália, 31 jan (Lusa) — Um sismo de magnitude 6,2 na escala de Richter abalou hoje o sudeste das Ilhas Salomão, no Pacífico Sul, sem que as autoridades tenham informado sobre a existência de vítimas ou danos materiais, ou dado alerta de tsunami.
O tremor de terra foi registado às 14:33 (03:33 em Lisboa) na província de Santa Cruz, com hipocentro localizado a 55 quilómetros de profundidade no mar e a 486 quilómetros da localidade de Kira Kira, informou o Serviço Geológico dos Estados Unidos, que regista a atividade sísmica a nível mundial.
As Ilhas Salomão estão localizadas no chamado “Anel de Fogo do Pacífico”, uma área de grande atividade sísmica e vulcânica sacudida por cerca de 7.000 tremores de terra por ano, a maioria de intensidade moderada.
PN ESFORSU HALO LEI HODI REDUS KORRUPSAUN IHA TL

Posted: 31 Jan 2013 12:15 AM PST

Suara Timor Lorosae – Posting Husi: Josefa Parada
DILI – Membru Parlamentu Nasional (PN), hamutuk nain 10, ne’ebe lidera husi Prezidente Parlamentu Nasional, Vicente Guterres, partisipa iha konferensia Global Organization of parliamentarians Against Corruption (GOPAC) durante loron tolu nia laran, iha Manila (Filipina).
Tema ba konferensia GOPAC ba dala lima iha Manila, hodi kolaia kona ba lideransa diak, lei diak, no sedadaun diak. Konferensia ne’e sei konsentra liu ba knar lideransa diak hodi atinzi sosiedade ne’ebe livre husi korupsaun.
Tuir, Vise PN, Aderito Hugo liu husi konferensia imprenza iha Aero Portu Internasional, Nicolao Lobato, Dili, Tersa (29/1). Katak PN iha vontadi makaas halo lei no hari komisaun oin-oin ainsa atu bele redus korupsaun iha TL.
Iha oportunidade ida ne’e, Porta Voz ba delegasaun PN TL, Francisco Miranda Branco hatete konferensia durante loron tolu iha Manila, GOPAC husi kapitulu (nasaun) 73 sei kolaia kona ba efetivamente implementasaun ONU ninia konvensaun kona ba Anti Korupsaun. Informasaun kompletu iha STL Jornal no STL Web, edisaun Kuarta (30/1). Oscar Salsinha
KOMBATE DROGA RAI LARAN, KONTRIBUISAUN TIMOR OAN TOMAK

Posted: 30 Jan 2013 03:57 PM PST

Suara Timor Lorosae – Posting Husi: Josefa Parada
DILI – Tuir Konfigurasaun Nasaun Timor Leste, Droga bele tama liu husi area oin-oin, tan ne’e atu kombate droga no joventude Timor oan labele komete droga, presiza kontribusaun Timor oan tomak nebe hela iha rai laran.
Vice Prezidente Komisaun B Parlamentu Nasional (PN) Asuntu Negosiu Estrajeiru, Defeja no Seguransa Nasionais Duarte Nunes katak Timor Leste ninia konfigurasaun giografikamente droga bele tama liu husi tasi no mos rai maran.
“Ita hare ita nia kapasidade entermus policia, forsa nebe mak ita uza atu hare ba kestaun droga minimu tebes, tan nee’e atu kombate droga presiza parisipasaun ita hotu, liu-liu maluk sira nebe mak hela iha area fronteira,” dehan Duarte ba STL Kuarta (30/01) iha Parlamentu Nasional.
Nia hatutan governu presiza halo sosializasaun ba populasaun sira nebe mak hela iha area fronteira hodi esplika tipu droga nebe tama iha Timor, atu nune populasaun sira mos bele koinese no mos hatene redi drogadu sira nian. Informasaun kompletu iha STL Jornal no STL Web, edisaun Kinta (31/1). Timotio Gusmão
TL LAHIA PROBLEMA, FRONTEIRA BAZEIA AKORDU BELANDA-PORTUGAL

Posted: 30 Jan 2013 06:07 PM PST

Suara Timor Lorosae – Posting Husi: Josefa Parada
DILI – Asuntu Fronteira entre Timor Leste ho Indonesia, to’o oras ne’e hela deit fatin tolu mak nasaun rua ne’e seidauk rejolve, maibe Timor Leste la iha problema kuandu Nasaun rua ne’e revolve asuntu fronteria bazea ba Akordu nebe halao entre Belanda ho Portugal.
Timor Leste oras ne’e ukun aan durante tinan sanulu ona, maibe ulun boot nasaun ne’e nian seidauk konsege rejolve asuntu Fronteria entre Timor Leste ho Indoensia nebe dala barak povu Timor Leste hela iha fronteira sempre sai vitima, tan deit kestaun fronteira.

Tuir vise Prezidente komisaun B Parlamentu Nasional (PN), Asuntu Negosiu Estrajeiru, Defeja no Seguransa Nasionais Duarte Nunes Katak, Timor Leste ninia prosesu nee’e negosiasaun ba Asuntu fronteira kontinua lao nafatin.

“Asuntu fronteira laos Timor Leste ninian deit mas Indonesia hotu, parte rua neee konkorda mak foin bele asina, iha fatin tolu mak ita seidauk konsege rejolve hanesan ida iha Maliana no rua iha Oe-Cusse, ita bele dehan ita laiha problema ona bazea ba akordu belanda ho Portugal ita la iha problema ona,” dehan Deputadu Duarte ba STL Kuarta (30/01) iha Parlamentu Nasional. Informasaun kompletu iha STL Jornal no STL Web, edisaun Kinta (31/1). Timotio Gusmão/Tomas Sanches

KONSTRUSAUN MINISTERIU MSS LAIHIA KUALIDADE

Posted: 30 Jan 2013 03:17 PM PST

Suara Timor Lorosae – Posting Husi: Josefa Parada
DILI – Vice Primeiru Ministru (PM), ba asuntu asocial, Fernando La Sama de Arujo, husu ba iha kompaina ne’ebe kaer konstrusaun edifisiu Ministeriu Solidaredade Sosial (MSS), atu responsabiliza, tanba laiha kualidade.
La Sama dehan Konstrusaun ne’ebe kaer projetu maka Konstruksion Unipesoal no Kompanha PT Sasmito husi Indonesia atu toma responsabiliza ba edefisiu ida ne’e, tanba kualidade ladun diak. Ne’eduni to oras ne’e governu sedauk bele selu ninia orsamentu 10%.
“Hau hanoin iha osan 10% para fo garantia ba situasaun sira hanesan ne’e, ne’ebe ministru sira fo atensaun ona hare kompaina sira ne’ebe mak kaer (projetu) ne’e, tanba edifisiu ne’e foin remata, no sedauk uza, komesa at dadauk ona, ne’eduni sira tenke responsabiliza kona ba ida ne’e,” hatete La sama ba Jornalista iha Hotel Timor Dili, Kuarta (30/1).
Nia informa tan nia sente triste tebes kona ba konstrusaun ba projetu MSS ne’e, bainhira uma ne’e mak rahun duni, hanesan esprensia ida ba kompaina sira tomak. Ne’eduni nia husu ba iha kompaina sira ne’ebe kaer projetu atu halo sasan ne’e ho kualidade, bainhira laiha kualidade ne’e hatudu katak kompaina sira ne’e la serve. Informasaun kompletu iha STL Jornal no STL Web, edisaun Kinta (31/1). Oscar Salsinha
Tribunal de Recurso timorense recusa habeas corpus a ex-ministra da Justiça…

Posted: 30 Jan 2013 02:54 PM PST

… Defesa tem interpretação contrária
MSE – VM – Lusa
Díli, 30 jan (Lusa) – O Tribunal de Recurso de Timor-Leste recusou hoje o pedido de habeas corpus à antiga ministra da Justiça timorense Lúcia Lobato, mas a defesa mantém uma interpretação contrária do acórdão, a que a Lusa teve acesso.
O advogado de Lúcia Lobato, detida na semana passada para cumprir a pena de cinco anos de prisão a que foi condenada por participação económica em negócio, disse hoje à agência Lusa que o Tribunal de Recurso havia concedido o habeas corpus à ex-ministra.
No entanto, o acórdão do Tribunal de Recurso, a que Lusa teve acesso, refere: “Decide este coletivo indeferir o pedido de habeas corpus formulado pela requerente Lúcia Lobato”.
O documento está assinado pelo presidente do Tribunal de Recurso, Cláudio Ximenes, e pelos juízes José Luís da Goia e Maria Natércia Gusmão Pereira.
Segundo fonte judicial, houve uma interpretação incorreta do “voto vencido” do presidente do Tribunal de Recurso, que juntou ao documento uma declaração anexa a justificar a decisão.
“O pedido foi indeferido, mas o presidente do Tribunal de Recurso votou contra a decisão”, explicou a fonte.
Na declaração de voto vencido, o juiz Cláudio Ximenes escreveu que se deveria considerar ilegal a prisão de Lúcia Lobato “por ter sido baseada em decisão condenatória não transitada” e “ordenar a sua imediata libertação”.
“Eu entendo que este coletivo do tribunal de recurso deveria declarar nulo o acórdão do coletivo do tribunal de recurso, constituído pelos juízes Guilhermino da Silva, Cid Orlando Geraldo e Deolindo dos Santos, que julgou improcedente o recurso de fiscalização concreta da constitucionalidade interposto pela arguida (…) e confirmou o acórdão condenatório do tribunal distrital de Díli por esse coletivo ser incompetente”, refere o juiz na sua justificação, que não convenceu os restantes magistrados.
A Lusa contactou o advogado de defesa Sérgio Hornai, que insistiu na sua interpretação de que a decisão do Tribunal de Recurso foi conceder o habeas corpus a Lúcia Lobato, afirmando que se baseia na informação que consta na declaração de voto vencido do presidente do Tribunal de Recurso.
Segundo o advogado de Lúcia Lobato, o pedido de habeas corpus, entregue há uma semana, foi apresentado por terem sido cometidas alegadas inconstitucionalidades e erros processuais.
O acórdão do Tribunal Recurso refere que “nenhum vício se pode apontar ao acórdão deste tribunal proferido nos presentes autos, o qual transitou em julgado e tornou definitiva e exequível a decisão de condenação da requerente, pelo que não há qualquer prisão ilegal da mesma”.
A antiga ministra da Justiça timorense, do V Governo, chefiado por Xanana Gusmão, foi condenada a 08 de junho a cinco anos de prisão pelo Tribunal Distrital de Díli pela prática de um crime de participação económica em negócio.
O crime é relativo à aquisição de fardas para equipar guardas prisionais da Direção Nacional dos Serviços Prisionais e de Reinserção Social.
Relacionados
SAI MEMBRU ASEAN, FRETILIN HUSU TL PRESIZA PRIENSE KRITERIA BARAK

Posted: 30 Jan 2013 10:21 AM PST

Suara Timor Lorosae – Posting Husi: Josefa Parada
DILI – Relasiona Timor Leste (TL) atu tama iha membru ASEAN, bankada Opozisaun FRETILIN kestiona katak, TL tenki priense kritria barak tuir regras nebe’e maka establisidu ona iha ASEAN.
Kestaun ne’e hato’o husi deputada bankada Fretilin Maria Angelica katak atu sai membru ASEAN, nasaun ne’e persija priense criteria barak, tuir regras nebe estabelese ona iha organizasaun ASEAN.
“Hau senti atu tama iha Membru ASEAN ne’e mos presiza criteria barak nebe’e maka ita tenki tuir,primeiru ita ne’e hanesan Nasaun foun, tanba ne’e ita tenki tuir regras nebe’e maka establisidu ona iha ASEAN, maibe TL agora dadaun ne’e halo tentative maka’as atu nune’e bele tama iha ASEAN,” hateten Deputada Maria Angelica ba STL iha uma fukun PN Kuarta (30/01).
Deputadu husi bankada CNRT Arão Noe hateten, Prosesu negosiasaun Timor Leste (TL) atu tama ASEAN lao hela, tanba ne’e maka komesa iha V governu konstituisional, kria sekretaria estadu ida para asuntu ASEAN, atu aslera jerasaun ba iha ASEAN. Informasaun kompletu iha STL Jornal no STL Web, edisaun Kinta (31/1). Jasinta Sequeira
HADIA REKURSU UMANU, TL SEI TAMA MEMBRU ASEAN 2015

Posted: 30 Jan 2013 09:40 AM PST

Suara Timor Lorosae – Posting Husi: Josefa Parada
DILI – Relasiona ho Enkotru nebe halao entre Parlamentu Nasional (PN) ho Ministeriu Negosiu Estrajeiru Timor Leste, Nasaun Timor Leste kontinua Esforsu aan makas hodi hadia rekursu umanu iha rai laran, tamba tuir planu Timor Leste sei sai Membru Asean iha 2015.
Infromasaun ne’e fo sai husi Vice Prezidente Komisaun B Parlamentu Nasional Asuntu Negosiu Estrajeiru, Defeja no Seguransa Nasionais Duarte Nunes.
“Ita projeta tiha ona atu tama ba asean iha 2015, maibe ita tenki hadia buat barak hanesan rekursu umanu tamba ita tenki iha ema atu tuur iha embaixada sira no mos interministerial no buat seluk tan nebe ita presiza hadia,” dehan Duarte ba STL Kuarta (30/01) iha Parlamentu Nasional.

Importante ba Timor Leste katak Duarte, Kriteria nebe mak Asean tau ba iha Meja leten atu nune Timor Leste tenki priense, oras ne’e Timor Leste kompleta hotu ona, tan ne’e to’o iha tinan 2015 Membru asean bele simu Timor Leste sai Membru Asean. Informasaun kompletu iha STL Jornal no STL Web, edisaun Kinta (31/1). Timotio Gusmão/Tomas Sanches

XANANA HUSU BA ARTEMARSIAIS TAEKWONDO ATU DISIPLINA

Posted: 30 Jan 2013 09:28 AM PST

Suara Timor Lorosae– Posting Husi: Josefa Parada
DILI – Artemarsiais husi modalidade Taekwondo, Kuarta (30/1), aprezenta an ba Primeiru Ministru (PM), Kay Rala Xanana Gusmao iha Sorumutuk Konsellu Ministru (KM), tanba sira hetan valor diak iha eventu Indonesia Open iha Jakarta ho University Games iha laos.
PM, Xanana fo benvindu Atletismu Taekwondo, tanba sira bele hamorin Timor Leste nia naran iha rai liur liliu iha Indonezia ho Laos. Sira ne’ebe partisipa ne’ebe ho valor ne’ebe diak tebes.
“Valor imi hetan laos atu tau iha uma deit, maibe valor ba imi atu tau ho displina, no tau imi nia hahalok hamutuk ho kolega sira,” hatete Xanana liu iha sorumutuk Konsellu Ministru.
Ba sira ne’ebe tuir eventu Indonezia Open maka Eulalia da Conceicao Amaral, ho Nilton Gilman Corte-Real de Jesus Lemos. Sira nain rua hetan medalia perunggu. Ba nain tolu seluk ne’ebe tuir eventu iha Laos maka, Jose Antonio Pires, Joanes Paulo Atnomin, ho Celfia M. Silva Freitas, sira nain tolu ne’e mos hetan medalia perunggu. Informasaun kompletu iha STL Jornal no STL Web, edisaun Kinta (31/1). Oscar Salsinha
Artemarsiais Tenke Kumpri Rezulusaun
Suara Timor Lorosae – Posting Husi: Josefa Parada
DILI – Sekretariu Estadu Joventudi no Desportu (SEJD), Miguel Manetelu husu ba membru artemarsias tomak atu kumpri nafatin rezulusaun governu ninia, liliu ba artemarsiais sira ne’ebe hetan suspensaun.
Tuir, Manetelu ba Jurnalista iha Palacio Governu, Dili, katak artemarsiais ne’ebe hatudu ona exemblu diak, no lori TL nia naran ba iha rai liur maka, Taekwondo, Kempo, ho Karate. Ba Artemarsiais sira seluk sedauk bele halao sira nia aktividade tanba hetan suspensaun husi governu.
“Hau hanoin liga mos ba iha 2013, sai sedadaun foun no sai eroi foun ba rai ida ne’e. no sira mos hatudu dadauk ona, tanba ne’e maka hau husu ba modalidade seluk karik latuir rezulusaun governu nian hetan suspensaun hau husu ba lidernsa sira atu mantein tuir rezulusaun ne’e kontra lei artemarsiais to iha tempu ida mandate ne’e remata, sira mos bele banate tuir prestasaun sira ne’ebe maka husi Taekwondo, Kempo, Karate hatudu ona, hau husu para sira banate tuir ida ne’e,” hatete Manetelu.
Ba artemarsiais sira seluk ne’ebe hetan suspensaun, husu atu kumpri nafatin to mandate remata. Governu kuntinua fo apoiu nafatin ba sira bainhira iha eventu ruma. Informasaun kompletu iha STL Jornal no STL Web, edisaun Kinta (31/1). Oscar Salsinha
CABO VERDE SÓ FALA PORTUGUÊS NA CAN 2013

Posted: 30 Jan 2013 09:17 AM PST

A seleção de Cabo Verde na Taça das Nações Africanas só dá entrevistas em português, seguindo as instruções do presidente Jorge Carlos Fonseca.
O objetivo é incentivar o uso da língua portuguesa, de acordo com os responsáveis da seleção, citados hoje no jornal A Bola.
«Uma das razões que levam a que o português não seja tão conhecido internacionalmente é o facto de sermos tão educados com os estrangeiros e falarmos com eles outras línguas», disse o porta-voz Gerson de Matos ao jornal.
«Somos mais de 200 milhões de falantes de português no mundo. Se fizermos questão de falar português, talvez mais pessoas encarem a nossa língua de outra forma», acrescentou ainda Gerson de Matos.
Cabo Verde passou pela primeira vez na história aos quartos-de-final da Taça das Nações Africanas (CAN).
A decisão de Cabo Verde já motivou uma notícia da agência internacional Reuters, com o título: «Cape Verde players speak up for Portuguese language».
EX-MINISTRA LÚCIA LOBATO NÃO SERÁ LIBERTADA – TR RECUSOU RECURSO

Posted: 30 Jan 2013 05:59 AM PST

Ao contrário do que foi noticiado (ver em baixo) pela Agência Lusa em Timor-Leste o Tribunal de Recurso timorense recusou habeas corpus à ex-ministra Lúcia Lobato.
O Timor Lorosae Nação sabe de fonte segura que a notícia da sua eminente libertação por o TR ter aceite o recurso de habeas corpus e o deferir foi fruto de contra-informação provável por parte do advogado da ex-ministra, que alega neste momento que tem a interpretação da eminente libertação da sua constituinte segundo o acordão do Tribunal de Recurso.
– Atualização
Em despacho da Agência Lusa há pouco publicado o jornal Expresso faz saber que se confirma a recusa do TR relativamente ao recurso de pedido de Habeas Corpus apresentado pelo advogado de Lúcia Lobato. (Redação TLN)

Tribunal de Recurso timorense recusa habeas corpus a ex-ministra da Justiça, Defesa tem interpretação contrária
Expresso – Lusa
Díli, 30 jan (Lusa) – O Tribunal de Recurso de Timor-Leste recusou hoje o pedido de habeas corpus à antiga ministra da Justiça timorense Lúcia Lobato, mas a defesa mantém uma interpretação contrária do acórdão, a que a Lusa teve acesso.
O advogado de Lúcia Lobato, detida na semana passada para cumprir a pena de cinco anos de prisão a que foi condenada por participação económica em negócio, disse hoje à agência Lusa que o Tribunal de Recurso havia concedido o habeas corpus à ex-ministra.
No entanto, o acórdão do Tribunal de Recurso, a que Lusa teve acesso, refere: “Decide este coletivo indeferir o pedido de habeas corpus formulado pela requerente Lúcia Lobato”.
Tribunal de Recurso de Timor-Leste concede habeas corpus a ex-ministra da Justiça

Posted: 30 Jan 2013 03:13 AM PST

MSE -VM – PJA – Lusa
O Tribunal de Recurso de Timor-Leste concedeu hoje o habeas corpus à ex-ministra da Justiça Lúcia Lobato, condenada a cinco anos de prisão por participação económica em negócio, disse à Lusa o seu advogado, Sérgio Hornai.
Lúcia Lobato foi detida há uma semana para cumprir a pena e agora será libertada com esta decisão judicial.
Segundo o advogado de Lúcia Lobato, o pedido de habeas corpus, entregue há uma semana, foi apresentado por terem sido cometidas alegadas inconstitucionalidades e erros processuais.
A antiga ministra da Justiça timorense, do V Governo, chefiado por Xanana Gusmão, foi condenada a 08 de junho a cinco anos de prisão pelo Tribunal Distrital de Díli pela prática de um crime de participação económica em negócio.
O crime é relativo à aquisição de fardas para equipar guardas prisionais da Direção Nacional dos Serviços Prisionais e de Reinserção Social.
ALKATIRI: GOVERNU FAILA NEGOSIA KADORAS GS MAI TL

Posted: 30 Jan 2013 02:32 AM PST

Radio Liberdade Dili – Kuarta, 30 Janeiru 2013 – Autor sumariu jornal Independente
Radio, online – Sekertariu Jeral partido istoriku FRETILIN, Mari Alkatiri hateten, governu ne’ebe lidera husi Primeiru Ministru (PM), Kay Rala Xanana Gusmao ‘impoten’ hodi halo negosiasaun dada kadoras Greater Sunrice (GS) mai Timor-Leste.
Tuir Mari, akordu CMATS ne’ebe governu FRETILIN halo ho governu Australia iha 2006 no hetan ratifikasaun husi PN iha 2007 ho votus maioria afavor ne’e sei mate iha loron 23 fulan oin, maibe kadoras GS seidauk mai.
Akordu CMATS ne’e hodi koalia konaba esplorasaun mina no gas iha kampu mina GS no difini katak, bainhira esplora, TL ho Australia tenki fahe hanesan ho lukru porsentu 50-50.
“Akordu ne’e hau halo agora husik ba sira (governu-red), sira mak haktene, sira atu halo saida,”dehan Alkatiri iha PN horseik, (29/1).
Tuir Alkatiri, se nasaun TL ho Australia husik mate akordu CMATS ne’e, signifika katak, atu dada kadoras GS mai TL sei la hetan.
“Negosiasaun depende ba governu ne’ebe agora ukun, no tenki kaer metin mos akordu CMATS,”dehan alkatiri.
Hatan ba akordu CMATS atu mate ona ne’e, Ministru Petroliu no Minarais, Alfredo Pires dehan, TL sei deklara ninia pozisaun bainhira akordu CMATS ne’ebe mate iha tempu besik.
Alfredo kontinua, saida deit mak sei mosu, iha depois akordu ne’e mate. TL nia pozisaun mak kadoras  GS tenki mai TL.
“kualker momentu ita bele deklara, ita bele deklara GS mai TL iha dia 20 de Maiu ou 28 de Novembru konformi deit,”dehan Ministru Petroliu no Minarais ne’e.
Liu husi Alfredo katak, agora dadaun kompanha Woodside tuur hamutuk ho governu TL atu hare hela opsaun dada kadoras GS mai TL.
SOLS PRIMEIRU FO GRADUASAUN BA ESTUDANTE 52

Posted: 30 Jan 2013 02:28 AM PST

Radio Liberdade Dili– Kuarta, 30 Janeiru 2013 11:46 – Autor Santino Dare Matias
Radio, online – Science Of Life Systems (SOSL 24/7) ne’ebe hari iha Timor-Leste 2006 foin premeira vez fo graduasaun ba estudantes 52. Estudante 36 husi Timor oan no 16 husi nasaun Cambodia.
Serimonia graduasaun ne’e halao iha sede jeral SOLS iha Becora, Vertude Segunda, (28/1).
SOLS hanesan instituisaun formasaun iha area kursu Ingles, disiplina etika servisu no hanorin reza ho relijiaun oioin.
Durante prezensa SOLS iha TL Timor oan barak mak hatene lian Ingles, ne’ebe koinesidu iha mundu Internasional.
SOSL ejisti iha nasuan mak hanesan Japaun, Laos, Thailandia, Malazya. Cambodia no Timor-Leste. Iha TL SOLS mos loke ninia liras ba distritu no sub-distritu hamutuk 31 sede SOLS.
Tuir Diretor Geral SOLS, Madenjit Singh husi Malazya dehan, durante SOLS hari iha nasaun ne’e, iha programa rua.
Programa ida estudante sira hela iha sede SOLS. Total estudante mak hela iha SOLS ate agora hamutuk estudantes  10,000, no estudantes sira hela iha uma hamutuk 20,000.  Agora dadaun estudantes halao estudus iha SOLS Becora hamutuk estudantes 350.
Diretor SOSL dehan, ejistensia iha nasaun TL importante tebes, tamba nasaun ne’e foin mak ukun-an. SOLS nia prezensa mos hola parte importante hasae rekursu humanus.
“Ami kontinua nafatin lao ba oin ho programa oioin tan no ami presiza tebes estadu TL fo tulun, liu husi Ministeiru da Edukasuan atu legalija SOLS sai instituisaun formasaun legal iha nasaun ne’e,”dehan Singh iha esperansa.
Diretor Geral Ministeriu da Edukasaun, Domingos Maia  dehan, saida mak durante ne’e SOLS halao signifika tebes ba nasaun TL.  Tinan-tinan estudantes sira akaba husi Sekundaria ne’ebe inan-aman la forsa atu dudu oan sira kontinua ba estudus barak mak ba tuir kursu iha SOLS.
“Mai ita fo valoriza ba SOLS durante ne’e fo importansia ba rekursu humanus iha nasuan ne’e,’dehan Domingos.
Iha esperansa husi fundador SOLS iha TL, husi ba Ministeriu da Edukasaun atu legaliza sai instituisaun formasaun legal iha nasaun ne’e.
TRABALHOS DA PONTE AITARAK LARAN FINALIZARÃO EM ABRIL

Posted: 30 Jan 2013 02:17 AM PST

O presidente da Comissão E-PN, Pedro Martires da Costa, disse que o membro da Consersimu Nacional Timor (CNT), responsavél pela obra na ponte de Aitarak Laran, garantiu que a obra terminará em Abril.
O deputado de bancada CNRT Pedro Costa reconheceu que esta obra foi sempre questionada pela comunidade devido ao engarrafamento do trânsito. O mesmo pediu ao ministério competente responsbilidades à CNT, o qual garantiu a continuação da obra.
Inácio Moreira, deputado da Fretilin, considera a contrução da obra “atrasada e parada”. Faz 6 meses que anda em construção e que já devia ter sido terminada comparando com outras obras maior que estão adiantadas, disse Inácio.
O deputado Adriano João da bancada PD pede ao governo, neste caso ao Minitério das Obras Públicas, para colocar na “lista negra”, a companhia CNT.
SAPO TL com Suara Timor Lorosa’e – com foto
RAO KYAO EM MACAU PARA “RETRATAR MUSICALMENTE” A NOVA CIDADE

Posted: 30 Jan 2013 02:06 AM PST

JCS – HB Lusa
Macau, China, 30 jan (Lusa) – O músico português Rao Kyao está em Macau a “retratar musicalmente” a nova cidade, que está muito diferente da que colocou no projeto “Junção” com a Orquestra Chinesa local, lançado em 1999.
“Tenho uma colaboração já de há um tempo com a Orquestra Chinesa e fui convidado para escrever umas peças para essa orquestra e para estar aqui para me ambientar com o Macau de agora, que faz uma diferença gigantesca”, explicou Rao Kyao à agência Lusa depois de ter atuado na noite de terça-feira no jantar comemorativo do Ano Lunar da Serpente, organizado pela Associação dos Aposentados, Reformados e Pensionistas de Macau (APOMAC).
Rao Kyao disse que a Orquestra Chinesa pretende um retrato musical da nova cidade, que o músico vê como uma “Las Vegas chinesa”.
Mais de 13 anos depois da transferência de poderes de Portugal para a China, quando tocou num sarau cultural, Rao Kyao recorda a antiga cidade de que “gostava mais”, porque tinha “o privado e o público”.
“Tinha uma certa coisa intimista e uma reminiscência do português em Macau que nós sentíamos e que está a desaparecer completamente”, acrescentou.
Declarando-se um apaixonado por Macau, Rao Kyao tem, contudo, saudade de outros tempos, de uma “Macau que era o português com o chinês, aquela coisa, um bocado mais sossegada”.
“Quando fiz o ‘Junção’ com a Orquestra Chinesa, esse disco já era a pensar no Macau anterior, aquele que eu conheci”, disse o músico, que rejeita uma atitude ser um “saudosista daquele cerrado”.
“Mas de certa maneira acho que Macau tinha aqui uma situação única, que era aquela coisa do português no Oriente, que tem muito a ver comigo, e que, na realidade, agora é diferente”, disse.
Sobre os 500 anos da presença portuguesa em Macau, o músico realçou que desejava ver um “significado”, no sentido de se compreender que “é uma coisa que teve uma força real e única no mundo”.
“Este cantinho aqui, onde nunca houve grandes tensões, prova muito da maneira do português, da sua maneira de ser e de como ele se ligou com o chinês que não é fácil”, sustentou, acrescentando que “não convém deixar desaparecer da história esta presença”.
LUÍSA ROCHA AJUDA RESTAURANTE DE MACAU A RECRIAR CASA DE FADOS

Posted: 30 Jan 2013 01:59 AM PST

PNE – JMR – Lusa
Macau, China, 29 jan (Lusa) – A fadista Luísa Rocha está na Ásia pela primeira vez, em resposta a um desafio do restaurante “Porto de Macau”, para uma iniciativa inédita na sua carreira: recriar o ambiente de uma casa de fados portuguesa em território chinês.
“Esta é a minha primeira vez em Macau, e na Ásia, e é a primeira vez que durante uma temporada faço exatamente o mesmo que em Portugal, que é estar em casas de fado”, contou, em entrevista à agência Lusa, a fadista que trocou, por um mês, a “Casa de Linhares”, em Lisboa, pelo “Porto de Macau”.
Luísa Rocha sente-se “perfeitamente em casa” no restaurante português da Região Administrativa Especial chinesa, onde atua todas noites, à exceção de quarta-feira, desde 15 de janeiro e até 14 de fevereiro.
“A única diferença é que quando saio à rua estou em Macau, mas cá dentro estou em Lisboa”, constatou, salientando que o “ambiente [de uma casa de fados tradicional] tem sido muito bem recriado pela gerência e que os muitos clientes portugueses do restaurante fazem-na sentir como “se estivesse em Portugal”.
As noites de fado têm tido “casa cheia”, segundo a gerência, não só com os clientes da saudade, mas também com chineses, japoneses e turistas de outras origens, cuja presença não surpreende Luísa Rocha por serem ‘habitués’ das casas onde atua em terras lusas, mas que tem tornado a experiência da fadista em Macau “muito gratificante”.
A partir das 19:00 (11:00 em Lisboa), os clientes começam a chegar ao “Porto de Macau”, escolhem os seus pratos favoritos de um menu especial e, entre um copo de bom vinho português e uma garfada nas especialidades gastronómicas, os acordes da guitarra portuguesa de Guilherme Banza e da viola de Nelson Aleixo trazem o silêncio para Luísa Rocha cantar o fado.
“O meu disco [“Uma noite de amor”] está sempre presente e depois vou variando o reportório consoante o meu estado de espírito, pois nas casas de fado temos a oportunidade de dar ao público o que sentimos no momento”, explicou a fadista.
Mas há fados que estão quase sempre presentes, é o caso dos tradicionais “Mocita dos Caracóis”, “Fado Alfacinha” e “As Meninas dos Meus Olhos”, bem como “Se o Meu Amor Fosse um Fado”, do primeiro álbum da fadista.
Gil Raposo, um lisboeta de 35 anos, e Mariana Fernandes, uma portuense de 29 anos, proprietários do “Porto de Macau”, de portas abertas há dois anos, decidiram trazer o fado a Macau depois de este estilo musical ter sido classificado como Património Mundial, para promover “um pouco mais” da cultura portuguesa.
Guilherme Banza, amigo de infância de Gil, “tratou de tudo” e hoje o casal admite pretender “dar continuidade a esta experiência”, confessando o sonho de vir a ter no restaurante um “elenco de fadistas diariamente durante um ano ou sempre”.
Macau é o porto de abrigo de Gil e Mariana há cerca de cinco anos onde chegaram com o sonho, que não conseguiram realizar em Portugal, de abrir um restaurante com os sabores da sua infância.
O mesmo porto está a servir de inspiração a Luísa Rocha, que aproveita a estada no território para preparar o novo álbum.
“Aproveitei esta minha vinda a Macau para escolher os temas que vou gravar em março entre muitos poemas e músicas que já me ofereceram”, disse, ao indicar que o novo disco sairá em outubro ou novembro com “algumas surpresas e convidados”, podendo marcar a sua estreia como compositora.
Regressar à Ásia “não está fora de questão”, mas, além dos concertos, Luísa Rocha gostaria de voltar a fazer “umas noites de fado” em outras cidades asiáticas.
Tailândia impede entrada de mais 200 refugiados da minoria Rohingya no país

Posted: 30 Jan 2013 01:55 AM PST

DM – FV – Lusa
Banguecoque, 30 jan (Lusa) – A marinha da Tailândia impediu a entrada de mais de 200 refugiados da minoria Rohingya no país, informaram hoje fontes oficiais citadas pela agência AFP.
Milhares de muçulmanos Rohingya – uma minoria étnica apátrida considerada pela ONU como uma das mais perseguidas do mundo – têm fugido da Birmânia ao longo dos últimos meses devido aos confrontos no estado de Rakhine, no oeste do país.
Fonte oficial da marinha em Banguecoque indicou que foram encontrados mais de 200 Rohingya na terça-feira, a cerca de 40 quilómetros da costa da Tailândia.
“Nós demos-lhes comida e água antes de os encaminhar para um terceiro país”, indicou a mesma fonte sob a condição de anonimato.
A imprensa local noticiou que os refugiados foram avistados perto da ilha de Raja Noi, ao largo de Phuket.
O secretário-geral do Conselho de Segurança Nacional, Paradorn Pattanathabutr, disse à agência AFP na segunda-feira que a Tailândia iria afastar os Rohingya que tentassem alcançar a sua costa.
As duras medidas surgiram depois de as autoridades tailandesas estarem a investigar as suspeitas de que elementos das suas forças de segurança estariam envolvidos no tráfico de Rohingya.
Confrontos entre budistas e muçulmanos causaram já centenas de mortos naquele estado da Birmânia desde junho, e milhares de deslocados, a maioria dos quais da etnia Rohingya.
Mais de 1.300 membros daquele grupo étnico foram detidos na Tailândia depois de terem chegado às suas costas nos últimos meses.
Cerca de 800 mil muçulmanos Rohingya vivem na Birmânia, a maioria dos quais no Estado de Rakhine, ainda que as autoridades do país, predominantemente budista, não os reconheçam como sendo cidadãos birmaneses, mantendo a sua posição de que procedem do vizinho Bangladesh.
Esta comunidade também não é reconhecida no Bangladesh, onde cerca de 300 mil rohingyas se encontram em campos de refugiados.
As Nações Unidas estimam que cerca de 13.000 refugiados tenham fugido da Birmânia e do Bangladesh em 2012, dos quais parte terá morrido durante a viagem.
A Tailândia tem sido alvo de críticas por parte de organizações de defesa dos direitos humanos, por afastar, deportar ou recambiar refugiados Rohingya, não lhes oferecendo proteção.
Primeira-ministra australiana convocou eleições gerais para 14 de setembro

Posted: 30 Jan 2013 01:45 AM PST

FV – FV – Lusa
Sydney, Austrália, 30 jan (Lusa) — A primeira-ministra australiana, Julia Gillard, convocou hoje eleições gerais para 14 de setembro, com o parlamento a ser dissolvido a 12 de agosto.
Julia Gillard fez o anúncio durante um discurso no Clube de Imprensa em Camberra, definindo as prioridades para este ano para o Partido Trabalhista atualmente no poder.
Exército junta-se às operações de limpeza das inundações no nordeste da Austrália

Posted: 30 Jan 2013 01:41 AM PST

FV – FV – Lusa
Sydney, Austrália, 30 jan (Lusa) — Os soldados australianos juntaram-se às operações de limpeza na cidade de Bundaberg, a mais afetadas pelas recentes inundações no nordeste do país, enquanto prossegue a busca de duas pessoas desaparecidas.
Até à data foi reportado um total de quatro mortos provocados pela passagem da tempestade tropical Oswald, no nordeste do país oceânico, indicou a agência de notícias espanhola Efe.
O nível das águas já começou a baixar no estado de Queensland, mas milhares de residentes continuam a aguardar para poderem regressar aos seus lares, de acordo com a cadeia australiana ABC.
Outras informações dão conta que Brisbane, a capital de Queensland, está a ponto de começar a ter falta de água potável e que outras localidades isoladas pelas inundações começam ser afetadas pela escassez de bens essenciais.
Embora não tenha sido divulgado o montante dos prejuízos causados pelas inundações, Judy Shepherd, representante da Associação de Produtores de Fruta, considera que estas são “milionárias” e “catastróficas” no setor dos citrinos em Queensland.
Segundo o conselho de seguradoras da Austrália, as reclamações apresentadas até à data pelos danos causados pelas inundações em Queensland ascendem a 75 milhões de dólares (55,8 milhões de euros).
Ainda que se preveja um aumento deste montante, de acordo com a Efe, os prejuízos não deverão superar os 2.504 milhões de dólares (1.862 milhões de euros) provocados pelas iunundações que afetaram Queensland em 2011, as mais graves que assolaram o país, provocando 35 mortos.
You are subscribed to email updates from TIMOR LOROSAE NAÇÃO
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610

conferência

Newsletter do Observatório da Língua Portuguesa

Se não visualizar correctamente este e-mail, clique aqui.
CONVITE

O Observatório da Língua Portuguesa convida-a(o) a participar na Conferência

A Academia das Ciências de Lisboa, a APEDI – Associação de Professores para a Educação Intercultural, o Ciberdúvidas da Língua Portuguesa, o OLP – Observatório da Língua Portuguesa e a Priberam convidam-na(o) a participar na Conferência “A Sociedade Civil no Plano de Ação de Brasília”. CONSULTE AQUI O PROGRAMA.

Localização: Academia das Ciências de Lisboa

CASO NÃO POSSA ESTAR PRESENTE

Poderá assistir à transmissão em direto desta Conferência na

PÁGINA DO OBSERVATÓRIO DA LÍNGUA PORTUGUESA no SAPO Vídeos

ou, ainda, no MEO Kanal, criado para este efeito.

Para aceder, basta carregar no botão verde do seu comando e inserir o número:

Produzido por PTC © 2011 Todos os direitos reservados
O SAPO é uma marca e um motor de busca criado na Universidade de Aveiro
Se não pretender continuar a receber estas informações, clique aqui.

timor lorosae notícias 31 jan 2013

TIMOR LOROSAE NAÇÃO – diário





Posted: 31 Jan 2013 01:07 AM PST
MSE – HB – Lusa

Díli,
31 jan (Lusa) – O ministro da Energia da Tailândia, Pongsak
Ruktapongpisal, iniciou hoje uma visita oficial a Timor-Leste para
reforço da cooperação no setor do petróleo e assinar um memorando de
entendimento com as autoridades timorenses.

Durante
a sua estada em Díli, que termina sexta-feira, o ministro tailandês vai
reunir-se com o primeiro-ministro de Timor-Leste, Xanana Gusmão, e
assinar um memorando de entendimento com o homólogo timorense, Alfredo
Pires.

O
memorando de entendimento tem como principal objetivo reforçar a
cooperação já existente no setor petrolíferos e indústrias relacionadas,
refere em comunicado o Ministério dos Recursos Naturais timorense.

No
âmbito do documento a assinar na sexta-feira os dois países vão acordar
a troca de informações sobre aquele setor e realizar estudos e projetos
conjuntos.

O
memorando de entendimento prevê também a cooperação entre as empresas
petrolíferas de ambos os países, nomeadamente na formação e
oportunidades de negócios, acrescenta o comunicado.

Timor-Leste
e a Tailândia iniciaram a cooperação no setor petrolífero em 2009 com a
assinatura de um acordo para a criação do plano timorense para os
hidrocarbonetos e estudos relacionados.

Posted: 31 Jan 2013 01:04 AM PST
Um
dos grupos de artes marciais de Taekwondo apresentou-se ontem ao
Primeiro Ministro Xanana Gusmão na reunião do Conselho de Ministros por
obterem excelentes resultado no evento Indonésia Open, em Jakarta e na
University Games, em Laos.
 
O
primeiro ministro tinha deu as boas vindas aos atletas de Taekwondo por
levarem o nome do Estado timorense na Indonésia e Laos e por terem
obtido bons resultados.

“O
valor obtido não vai ficar colocado nas vossas casas, mas será aplicado
em disciplina e preservação do vosso comportamento quando estiverem com
amigos”, disse Xanana Gusmão ao grupo de artes marciais.

Os
participantes que obteram medalha de bronze no evento Indonésia Open
foram Eulália da Conceição Amaral e Nilton Gilman Corte-Real de Jesus
Lemos. 

Em
Laos foram três, os atletas, que ganharam também a medalha de bronze,
José António Pires, Joanes Paulo António e Celfia M. Silva Freitas.

 

SAPO TL com Suara Timor Lorosa’e 


Posted: 31 Jan 2013 12:56 AM PST
Está
a decorrer uma formação do papel da mulher na vida política organizada
pela Rede Feto, através do grupo CAUCUS, que começou no dia 29 deste mês
e termina hoje, apoiada pela KAS (Kontrad Adenauer Stiftung).

Durante
os três dias contou com a presença de 24 mulheres do Partido do
Conselho Nacional de Reconstrução Timorense (CNRT) e do Partido
Democrática (PD).

A
formação tem o objetivo de aumentar o conhecimento sobre o papel das
mulheres nos partidos políticos e como é que feita a sua maneira de
falar perante o público. Vai servir igualmente para preparar as mulheres
que se queiram candidatar para os munícipios.

A
cerimónia de abertura foi feita pelo Secretário General do Partido
Democrático (PD), Mariano Assanami Sabino. Durante o seu discurso o
secretário pediu a todos os participantes para aproveitarem e darem a
sua maior atenção a esta oportunidade, porque estas são o futuro das
lideranças.

Mariano
relembrou a aprticipação das mulheres no tempo da resistência. Pediu
para que elas utilizem essas experiências com o fim de criarem uma
mudança na sua vida.  

A
formação conta com o apoio da CAUCUS, Mulher na Política e KAS (Kontrad
Adenauer Stiftung). A KAS é uma organização internacional alemã que dá a
sua maior atenção em preparar as mulheres de teêm capacidades em serem
boas líderes.

Os participantes receberam material sobre Media handling (Como lidar com os Media) e Public Speaking (Falar em público).

SAPO TL com CJITL 


Posted: 31 Jan 2013 12:53 AM PST
FV – FV – Lusa

Sydney,
Austrália, 31 jan (Lusa) — A primeira-ministra australiana Julia
Gillard aconselhou hoje os australianos a “relaxarem”, sustentando que
não serão submetidos a uma “campanha amarga” para as próximas eleições
marcadas para setembro.

Julia
Gillard anunciou eleições nacionais para 14 de setembro, quebrando a
tradição de revelar a data do escrutínio apenas com algumas semanas de
avanço.

A
primeira-ministra australiana disse que iria fazer com que a oposição
conservadora, liderada por Tony Abbott, revele as suas políticas para
que a votação seja feita com base “não numa campanha fervorosa, mas em
deliberações fundamentadas”.

“Relaxem, relaxem, relaxem. Este não é o primeiro dia da campanha eleitoral”, disse hoje Julia Gillard.

“Eu
fui perfeitamente clara ontem, o que eu queria era acabar com a
especulação disparatada em torno da data das eleições. (…) Avisar as
pessoas da data em que vão ser eleições para que possam planear o seu
ano”, disse.

Posted: 31 Jan 2013 12:49 AM PST
FV – FV – Lusa

Sydney,
Austrália, 31 jan (Lusa) — Um sismo de magnitude 6,2 na escala de
Richter abalou hoje o sudeste das Ilhas Salomão, no Pacífico Sul, sem
que as autoridades tenham informado sobre a existência de vítimas ou
danos materiais, ou dado alerta de tsunami.

O
tremor de terra foi registado às 14:33 (03:33 em Lisboa) na província
de Santa Cruz, com hipocentro localizado a 55 quilómetros de
profundidade no mar e a 486 quilómetros da localidade de Kira Kira,
informou o Serviço Geológico dos Estados Unidos, que regista a atividade
sísmica a nível mundial.

As
Ilhas Salomão estão localizadas no chamado “Anel de Fogo do Pacífico”,
uma área de grande atividade sísmica e vulcânica sacudida por cerca de
7.000 tremores de terra por ano, a maioria de intensidade moderada.

Posted: 31 Jan 2013 12:15 AM PST
Suara Timor Lorosae – Posting Husi: Josefa Parada

DILI
– Membru Parlamentu Nasional (PN), hamutuk nain 10, ne’ebe lidera husi
Prezidente Parlamentu Nasional, Vicente Guterres, partisipa iha
konferensia Global Organization of parliamentarians Against Corruption
(GOPAC) durante loron tolu nia laran, iha Manila (Filipina).

Tema
ba konferensia GOPAC ba dala lima iha Manila, hodi kolaia kona ba
lideransa diak, lei diak, no sedadaun diak. Konferensia ne’e sei
konsentra liu ba knar lideransa diak hodi atinzi sosiedade ne’ebe livre
husi korupsaun.

Tuir,
Vise PN, Aderito Hugo liu husi konferensia imprenza iha Aero Portu
Internasional, Nicolao Lobato, Dili, Tersa (29/1). Katak PN iha vontadi
makaas halo lei no hari komisaun oin-oin ainsa atu bele redus korupsaun
iha TL.
Iha
oportunidade ida ne’e, Porta Voz ba delegasaun PN TL, Francisco Miranda
Branco hatete konferensia durante loron tolu iha Manila, GOPAC husi
kapitulu (nasaun) 73 sei kolaia kona ba efetivamente implementasaun ONU
ninia konvensaun kona ba Anti Korupsaun. Informasaun kompletu iha STL
Jornal no STL Web, edisaun Kuarta (30/1). Oscar Salsinha


Posted: 30 Jan 2013 03:57 PM PST
Suara Timor Lorosae – Posting Husi: Josefa Parada

DILI
– Tuir Konfigurasaun Nasaun Timor Leste, Droga bele tama liu husi area
oin-oin, tan ne’e atu kombate droga no joventude Timor oan labele komete
droga, presiza kontribusaun Timor oan tomak nebe hela iha rai laran.

Vice
Prezidente Komisaun B Parlamentu Nasional (PN) Asuntu Negosiu
Estrajeiru, Defeja no Seguransa Nasionais Duarte Nunes katak Timor Leste
ninia konfigurasaun giografikamente droga bele tama liu husi tasi no
mos rai maran.

“Ita
hare ita nia kapasidade entermus policia, forsa nebe mak ita uza atu
hare ba kestaun droga minimu tebes, tan nee’e atu kombate droga presiza
parisipasaun ita hotu, liu-liu maluk sira nebe mak hela iha area
fronteira,” dehan Duarte ba STL Kuarta (30/01) iha Parlamentu Nasional.
Nia
hatutan governu presiza halo sosializasaun ba populasaun sira nebe mak
hela iha area fronteira hodi esplika tipu droga nebe tama iha Timor, atu
nune populasaun sira mos bele koinese no mos hatene redi drogadu sira
nian. Informasaun kompletu iha STL Jornal no STL Web, edisaun Kinta
(31/1). Timotio Gusmão 


Posted: 30 Jan 2013 06:07 PM PST
Suara Timor Lorosae – Posting Husi: Josefa Parada

DILI
– Asuntu Fronteira entre Timor Leste ho Indonesia, to’o oras ne’e hela
deit fatin tolu mak nasaun rua ne’e seidauk rejolve, maibe Timor Leste
la iha problema kuandu Nasaun rua ne’e revolve asuntu fronteria bazea ba
Akordu nebe halao entre Belanda ho Portugal.

Timor
Leste oras ne’e ukun aan durante tinan sanulu ona, maibe ulun boot
nasaun ne’e nian seidauk konsege rejolve asuntu Fronteria entre Timor
Leste ho Indoensia nebe dala barak povu Timor Leste hela iha fronteira
sempre sai vitima, tan deit kestaun fronteira.

Tuir
vise Prezidente komisaun B Parlamentu Nasional (PN), Asuntu Negosiu
Estrajeiru, Defeja no Seguransa Nasionais Duarte Nunes Katak, Timor
Leste ninia prosesu nee’e negosiasaun ba Asuntu fronteira kontinua lao
nafatin. 


“Asuntu
fronteira laos Timor Leste ninian deit mas Indonesia hotu, parte rua
neee konkorda mak foin bele asina, iha fatin tolu mak ita seidauk
konsege rejolve hanesan ida iha Maliana no rua iha Oe-Cusse, ita bele
dehan ita laiha problema ona bazea ba akordu belanda ho Portugal ita la
iha problema ona,” dehan Deputadu Duarte ba STL Kuarta (30/01) iha
Parlamentu Nasional. Informasaun kompletu iha STL Jornal no STL Web,
edisaun Kinta (31/1). Timotio Gusmão/Tomas Sanches

Posted: 30 Jan 2013 03:17 PM PST
Suara Timor Lorosae – Posting Husi: Josefa Parada

DILI
– Vice Primeiru Ministru (PM), ba asuntu asocial, Fernando La Sama de
Arujo, husu ba iha kompaina ne’ebe kaer konstrusaun edifisiu Ministeriu
Solidaredade Sosial (MSS), atu responsabiliza, tanba laiha kualidade. 

La
Sama dehan Konstrusaun ne’ebe kaer projetu maka Konstruksion Unipesoal
no Kompanha PT Sasmito husi Indonesia atu toma responsabiliza ba
edefisiu ida ne’e, tanba kualidade ladun diak. Ne’eduni to oras ne’e
governu sedauk bele selu ninia orsamentu 10%. 

“Hau
hanoin iha osan 10% para fo garantia ba situasaun sira hanesan ne’e,
ne’ebe ministru sira fo atensaun ona hare kompaina sira ne’ebe mak kaer
(projetu) ne’e, tanba edifisiu ne’e foin remata, no sedauk uza, komesa
at dadauk ona, ne’eduni sira tenke responsabiliza kona ba ida ne’e,”
hatete La sama ba Jornalista iha Hotel Timor Dili, Kuarta (30/1). 
Nia
informa tan nia sente triste tebes kona ba konstrusaun ba projetu MSS
ne’e, bainhira uma ne’e mak rahun duni, hanesan esprensia ida ba
kompaina sira tomak. Ne’eduni nia husu ba iha kompaina sira ne’ebe kaer
projetu atu halo sasan ne’e ho kualidade, bainhira laiha kualidade ne’e
hatudu katak kompaina sira ne’e la serve. Informasaun kompletu iha STL
Jornal no STL Web, edisaun Kinta (31/1). Oscar Salsinha 


Posted: 30 Jan 2013 02:54 PM PST
… Defesa tem interpretação contrária
MSE – VM – Lusa
Díli,
30 jan (Lusa) – O Tribunal de Recurso de Timor-Leste recusou hoje o
pedido de habeas corpus à antiga ministra da Justiça timorense Lúcia
Lobato, mas a defesa mantém uma interpretação contrária do acórdão, a
que a Lusa teve acesso.
O
advogado de Lúcia Lobato, detida na semana passada para cumprir a pena
de cinco anos de prisão a que foi condenada por participação económica
em negócio, disse hoje à agência Lusa que o Tribunal de Recurso havia
concedido o habeas corpus à ex-ministra.
No
entanto, o acórdão do Tribunal de Recurso, a que Lusa teve acesso,
refere: “Decide este coletivo indeferir o pedido de habeas corpus
formulado pela requerente Lúcia Lobato”.
O
documento está assinado pelo presidente do Tribunal de Recurso, Cláudio
Ximenes, e pelos juízes José Luís da Goia e Maria Natércia Gusmão
Pereira.
Segundo
fonte judicial, houve uma interpretação incorreta do “voto vencido” do
presidente do Tribunal de Recurso, que juntou ao documento uma
declaração anexa a justificar a decisão.
“O pedido foi indeferido, mas o presidente do Tribunal de Recurso votou contra a decisão”, explicou a fonte.
Na
declaração de voto vencido, o juiz Cláudio Ximenes escreveu que se
deveria considerar ilegal a prisão de Lúcia Lobato “por ter sido baseada
em decisão condenatória não transitada” e “ordenar a sua imediata
libertação”.
“Eu
entendo que este coletivo do tribunal de recurso deveria declarar nulo o
acórdão do coletivo do tribunal de recurso, constituído pelos juízes
Guilhermino da Silva, Cid Orlando Geraldo e Deolindo dos Santos, que
julgou improcedente o recurso de fiscalização concreta da
constitucionalidade interposto pela arguida (…) e confirmou o acórdão
condenatório do tribunal distrital de Díli por esse coletivo ser
incompetente”, refere o juiz na sua justificação, que não convenceu os
restantes magistrados.
A
Lusa contactou o advogado de defesa Sérgio Hornai, que insistiu na sua
interpretação de que a decisão do Tribunal de Recurso foi conceder o
habeas corpus a Lúcia Lobato, afirmando que se baseia na informação que
consta na declaração de voto vencido do presidente do Tribunal de
Recurso.
Segundo
o advogado de Lúcia Lobato, o pedido de habeas corpus, entregue há uma
semana, foi apresentado por terem sido cometidas alegadas
inconstitucionalidades e erros processuais.
O
acórdão do Tribunal Recurso refere que “nenhum vício se pode apontar ao
acórdão deste tribunal proferido nos presentes autos, o qual transitou
em julgado e tornou definitiva e exequível a decisão de condenação da
requerente, pelo que não há qualquer prisão ilegal da mesma”.
A
antiga ministra da Justiça timorense, do V Governo, chefiado por Xanana
Gusmão, foi condenada a 08 de junho a cinco anos de prisão pelo
Tribunal Distrital de Díli pela prática de um crime de participação
económica em negócio.
O
crime é relativo à aquisição de fardas para equipar guardas prisionais
da Direção Nacional dos Serviços Prisionais e de Reinserção Social.
Relacionados

Posted: 30 Jan 2013 10:21 AM PST
Suara Timor Lorosae – Posting Husi: Josefa Parada

DILI
– Relasiona Timor Leste (TL) atu tama iha membru ASEAN, bankada
Opozisaun FRETILIN kestiona katak, TL tenki priense kritria barak tuir
regras nebe’e maka establisidu ona iha ASEAN.

Kestaun
ne’e hato’o husi deputada bankada Fretilin Maria Angelica katak atu sai
membru ASEAN, nasaun ne’e persija priense criteria barak, tuir regras
nebe estabelese ona iha organizasaun ASEAN.
  

“Hau
senti atu tama iha Membru ASEAN ne’e mos presiza criteria barak nebe’e
maka ita tenki tuir,primeiru ita ne’e hanesan Nasaun foun, tanba ne’e
ita tenki tuir regras nebe’e maka establisidu ona iha ASEAN, maibe TL
agora dadaun ne’e halo tentative maka’as atu nune’e bele tama iha
ASEAN,” hateten Deputada Maria Angelica ba STL iha uma fukun PN Kuarta
(30/01). 
Deputadu
husi bankada CNRT Arão Noe hateten, Prosesu negosiasaun Timor Leste
(TL) atu tama ASEAN lao hela, tanba ne’e maka komesa iha V governu
konstituisional, kria sekretaria estadu ida para asuntu ASEAN, atu
aslera jerasaun ba iha ASEAN. Informasaun kompletu iha STL Jornal no STL
Web, edisaun Kinta (31/1). Jasinta Sequeira 


Posted: 30 Jan 2013 09:40 AM PST
Suara Timor Lorosae – Posting Husi: Josefa Parada

DILI
– Relasiona ho Enkotru nebe halao entre Parlamentu Nasional (PN) ho
Ministeriu Negosiu Estrajeiru Timor Leste, Nasaun Timor Leste kontinua
Esforsu aan makas hodi hadia rekursu umanu iha rai laran, tamba tuir
planu Timor Leste sei sai Membru Asean iha 2015.

Infromasaun
ne’e fo sai husi Vice Prezidente Komisaun B Parlamentu Nasional Asuntu
Negosiu Estrajeiru, Defeja no Seguransa Nasionais Duarte Nunes.
“Ita
projeta tiha ona atu tama ba asean iha 2015, maibe ita tenki hadia buat
barak hanesan rekursu umanu tamba ita tenki iha ema atu tuur iha
embaixada sira no mos interministerial no buat seluk tan nebe ita
presiza hadia,” dehan Duarte ba STL Kuarta (30/01) iha Parlamentu
Nasional.


Importante
ba Timor Leste katak Duarte, Kriteria nebe mak Asean tau ba iha Meja
leten atu nune Timor Leste tenki priense, oras ne’e Timor Leste kompleta
hotu ona, tan ne’e to’o iha tinan 2015 Membru asean bele simu Timor
Leste sai Membru Asean. Informasaun kompletu iha STL Jornal no STL Web,
edisaun Kinta (31/1). Timotio Gusmão/Tomas Sanches 


Posted: 30 Jan 2013 09:28 AM PST
Suara Timor Lorosae– Posting Husi: Josefa Parada

DILI
– Artemarsiais husi modalidade Taekwondo, Kuarta (30/1), aprezenta an
ba Primeiru Ministru (PM), Kay Rala Xanana Gusmao iha Sorumutuk Konsellu
Ministru (KM), tanba sira hetan valor diak iha eventu Indonesia Open
iha Jakarta ho University Games iha laos.

PM,
Xanana fo benvindu Atletismu Taekwondo, tanba sira bele hamorin Timor
Leste nia naran iha rai liur liliu iha Indonezia ho Laos. Sira ne’ebe
partisipa ne’ebe ho valor ne’ebe diak tebes.

“Valor
imi hetan laos atu tau iha uma deit, maibe valor ba imi atu tau ho
displina, no tau imi nia hahalok hamutuk ho kolega sira,” hatete Xanana
liu iha sorumutuk Konsellu Ministru.
Ba
sira ne’ebe tuir eventu Indonezia Open maka Eulalia da Conceicao
Amaral, ho Nilton Gilman Corte-Real de Jesus Lemos. Sira nain rua hetan
medalia perunggu. Ba nain tolu seluk ne’ebe tuir eventu iha Laos maka,
Jose Antonio Pires, Joanes Paulo Atnomin, ho Celfia M. Silva Freitas,
sira nain tolu ne’e mos hetan medalia perunggu. Informasaun kompletu iha
STL Jornal no STL Web, edisaun Kinta (31/1). Oscar Salsinha 

Artemarsiais Tenke Kumpri Rezulusaun 

Suara Timor Lorosae – Posting Husi: Josefa Parada

DILI
– Sekretariu Estadu Joventudi no Desportu (SEJD), Miguel Manetelu husu
ba membru artemarsias tomak atu kumpri nafatin rezulusaun governu ninia,
liliu ba artemarsiais sira ne’ebe hetan suspensaun.

Tuir,
Manetelu ba Jurnalista iha Palacio Governu, Dili, katak artemarsiais
ne’ebe hatudu ona exemblu diak, no lori TL nia naran ba iha rai liur
maka, Taekwondo, Kempo, ho Karate. Ba Artemarsiais sira seluk sedauk
bele halao sira nia aktividade tanba hetan suspensaun husi governu.

“Hau
hanoin liga mos ba iha 2013, sai sedadaun foun no sai eroi foun ba rai
ida ne’e. no sira mos hatudu dadauk ona, tanba ne’e maka hau husu ba
modalidade seluk karik latuir rezulusaun governu nian hetan suspensaun
hau husu ba lidernsa sira atu mantein tuir rezulusaun ne’e kontra lei
artemarsiais to iha tempu ida mandate ne’e remata, sira mos bele banate
tuir prestasaun sira ne’ebe maka husi Taekwondo, Kempo, Karate hatudu
ona, hau husu para sira banate tuir ida ne’e,” hatete Manetelu.
Ba
artemarsiais sira seluk ne’ebe hetan suspensaun, husu atu kumpri
nafatin to mandate remata. Governu kuntinua fo apoiu nafatin ba sira
bainhira iha eventu ruma. Informasaun kompletu iha STL Jornal no STL
Web, edisaun Kinta (31/1). Oscar Salsinha 


Posted: 30 Jan 2013 09:17 AM PST

A
seleção de Cabo Verde na Taça das Nações Africanas só dá entrevistas em
português, seguindo as instruções do presidente Jorge Carlos Fonseca.

O objetivo é incentivar o uso da língua portuguesa, de acordo com os responsáveis da seleção, citados hoje no jornal A Bola.

«Uma
das razões que levam a que o português não seja tão conhecido
internacionalmente é o facto de sermos tão educados com os estrangeiros e
falarmos com eles outras línguas», disse o porta-voz Gerson de Matos ao
jornal.

«Somos
mais de 200 milhões de falantes de português no mundo. Se fizermos
questão de falar português, talvez mais pessoas encarem a nossa língua
de outra forma», acrescentou ainda Gerson de Matos.

Cabo Verde passou pela primeira vez na história aos quartos-de-final da Taça das Nações Africanas (CAN).

A decisão de Cabo Verde já motivou uma notícia da agência internacional Reuters, com o título: «Cape Verde players speak up for Portuguese language».

Posted: 30 Jan 2013 05:59 AM PST
Ao contrário do que foi noticiado (ver em baixo) pela Agência Lusa em Timor-Leste o Tribunal de Recurso timorense recusou habeas corpus à ex-ministra Lúcia Lobato. 

O
Timor Lorosae Nação sabe de fonte segura que a notícia da sua eminente
libertação por o TR ter aceite o recurso de habeas corpus e o deferir
foi fruto de contra-informação provável por parte do advogado da
ex-ministra, que alega neste momento que tem a interpretação da eminente
libertação da sua constituinte segundo o acordão do Tribunal de
Recurso. 

– Atualização

Em
despacho da Agência Lusa há pouco publicado o jornal Expresso faz saber
que se confirma a recusa do TR relativamente ao recurso de pedido de
Habeas Corpus apresentado pelo advogado de Lúcia Lobato. (Redação TLN)

Tribunal de Recurso timorense recusa habeas corpus a ex-ministra da Justiça, Defesa tem interpretação contrária

Expresso – Lusa

Díli,
30 jan (Lusa) – O Tribunal de Recurso de Timor-Leste recusou hoje o
pedido de habeas corpus à antiga ministra da Justiça timorense Lúcia
Lobato, mas a defesa mantém uma interpretação contrária do acórdão, a
que a Lusa teve acesso.

O
advogado de Lúcia Lobato, detida na semana passada para cumprir a pena
de cinco anos de prisão a que foi condenada por participação económica
em negócio, disse hoje à agência Lusa que o Tribunal de Recurso havia
concedido o habeas corpus à ex-ministra.

No
entanto, o acórdão do Tribunal de Recurso, a que Lusa teve acesso,
refere: “Decide este coletivo indeferir o pedido de habeas corpus
formulado pela requerente Lúcia Lobato”.

Posted: 30 Jan 2013 03:13 AM PST
MSE -VM – PJA – Lusa

O
Tribunal de Recurso de Timor-Leste concedeu hoje o habeas corpus à
ex-ministra da Justiça Lúcia Lobato, condenada a cinco anos de prisão
por participação económica em negócio, disse à Lusa o seu advogado,
Sérgio Hornai.

Lúcia Lobato foi detida há uma semana para cumprir a pena e agora será libertada com esta decisão judicial.

Segundo
o advogado de Lúcia Lobato, o pedido de habeas corpus, entregue há uma
semana, foi apresentado por terem sido cometidas alegadas
inconstitucionalidades e erros processuais.

A
antiga ministra da Justiça timorense, do V Governo, chefiado por Xanana
Gusmão, foi condenada a 08 de junho a cinco anos de prisão pelo
Tribunal Distrital de Díli pela prática de um crime de participação
económica em negócio.

O
crime é relativo à aquisição de fardas para equipar guardas prisionais
da Direção Nacional dos Serviços Prisionais e de Reinserção Social.

Posted: 30 Jan 2013 02:32 AM PST
Radio Liberdade Dili – Kuarta, 30 Janeiru 2013 – Autor sumariu jornal Independente

Radio,
online – Sekertariu Jeral partido istoriku FRETILIN, Mari Alkatiri
hateten, governu ne’ebe lidera husi Primeiru Ministru (PM), Kay Rala
Xanana Gusmao ‘impoten’ hodi halo negosiasaun dada kadoras Greater
Sunrice (GS) mai Timor-Leste.

Tuir
Mari, akordu CMATS ne’ebe governu FRETILIN halo ho governu Australia
iha 2006 no hetan ratifikasaun husi PN iha 2007 ho votus maioria afavor
ne’e sei mate iha loron 23 fulan oin, maibe kadoras GS seidauk mai.

Akordu
CMATS ne’e hodi koalia konaba esplorasaun mina no gas iha kampu mina GS
no difini katak, bainhira esplora, TL ho Australia tenki fahe hanesan
ho lukru porsentu 50-50.

“Akordu
ne’e hau halo agora husik ba sira (governu-red), sira mak haktene, sira
atu halo saida,”dehan Alkatiri iha PN horseik, (29/1).

Tuir Alkatiri, se nasaun TL ho Australia husik mate akordu CMATS ne’e, signifika katak, atu dada kadoras GS mai TL sei la hetan.

“Negosiasaun depende ba governu ne’ebe agora ukun, no tenki kaer metin mos akordu CMATS,”dehan alkatiri.

Hatan
ba akordu CMATS atu mate ona ne’e, Ministru Petroliu no Minarais,
Alfredo Pires dehan, TL sei deklara ninia pozisaun bainhira akordu CMATS
ne’ebe mate iha tempu besik.

Alfredo kontinua, saida deit mak sei mosu, iha depois akordu ne’e mate. TL nia pozisaun mak kadoras  GS tenki mai TL.

“kualker
momentu ita bele deklara, ita bele deklara GS mai TL iha dia 20 de Maiu
ou 28 de Novembru konformi deit,”dehan Ministru Petroliu no Minarais
ne’e.

Liu husi Alfredo katak, agora dadaun kompanha Woodside tuur hamutuk ho governu TL atu hare hela opsaun dada kadoras GS mai TL.

Posted: 30 Jan 2013 02:28 AM PST
Radio Liberdade Dili– Kuarta, 30 Janeiru 2013 11:46 – Autor Santino Dare Matias

Radio,
online – Science Of Life Systems (SOSL 24/7) ne’ebe hari iha
Timor-Leste 2006 foin premeira vez fo graduasaun ba estudantes 52.
Estudante 36 husi Timor oan no 16 husi nasaun Cambodia.

Serimonia graduasaun ne’e halao iha sede jeral SOLS iha Becora, Vertude Segunda, (28/1).
SOLS hanesan instituisaun formasaun iha area kursu Ingles, disiplina etika servisu no hanorin reza ho relijiaun oioin.

Durante prezensa SOLS iha TL Timor oan barak mak hatene lian Ingles, ne’ebe koinesidu iha mundu Internasional.

SOSL
ejisti iha nasuan mak hanesan Japaun, Laos, Thailandia, Malazya.
Cambodia no Timor-Leste. Iha TL SOLS mos loke ninia liras ba distritu no
sub-distritu hamutuk 31 sede SOLS.

Tuir Diretor Geral SOLS, Madenjit Singh husi Malazya dehan, durante SOLS hari iha nasaun ne’e, iha programa rua.

Programa
ida estudante sira hela iha sede SOLS. Total estudante mak hela iha
SOLS ate agora hamutuk estudantes  10,000, no estudantes sira hela iha
uma hamutuk 20,000.  Agora dadaun estudantes halao estudus iha SOLS
Becora hamutuk estudantes 350.

Diretor
SOSL dehan, ejistensia iha nasaun TL importante tebes, tamba nasaun
ne’e foin mak ukun-an. SOLS nia prezensa mos hola parte importante hasae
rekursu humanus.

“Ami
kontinua nafatin lao ba oin ho programa oioin tan no ami presiza tebes
estadu TL fo tulun, liu husi Ministeiru da Edukasuan atu legalija SOLS
sai instituisaun formasaun legal iha nasaun ne’e,”dehan Singh iha
esperansa.

Diretor
Geral Ministeriu da Edukasaun, Domingos Maia  dehan, saida mak durante
ne’e SOLS halao signifika tebes ba nasaun TL.  Tinan-tinan estudantes
sira akaba husi Sekundaria ne’ebe inan-aman la forsa atu dudu oan sira
kontinua ba estudus barak mak ba tuir kursu iha SOLS.

“Mai ita fo valoriza ba SOLS durante ne’e fo importansia ba rekursu humanus iha nasuan ne’e,’dehan Domingos.

Iha
esperansa husi fundador SOLS iha TL, husi ba Ministeriu da Edukasaun
atu legaliza sai instituisaun formasaun legal iha nasaun ne’e.

Posted: 30 Jan 2013 02:17 AM PST
O
presidente da Comissão E-PN, Pedro Martires da Costa, disse que o
membro da Consersimu Nacional Timor (CNT), responsavél pela obra na
ponte de Aitarak Laran, garantiu que a obra terminará em Abril.

O
deputado de bancada CNRT Pedro Costa reconheceu que esta obra foi
sempre questionada pela comunidade devido ao engarrafamento do trânsito.
O mesmo pediu ao ministério competente responsbilidades à CNT, o qual
garantiu a continuação da obra.
Inácio
Moreira, deputado da Fretilin, considera a contrução da obra “atrasada e
parada”. Faz 6 meses que anda em construção e que já devia ter sido
terminada comparando com outras obras maior que estão adiantadas, disse
Inácio.
O
deputado Adriano João da bancada PD pede ao governo, neste caso ao
Minitério das Obras Públicas, para colocar na “lista negra”, a companhia
CNT.
SAPO TL com Suara Timor Lorosa’e – com foto


Posted: 30 Jan 2013 02:06 AM PST
JCS – HB Lusa

Macau,
China, 30 jan (Lusa) – O músico português Rao Kyao está em Macau a
“retratar musicalmente” a nova cidade, que está muito diferente da que
colocou no projeto “Junção” com a Orquestra Chinesa local, lançado em
1999.

“Tenho
uma colaboração já de há um tempo com a Orquestra Chinesa e fui
convidado para escrever umas peças para essa orquestra e para estar aqui
para me ambientar com o Macau de agora, que faz uma diferença
gigantesca”, explicou Rao Kyao à agência Lusa depois de ter atuado na
noite de terça-feira no jantar comemorativo do Ano Lunar da Serpente,
organizado pela Associação dos Aposentados, Reformados e Pensionistas de
Macau (APOMAC).

Rao Kyao disse que a Orquestra Chinesa pretende um retrato musical da nova cidade, que o músico vê como uma “Las Vegas chinesa”.

Mais
de 13 anos depois da transferência de poderes de Portugal para a China,
quando tocou num sarau cultural, Rao Kyao recorda a antiga cidade de
que “gostava mais”, porque tinha “o privado e o público”.

“Tinha
uma certa coisa intimista e uma reminiscência do português em Macau que
nós sentíamos e que está a desaparecer completamente”, acrescentou.

Declarando-se
um apaixonado por Macau, Rao Kyao tem, contudo, saudade de outros
tempos, de uma “Macau que era o português com o chinês, aquela coisa, um
bocado mais sossegada”.

“Quando
fiz o ‘Junção’ com a Orquestra Chinesa, esse disco já era a pensar no
Macau anterior, aquele que eu conheci”, disse o músico, que rejeita uma
atitude ser um “saudosista daquele cerrado”.

“Mas
de certa maneira acho que Macau tinha aqui uma situação única, que era
aquela coisa do português no Oriente, que tem muito a ver comigo, e que,
na realidade, agora é diferente”, disse.

Sobre
os 500 anos da presença portuguesa em Macau, o músico realçou que
desejava ver um “significado”, no sentido de se compreender que “é uma
coisa que teve uma força real e única no mundo”.

“Este
cantinho aqui, onde nunca houve grandes tensões, prova muito da maneira
do português, da sua maneira de ser e de como ele se ligou com o chinês
que não é fácil”, sustentou, acrescentando que “não convém deixar
desaparecer da história esta presença”.

Posted: 30 Jan 2013 01:59 AM PST
PNE – JMR – Lusa

Macau,
China, 29 jan (Lusa) – A fadista Luísa Rocha está na Ásia pela primeira
vez, em resposta a um desafio do restaurante “Porto de Macau”, para uma
iniciativa inédita na sua carreira: recriar o ambiente de uma casa de
fados portuguesa em território chinês.

“Esta
é a minha primeira vez em Macau, e na Ásia, e é a primeira vez que
durante uma temporada faço exatamente o mesmo que em Portugal, que é
estar em casas de fado”, contou, em entrevista à agência Lusa, a fadista
que trocou, por um mês, a “Casa de Linhares”, em Lisboa, pelo “Porto de
Macau”.

Luísa
Rocha sente-se “perfeitamente em casa” no restaurante português da
Região Administrativa Especial chinesa, onde atua todas noites, à
exceção de quarta-feira, desde 15 de janeiro e até 14 de fevereiro.

“A
única diferença é que quando saio à rua estou em Macau, mas cá dentro
estou em Lisboa”, constatou, salientando que o “ambiente [de uma casa de
fados tradicional] tem sido muito bem recriado pela gerência e que os
muitos clientes portugueses do restaurante fazem-na sentir como “se
estivesse em Portugal”.

As
noites de fado têm tido “casa cheia”, segundo a gerência, não só com os
clientes da saudade, mas também com chineses, japoneses e turistas de
outras origens, cuja presença não surpreende Luísa Rocha por serem
‘habitués’ das casas onde atua em terras lusas, mas que tem tornado a
experiência da fadista em Macau “muito gratificante”.

A
partir das 19:00 (11:00 em Lisboa), os clientes começam a chegar ao
“Porto de Macau”, escolhem os seus pratos favoritos de um menu especial
e, entre um copo de bom vinho português e uma garfada nas especialidades
gastronómicas, os acordes da guitarra portuguesa de Guilherme Banza e
da viola de Nelson Aleixo trazem o silêncio para Luísa Rocha cantar o
fado.

“O
meu disco [“Uma noite de amor”] está sempre presente e depois vou
variando o reportório consoante o meu estado de espírito, pois nas casas
de fado temos a oportunidade de dar ao público o que sentimos no
momento”, explicou a fadista.

Mas
há fados que estão quase sempre presentes, é o caso dos tradicionais
“Mocita dos Caracóis”, “Fado Alfacinha” e “As Meninas dos Meus Olhos”,
bem como “Se o Meu Amor Fosse um Fado”, do primeiro álbum da fadista.

Gil
Raposo, um lisboeta de 35 anos, e Mariana Fernandes, uma portuense de
29 anos, proprietários do “Porto de Macau”, de portas abertas há dois
anos, decidiram trazer o fado a Macau depois de este estilo musical ter
sido classificado como Património Mundial, para promover “um pouco mais”
da cultura portuguesa.

Guilherme
Banza, amigo de infância de Gil, “tratou de tudo” e hoje o casal admite
pretender “dar continuidade a esta experiência”, confessando o sonho de
vir a ter no restaurante um “elenco de fadistas diariamente durante um
ano ou sempre”.

Macau
é o porto de abrigo de Gil e Mariana há cerca de cinco anos onde
chegaram com o sonho, que não conseguiram realizar em Portugal, de abrir
um restaurante com os sabores da sua infância.

O mesmo porto está a servir de inspiração a Luísa Rocha, que aproveita a estada no território para preparar o novo álbum.

“Aproveitei
esta minha vinda a Macau para escolher os temas que vou gravar em março
entre muitos poemas e músicas que já me ofereceram”, disse, ao indicar
que o novo disco sairá em outubro ou novembro com “algumas surpresas e
convidados”, podendo marcar a sua estreia como compositora.

Regressar
à Ásia “não está fora de questão”, mas, além dos concertos, Luísa Rocha
gostaria de voltar a fazer “umas noites de fado” em outras cidades
asiáticas.

Posted: 30 Jan 2013 01:55 AM PST
DM – FV – Lusa

Banguecoque,
30 jan (Lusa) – A marinha da Tailândia impediu a entrada de mais de 200
refugiados da minoria Rohingya no país, informaram hoje fontes oficiais
citadas pela agência AFP.

Milhares
de muçulmanos Rohingya – uma minoria étnica apátrida considerada pela
ONU como uma das mais perseguidas do mundo – têm fugido da Birmânia ao
longo dos últimos meses devido aos confrontos no estado de Rakhine, no
oeste do país.

Fonte
oficial da marinha em Banguecoque indicou que foram encontrados mais de
200 Rohingya na terça-feira, a cerca de 40 quilómetros da costa da
Tailândia.
“Nós demos-lhes comida e água antes de os encaminhar para um terceiro país”, indicou a mesma fonte sob a condição de anonimato.

A imprensa local noticiou que os refugiados foram avistados perto da ilha de Raja Noi, ao largo de Phuket.

O
secretário-geral do Conselho de Segurança Nacional, Paradorn
Pattanathabutr, disse à agência AFP na segunda-feira que a Tailândia
iria afastar os Rohingya que tentassem alcançar a sua costa.

As
duras medidas surgiram depois de as autoridades tailandesas estarem a
investigar as suspeitas de que elementos das suas forças de segurança
estariam envolvidos no tráfico de Rohingya.

Confrontos
entre budistas e muçulmanos causaram já centenas de mortos naquele
estado da Birmânia desde junho, e milhares de deslocados, a maioria dos
quais da etnia Rohingya.

Mais de 1.300 membros daquele grupo étnico foram detidos na Tailândia depois de terem chegado às suas costas nos últimos meses.

Cerca
de 800 mil muçulmanos Rohingya vivem na Birmânia, a maioria dos quais
no Estado de Rakhine, ainda que as autoridades do país,
predominantemente budista, não os reconheçam como sendo cidadãos
birmaneses, mantendo a sua posição de que procedem do vizinho
Bangladesh.

Esta comunidade também não é reconhecida no Bangladesh, onde cerca de 300 mil rohingyas se encontram em campos de refugiados.

As
Nações Unidas estimam que cerca de 13.000 refugiados tenham fugido da
Birmânia e do Bangladesh em 2012, dos quais parte terá morrido durante a
viagem.

A
Tailândia tem sido alvo de críticas por parte de organizações de defesa
dos direitos humanos, por afastar, deportar ou recambiar refugiados
Rohingya, não lhes oferecendo proteção.

Posted: 30 Jan 2013 01:45 AM PST
FV – FV – Lusa

Sydney,
Austrália, 30 jan (Lusa) — A primeira-ministra australiana, Julia
Gillard, convocou hoje eleições gerais para 14 de setembro, com o
parlamento a ser dissolvido a 12 de agosto.

Julia
Gillard fez o anúncio durante um discurso no Clube de Imprensa em
Camberra, definindo as prioridades para este ano para o Partido
Trabalhista atualmente no poder.

Posted: 30 Jan 2013 01:41 AM PST
FV – FV – Lusa

Sydney,
Austrália, 30 jan (Lusa) — Os soldados australianos juntaram-se às
operações de limpeza na cidade de Bundaberg, a mais afetadas pelas
recentes inundações no nordeste do país, enquanto prossegue a busca de
duas pessoas desaparecidas.

Até
à data foi reportado um total de quatro mortos provocados pela passagem
da tempestade tropical Oswald, no nordeste do país oceânico, indicou a
agência de notícias espanhola Efe.

O
nível das águas já começou a baixar no estado de Queensland, mas
milhares de residentes continuam a aguardar para poderem regressar aos
seus lares, de acordo com a cadeia australiana ABC.

Outras
informações dão conta que Brisbane, a capital de Queensland, está a
ponto de começar a ter falta de água potável e que outras localidades
isoladas pelas inundações começam ser afetadas pela escassez de bens
essenciais.

Embora
não tenha sido divulgado o montante dos prejuízos causados pelas
inundações, Judy Shepherd, representante da Associação de Produtores de
Fruta, considera que estas são “milionárias” e “catastróficas” no setor
dos citrinos em Queensland.

Segundo
o conselho de seguradoras da Austrália, as reclamações apresentadas até
à data pelos danos causados pelas inundações em Queensland ascendem a
75 milhões de dólares (55,8 milhões de euros).

Ainda
que se preveja um aumento deste montante, de acordo com a Efe, os
prejuízos não deverão superar os 2.504 milhões de dólares (1.862 milhões
de euros) provocados pelas iunundações que afetaram Queensland em 2011,
as mais graves que assolaram o país, provocando 35 mortos.

You are subscribed to email updates from TIMOR LOROSAE NAÇÃO

To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610

conferência

Newsletter do Observatório da Língua Portuguesa

Se não visualizar correctamente este e-mail, clique aqui.
CONVITE

O Observatório da Língua Portuguesa convida-a(o) a participar na Conferência

A
Academia das Ciências de Lisboa, a APEDI – Associação de Professores
para a Educação Intercultural, o Ciberdúvidas da Língua Portuguesa, o
OLP – Observatório da Língua Portuguesa e a Priberam convidam-na(o) a
participar na Conferência “A Sociedade Civil no Plano de Ação de
Brasília”. CONSULTE AQUI O PROGRAMA.

CASO NÃO POSSA ESTAR PRESENTE
Poderá assistir à transmissão em direto desta Conferência na
ou, ainda, no MEO Kanal, criado para este efeito.
Para aceder, basta carregar no botão verde do seu comando e inserir o número:
Produzido por PTC © 2011 Todos os direitos reservados
O SAPO é uma marca e um motor de busca criado na Universidade de Aveiro
Se não pretender continuar a receber estas informações, clique aqui.

O EXEMPLO DE CABO VERDE

Cabo Verde só fala português na CAN

A seleção de Cabo Verde na Taça das Nações Africanas só dá entrevistas
em português, seguindo as instruções do presidente Jorge Carlos Fonseca.
O objetivo é incentivar o uso da língua portuguesa, de acordo com os responsáveis da seleção, citados hoje no jornal A Bola.
«Uma das razões que levam a que o
português não seja tão conhecido internacionalmente é o facto de sermos
tão educados com os estrangeiros e falarmos com eles outras línguas»,
disse o porta-voz Gerson de Matos ao jornal.
«Somos
mais de 200 milhões de falantes de português no mundo. Se fizermos
questão de falar português, talvez mais pessoas encarem a nossa língua
de outra forma», acrescentou ainda Gerson de Matos.

Cabo Verde só fala português na CAN
Cabo Verde passou pela primeira vez na história aos quartos-de-final da Taça das Nações Africanas (CAN).
A decisão de Cabo Verde já motivou uma notícia da agência internacional Reuters, com o título: «Cape Verde players speak up for Portuguese language».
[Fonte: www.tsf.pt]

CONF EM GOA

 

——– Original Message ——–

Subject: Comunicação sobre “Tagore, Goa e o Mundo Lusófono” em Panjim, Goa 4. Fevereiro 2013
Date: Wed, 30 Jan 2013 19:42:27 +0530
From: Lusophone Goa India <[email protected]>
To: [email protected]

Comunicação sobre o tema:  Tagore, Goa e o Mundo Lusófono

 

4 de Fevereiro (segunda-feira) 2013 às  16:00 H – Na Goa State Central Library – Conference Hall, Patto, Near Kadamba Bus Station, Panjim

 

“Percepção e influência de Tagore em Goa e no Mundo Lusófono”

Prof. José Paz Rodrigues, Academia Galega de Língua Portuguesa, Galiza – Espanha.

A comunicação sera em Português com um sumário em Inglês.

Organizada pela  LSG – Lusophone Society of Goa em colaboração com a AGLP – Academia Galega de Língua Portuguesa.

T. 9763365050

 

Professor Doutor José Paz Rodrigues, é considerado um dos maiores especialistas mundiais em Tagore. O Prof. Rodrigues tem uma das maiores bibliotecas de mundo sobre Tagore, com mais de 30.000 volumes em diversas linguas, e é um estudioso de Tagore desde 1966. A tese de doutoramento do Prof. Rodrigues em 1966 na Universidade Aberta de Madrid teve como título “Tagore, Pioneiro da Nova Educação”.

 

LSG – Lusophone Society of Goa

[email protected]

www.lusophonegoa.org

 

CONF EM GOA

——– Original Message ——–

Subject: Comunicação sobre “Tagore, Goa e o Mundo Lusófono” em Panjim, Goa 4. Fevereiro 2013
Date: Wed, 30 Jan 2013 19:42:27 +0530
From: Lusophone Goa India
To: [email protected]
Comunicação sobre o tema:  Tagore, Goa e o Mundo Lusófono
4 de Fevereiro (segunda-feira) 2013 às  16:00 H – Na Goa State Central Library –
Conference Hall, Patto, Near Kadamba Bus Station, Panjim
“Percepção e influência de Tagore em Goa e no Mundo
Lusófono”
Prof. José Paz Rodrigues, Academia Galega de Língua
Portuguesa, Galiza – Espanha.
A comunicação sera em Português com um sumário em Inglês.
Organizada pela  LSG –
Lusophone Society of Goa em colaboração com a AGLP – Academia Galega de Língua
Portuguesa.
T. 9763365050
Professor Doutor José Paz
Rodrigues, é considerado um dos maiores especialistas mundiais em Tagore. O Prof.
Rodrigues tem uma das maiores bibliotecas de mundo sobre Tagore, com mais de
30.000 volumes em diversas linguas, e é um estudioso de Tagore desde 1966. A
tese de doutoramento do Prof. Rodrigues em 1966 na Universidade Aberta de
Madrid teve como título “Tagore, Pioneiro da Nova Educação”.

LSG – Lusophone Society of Goa

COISAS QUE TODO O PROFESSOR PRECISA SABER

uarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Coisas que todo professor de português precisa saber

O ensino de português tem sido o alvo de reflexões, debates e críticas ao longo das últimas cinco décadas. Desde os anos 1960, tem-se discutido a prática docente e o fracasso, ou o pouco sucesso, dos estudantes brasileiros quando se trata de leitura e de produção de textos. Fatores diferentes já foram apontados como responsáveis, ou corresponsáveis, por tal situação: o suposto déficit cultural das minorias e das camadas pobres da população, a falta de estrutura adequada nas escolas, o despreparo teórico dos professores.

 

O domínio da leitura e o domínio da escrita são competências essenciais para a maioria das atividades profissionais no mundo contemporâneo. Por isso a tarefa de ensinar alguém a se tornar um usuário mais competente do português é das mais sérias e delicadas. Delicada porque, se realizada sem sensibilidade às diferenças culturais, sociais e linguísticas que constituem o universo de uma sala de aula, jovens podem ser negativamente afetados, comprometendo o desenvolvimento de sua capacidade de uso e sua autoestima linguística e cultural. Séria por ser um instrumento político e ideológico em potencial: os textos lidos e as discussões travadas em sala contribuem para a formação dos indivíduos, ajudando os alunos a se tornarem cidadãos críticos ou indivíduos alienados.

 

Se os professores que costumam enfocar, quase exclusivamente, a gramática normativa e que costumam abordar apenas um gênero textual – a redação – no ensino da escrita, refletissem mais sobre a língua e sobre o ensino à luz da concepção interacionista, perceberiam a necessidade de mudar sua prática e algumas de suas crenças teóricas. Isso teria um impacto significativo na atitude dos estudantes em relação ao estudo de português, aumentando nossas esperanças de resultados mais positivos oriundos do binômio ensino-aprendizagem, apesar dos sérios problemas que se encontram fora do domínio da linguística, como a questão da falta de estrutura das escolas e a questão da exclusão social.

 

Enquanto os professores não adotarem a perspectiva pragmática de língua, o ensino de português se manterá, em muitas escolas brasileiras, no nível das sentenças isoladas, descontextualizadas, sem que se levem em conta os usos que os brasileiros fazem da língua. E se não se levam em conta os usos linguísticos, que se materializam em forma de textos, os fenômenos textuais acabam sendo negligenciados.

(Orelhas do livro)

 

(http://joaojorgereis.blogspot.com.br/2013/01/coisas-que-todo-professor-de-portugues.html)
Clique na imagem para versão digital do livro

TIMOR LOROSAE NOTÍCIAS 30 JAN 2013

TIMOR LOROSAE NAÇÃO – diário


Presidente do Conselho de Ministros fala da adesão de Timor-Leste à ASEAN

Posted: 29 Jan 2013 04:07 PM PST

Jornal Digital – 2013-01-28
Díli – O país precisa de melhorar alguns sectores importantes antes de entrar a ASEAN, referir o Presidente do Conselho de Ministros, Agio Pereira.
O governante disse que o Executivo precisa de desenvolver as áreas da legislação, das infraestruturas, das pequenas empresas, dos media, da agricultura e pescas e das relações económicas externas.
O Conselho de Ministros teve uma reunião recentemente para fazer um estudo sobre o desenvolvimento destes sectores.
A análise envolveu o Ministério das Relações Exteriores, o Ministério das Finanças, o Ministério da Justiça, da Educação, do Comércio, o Ministério da Indústria e do Meio Ambiente, da Agricultura e Pesca, o Ministério do Turismo, a Secretaria de Estado para a Política de Formação Profissional e a Secretaria de Estado de Apoio e Promoção do Setor Privado.
O vice-ministro das Relações Exteriores, Pinto Constâncio, disse que é muito importante para Timor-Leste juntar-se à ASEAN e o seu país tem o forte compromisso de fazê-lo.
Pinto Constâncio referiu que o seu ministério vai convidar representantes de países-membros da ASEAN a visitarem Timor-Leste para analisarem a situação do país.
O ministro das Relações Exteriores de Singapura e o secretário-geral da ASEAN visitaram Timor-Leste em 2012 e registaram as melhorias no desenvolvimento do país.
(c) PNN Portuguese News Network
Timor-Leste: ACORDO COM A AUSTRÁLIA SOBRE O GREATER SUNRISE EXPIRA EM BREVE

Posted: 29 Jan 2013 03:29 PM PST

Luanda Digital – 2013-01-29
Díli – O acordo sobre o Greater Sunrise, que possibilita a Timor-Leste e à Austrália a partilha de rendimentos de petróleo e gás (50-50) na Área de Desenvolvimento Conjunto Petrolífero, vai expirar em breve.
O anterior primeiro-ministro timorense, Mari Alkatiri e o seu homólogo australiano, John Howard, assinaram o acordo em Janeiro de 2006. O documento indica que os dois países vão discutir as questões fronteiriças ao fim de 50 anos de exploração petrolífera no Greater Sunrise.
O Governo de Alkatiri não fez nada após a assinatura do acordo devido às crises políticas e militares sentidas no mesmo ano, embora pretendesse trazer o gasoduto para Timor-Leste.
O novo Executivo timorense, criado em 2007, sob a liderança do primeiro-ministro Xanana Gusmão, começou a definir o seu plano de negociações com a petrolífera australiana Woodside e a sua «Joint Venture». As negociações, iniciadas em meados de 2008, discutem formas de exploração: trazer o gasoduto para Darwin ou Timor-Leste.
O Governo de Gusmão tenciona trazer o gasoduto para a costa sul do país, visto que o pipeline de Bayu Undang foi levado para Darwin. Entretanto, a Woodside sugeriu uma outra opção, a de uma plataforma flutuante de GNL no campo do Greater Sunrise. No entanto, Timor-Leste mantém a sua inicial posição.
Desde 2008 que surgiram fortes argumentos de ambas as partes. Sem solução para a questão do gasoduto, a empresa não pode explorar o petróleo e gás no Greater Sunrise. O problema do Greater Sunrise, cujo acordo foi alcançado após uma longa discussão entre Dili e Camberra, vai até ao fim, ou seja, 23 de Fevereiro de 2013, data em que o documento cessa. Os dois governos terão de estabelecer um novo acordo.
O ministro timorense dos Recursos Naturais, Alfredo Pires, disse que se reuniria com Xanana Gusmão para discutir a posição do país em relação ao Greater Sunrise. No entanto, defende o argumento de trazer o gasoduto para Timor-Leste. Alfredo Pires afirmou que vai anunciar a sua posição após o acordo expirar.
Meanwhil, secretário-geral da FRETILIN e o ex-primeiro-ministro Mari Alkatiri são da opinião que o Governo de Gusmão não tem capacidade suficiente para negociar o problema do gasoduto com a Woodside e a sua «Joint Venture».
Meanwhil assegura que se o acordo expirou então será muito difícil de trazer o gasoduto para Timor-Leste. «Se o acordo morre, o gasoduto não vai chegar», defendeu. Contudo, considera que essa questão está agora sob a responsabilidade do Governo de Gusmão.
Há dois anos, o antigo Presidente da República Ramos Horta e Xanana Gusmão queriam que representantes da FRETILIN, incluindo Mari Alkatiri, se juntassem à equipa de negociações do Governo. No entanto, os deputados do CNRT, partido de Gusmão, não concordaram com a ideia, considerando que a equipa liderada por Francisco Monteiro, um dos homens de confiança do primeiro-ministro, teria sucesso nas negociações com a Woodside.
A Woodside, a sua «Joint Venture» e o Governo australiano sempre argumentaram que tinham como compromisso resolver a questão do gasoduto, embora considerem que cada solução deve-se basear no total interesse para ambas as partes.
No entanto, ainda não foi alcançado nenhum resultado positivo proveniente da negociação. O público é da opinião de que as negociações foram muito fracas.
(c) PNN Portuguese News Network
LUTA HAMUTUK KONSIDERA MAIORIA PROJEITU EMERGENSIA LAIHA KUALIDADE

Posted: 29 Jan 2013 01:52 PM PST

Suara Timor Lorosae – Posting Husi: Josefa Parada
DILI – Organijasaun Non Govermental (ONG) Luta Hamutuk (LH) hatete maioria projetu iha Timor Laran ne’ebe hanaran ho Projetu Emergensia, laiha kualidade tanba laiha planu ne’ebe diak.
Informasaun ne’e hato’o hosi Diretor Luta Hamutuk (LH), Mericio Akara, ba jornalista sira liu hosi pres konfres ne’ebe halao iha edifisiu Luta Hamutuk, Farol Tersa (29/01).
“Fenomena infrastutura mak durante ne’e akontese iha TL mak hanesan Projetu Emergensia ne’ebe laiha baze fundamentu tuir dadus ne’ebe LH udentifika liu hosi porta governu hahu hosi 2008 to’o 2011 projetu mak tenderija liu hosi apovisionamentu hamutuk 279 hosi total projetu ne’e iha 77 projetus mak implementa nudar Projetu emergensian ne’ebe mak laiha kualidade tanba barak mak seidauk to’o tinan komesa at fali ona,” hatete Akara.
Nia mos husu ba Parlamentu Nasional espesialmente komisaun E atu halo kontrolu forte ba servisu aprovijionamentu tenderizasaun projetu infrasktutura, atu bajea ba rejimentus juridiku aprovisionamentu ne’ebe regula rekejitus projetu emergensia. Informasaun kompletu iha STL Jornal no STL Web, edisaun Kuarta (30/1). Tomas Sanches/Madalena Horta
MJ INFORMA SEITOR JUSTISA BA PM

Posted: 29 Jan 2013 01:47 PM PST

Suara Timor Lorosae – Posting Husi: Josefa Parada
Dili – Ministru Justica (MJ) Dionisio Babo informa servisu seitor Justica tinan 2013 ba Primeiru  Ministru (PM) Kay Rala Xanana Gusmao iha Palacio Governu Terca (29/01).
Tuir MJ Dionisio katak hasoru malu ho PM Xanana hodi informa servisu seitor justica nian ba tinan 2013, liu-liu oinsa atu produz mapamentu ba rai nian tamba durante neé problema rai sai prekupasaun boót ba entidade hotu-hotu.
“Ohin mai hasoru malu ho Primeiro Ministro hodi informa servisu liu-liu iha seitor Justica nian no informa mos oinsa atu produz mapamentu ba rai nian e mos oinsa atu hare ba Centro Formasaun nian neébe agora dadaun fo hela foramsaun ba Timor oan sira neébe atu sai juiz, Alvogado, Defensor,” dehan MJ Dionisio hafoin hasoru malu ho PM Xanana iha Palacio Governu.
Ministsro Justica mos informa tan katak oinsa ba futuru atu bele hadia kondisaun prizaun Becora, Gleno no Suai neébe iha tinan ida neé sei hahu nian konstrusaun e informa mos Centro Formasaun Juridico, tamba durante neé MJ fasilita Timor oan neébe hakarak sai Defensoria, Juiz no advogado hodi tuir formasaun iha Centro Formasaun Juridico. Informasaun kompletu iha STL Jornal no STL Web, edisaun Kuarta (30/1). Tomas Sanches
PRIMEIRA DAMA LANSA TEATRU IMAZEN

Posted: 29 Jan 2013 01:43 PM PST

Suara Timor Lorosae – Posting Husi: Josefa Parada
DILI – Primeira Dama Isabel Fereira, Tersa (29/01), lansa teatru imazen no divide hodi hatudu ba publiku, konaba inan isin rua no hamenus mortalidade infantil.
Lansamentu ba teatru imazen nomos divide, nebee hanaran Bondia Antonio, nebe lansa husi Primeira dama Isabel Fereira Koalia konaba situasaun TL, nebee involve mane sira, iha saude maternal inan nian.
“Ita nia Nasaun iha objetivu ida atu hamenus mortalidade infantil (labarik nebee mate), ida nee so bele alkansa, familia ida-ida foo nia apoiu ba nesesidadade inan isin rua, durante isin rua to’o moris,” dehan Primeira Dama Isabel Fereira, liu husi Diskursu iha Salaun Ministru Saude, Caicoli Dili, Tersa (29/01), hafoin halao lansamentu, ba Teatru Imazen no divide.
Iha fatin hanesan Vise Primeiru Ministru Fernando La Sama de Araujo iha lansamentu nee mos hateten nia fiar katak mensazen nebee transmiti, liu husi teatru ka filme nee fasil atu akapta, duke hakerek livru boot hodi fahe ba timor oan nebe dala ruma nunka lee. Informasaun kompletu iha STL Jornal no STL Web, edisaun Kuarta (30/1). Joao Anibal
SBY UNDER FIRE FOR “SWIFT” SECURITY BID

Posted: 29 Jan 2013 01:29 PM PST

Lona Olavia & Markus Junianto Sihaloho – Jakarta Globe – January 29, 2013
President Susilo Bambang Yudhoyono has put pressure on law enforcement authorities to swiftly resolve communal conflicts, on Monday issuing a presidential instruction on public order and security that makes the issue a priority.
The president’s edict attracted criticism from rights groups, who argued that it failed to guarantee the protection of human rights, and from an opposition legislator, who compared the growing executive power to that exercised under Suharto.
“In 2012 our country was plagued by violence and communal conflicts, including terrorism activities,” Yudhoyono said on Monday at a meeting with government officials in Jakarta. “This means the public weren’t protected well.”
He cited the results of surveys showing public dissatisfaction with security officials. “That’s why I’m making public security and order a priority in 2013 and 2014.”
The instruction calls for cooperation between the military, police and civil leaders such as governors and mayors, urging them to detect conflict early and take a pre-emptive approach. The president tasked Djoko Suyanto, the coordinating minister for political, legal and security affairs, to lead the effort.
Yudhoyono said he hoped the instruction would help maintain security and that it would be implemented swiftly.
“There should be no more delays in addressing [conflicts] and no one is allowed to stop something preventable from being prevented. Something that could be solved should also not be left unsolved. Don’t keep a time bomb,” he said.
But Eva Kusuma Sundari, member of House of Representatives Commission III, which oversees legal affairs, expressed doubt about the decision to issue the presidential instruction.
Eva said she believed that Yudhoyono issued the presidential instruction because lawmakers rejected the government’s proposal on a national security bill.
“The presidential instruction on public security and order offers the same content [as the national security bill]. It carries the same implications and therefore the presidential instruction is contradictory to a series of laws that were made as a bid to reform the security sector,” the Indonesian Democratic Party of Struggle (PDI-P) lawmaker said on Monday.
She said the government should have learned from similar presidential instructions issued during the New Order regime.
Aside from being unconstitutional, she said, they also led to excessive use of violence, which resulted in widespread human rights violations.
“This could intensify conflicts and open room for foreign intervention as in the case of East Timor and Aceh. The same thing could just happen in Papua.” Eva said.
She added that the presidential instruction contradicted an earlier statement by the president that the country’s security was under control and that the government would adopt a welfare approach in addressing security issues.
“The government should have learned from Malaysia, which revoked its internal security act ahead of its general election that is slated to take place in March,” Eva said.
Meanwhile, the Commission for Missing Persons and Victims of Violence (Kontras) said that communal conflicts occurred because there were no guarantees of public service, legal protection, social justice and respect for civil rights.
Kontras coordinator Haris Azhar said the issuance of the presidential instruction resulted from a police and regional government failure to prevent conflicts and violence.
He said the government needed to confront the problems’ root causes.
“Such a situation is more than just a security problem,” Haris said.
Kontras said that the government often incorrectly handled civil rights problems by taking a heavy-handed approach.
“Land disputes, terrorism and violent conflicts against minorities are triggered by injustice and other conflicts are handled through big deployment of armed officers. Just take a look at the handling of Aceh, Poso [Central Sulawesi], Papua and East Timor, which started with something excessive,” Haris said.
Meanwhile, spiritual leaders say religious-based clashes in Sumbawa, West Nusa Tenggara, have highlighted the inability of the government to address the root causes of conflicts that have plagued the country in recent years.
At least 3,000 people — most of them ethnic Balinese Hindus — fled their homes following mass fighting in Sumbawa Besar last Tuesday. Many buildings, vehicles and public facilities were damaged in the ensuing riots.
In a seminar held by the Center for Dialogue and Cooperation Among Civilizations (CDCC) on Sunday, leaders agreed that weak law enforcement was behind recurring clashes, saying those who perpetrated violence often went unpunished.
Romo Benny Susetyo of the Indonesia Bishops Conference said that as well as being illegal, violence was contrary to the principles of justice and human rights.
ENVIRONMENTAL GROUP TO REPORT TIMOR SEA OIL SPILL TO KPK

Posted: 29 Jan 2013 01:25 PM PST

An environmental group in Kupang, East Nusa Tenggara (NTT) said that it would file a report to the Corruption Eradication Commission (KPK) over alleged gratuities given by Thailand-based oil and gas producer PTTEP Australasia to a number of parties in Indonesia.
PTTEP Australiasia is responsible for the Montara oil spill in the Timor Sea, off the northern coast of Western Australia.
The environmental group in question, Ocean Watch Indonesia (OWI), alleged that the oil and gas company had paid gratuities to certain individuals to prevent them from speaking about the magnitude of the damage from the spill.
“The case has been going on for four years, but we haven’t seen any efforts by the company, the Indonesian government or the Australian government to settle the problem. We suspect that there is a conspiracy resulting from the gratuities given,” executive director of OWI Herman Jaya said as quoted by Antara news agency.
Herman said that the KPK should launch an investigation into a possible case of graft that resulted in no progress in the oil spill investigation.
The group said that the company’s account of the disaster, published on a PTTEP AA Fact Sheet, could be used as a starting point for the KPK to begin investigations.
The report said there was no scientific evidence to verify that the oil spill had brought environmental degradation to Indonesian waters, Herman said.
The OWI alleged that one of the country’s top universities was responsible for authoring the report and was willing to do so only after payment from the company.
Earlier, fishermen who earned a living from catching fish or farming seaweed in the south of East Nusa Tenggara, had filed a lawsuit at the Australian Federal Court against PTTEP Australasia, after the company stated that it would not pay compensation to victims who had suffered from the impact of the oil spill since Aug. 21, 2009.
The lawsuit also demanded that PTTEP Australasia hire an independent team comprising of scientists from Indonesia, Australia, Timor Leste and the US to conduct scientific research to determine the impacts of the pollution in a scientific, transparent and accountable manner.
On Aug. 31, 2012, PTTEP Australasia accepted fines totalling A$510,000 (US$536,010) handed down by the Darwin Magistrates’ Court for its responsibility in the 2009 Montara incident.
In Dec. 2010, then transportation minister Freddy Numberi said that PTTEP Australasia had acknowledged responsibility for the oil spill.
Freddy said that the government had demanded Rp 23 trillion ($2.56 billion) in compensation from the company to repair the damage.
PTTEP Australasia’s oil platform in the Montara field, off Australia’s northern coast, exploded and spilled more than 500,000 liters of crude oil per day into the Timor Sea in August 2009.
Oil and gas leaks continued for 74 days until Nov. 3, 2009, and a permanent cap was installed a month later.
The oil rig, called the West Atlas, is owned by Seadrill, a Norwegian-Bermudan offshore drilling company, and operated by PTTEP Australasia, a subsidiary of the Thai-owned oil and gas company PTT.
Thirty eight percent of Indonesia’s marine territory in the Timor Sea was reportedly affected by the spill.
KAZU VIOLENSIA HASORU LABARIK SAE MAKA’AS

Posted: 29 Jan 2013 12:01 PM PST

Radio Liberdade Dii – Tersa, 29 Janeiru 2013 – Autor Partisipantes treinamentu reportazen direitus humanus
Radio, online – Organizasaun defende direitus labarik, Casa Vida (CV), nudar mahon ba labarik ne’ebe sai vitima mak hetan violensia seksual no violensia domestika iha sira nia moris. Aleinde husi kazu ne’e instituisaun legal husi Vitim Suport Service (VSS), rejista kazu hamutuk iha 216 ne’ebe mak prosesa ona balun.
“Hau hanesan direktora ami halo servisu hamutuk ho labarik sira vitima abuzu seksual no violensia domesika. Labarik sira sai vitima ne’ebe mak oras ne’e hamutuk ho ami 50,” dehan Diretor CV, Rosangela Albuquerque Barros ba jornalista iha nia servisu fatin Lesidere, Sesta (25/01).
Wainhira labarik sira mai tama iha ne’e, lori husi Polisia Vuneravel Person Unit (VPU), JSMP, pradeti, mak mai iha Casa Vida, tanba labarik sira hetan violensia domestika no violensia seksual, abandonu, ne’e ami nia kriteria husi casa vida nian, nia esplika.
Wainhira labarik sira tama mai Casa Vida ami halo ezaminasaun ba labaraik sira ne’ebe mak hetan violasaun seksual no sira tenki prevene halo monitorizasaun no tenki haruka autor sira ba tribunal, halo prosesu judisial ne’e importante loos.
“Wainhira sira tama mai casa vida sira simu akonsiliamentu psikolojiku, tanba ne’e ami iha prosedimentu hodi halo atendimentu psikolojiku ba sira durante semana tolu ba sira hodi hasai sira nia trauma,” dehan Diretora Angela.
Tanba antes ne’e sira trauma hanesan sira tanis, lakohi han hemu, tanba ne’e sira prezisa tebes tratamentu  psikolojiku sira no respeitu bo’ot ba sira atu nune’e ajuda sira hodi hasai sira  nia trauma.
Depois sira diak, sira sei tuir kursu ba iha centru treinamentu hanesan, sira aprende komputador, lian portugues, ingles, musika, artes anatu ho tais, kursu tein, kulunaria atu nune’e hodi ajuda sira hasai sira nia trauma, haktuir diretora ne’e.
“Sira ne’ebe mak hela iha ne’e tuir ami nia kriteria ami haruka sira ba eskola, eskola privadu , centru salom nain 30, eskola teknika nain 1 , nain 2iha eskola Hati Cudus , balun eskola iha universidade UNTL 3,” nia esplika.
Nia esplika liu tan katak, “depois ami iha labarik mai husi distritu 13 ne’ebé mak oras ne’e mai iha ne’e, maibe maioria husi distritu Liquica. Maioria mai ho idade tinan 15, 16 no adolesente, no sira mos sente seguru iha fatin ida ne’e.”
Iha fatin hanesan vitima ne’ebe mak la temi nia identidade hateten, casa vida diak mai ami vitima sira, tanba buat saida deit sira hanorin mai ami hanesan, kursu, suku kustura bordadu, teinamentu konaba tein, halo dose bolus.
“Maibe agora hau lakohi ona atu fila fali ba uma, tanba iha ne’e hetan fatin seguru no hela tinan 3 ona mak iha ne’e,” dehan nia. Iha fatin la hanesan kordenadora  Vitim Suport service, Merita Coreira dehan, durante akompanha kazu iha tinan ida ne’e laran, iha 2012 kazu ne’ebe mak VSS akompanha hamutuk 216 kazus. Kazu 8 mak hetan ona desizaun final husi tribunal.
Mais kazu ne’ebe hahu husi tinan 2005-2011 labarik sira hetan vitiama violensia sexual. Iha tinan 2012 VSS nia kliente hamutuk nain 12 mak hetan ona disizaun final husi tribunal.  Labarik sai vitima iha mos kazu nebe mak vitima labarik  sira labarik minoridade kategoria  idade 16 mai kraik.
“Wainhira ami sente sira nia kazu relata ona iha ba iha policia pois sira fila ba uma  sente ladun seguru  liu-liu ba kazu violasaun sexual ho insestu entaun VSS durante ne’e kopora hamutuk ona ho rede referral ami imvolve mos iha rede referral ami transfere ba fokupers  no Casa Vida,” Sr Merita esplika.
“Oinsa nia labele impede mos nia escola. Entaun nia bele mai fali sekarik akontese iha distrito neba bele mai fali iha dili atu kontinua nia escola. Wainhira hosoru kazu violasaun sexual sira bele hato’o ba iha Policia VPU, mak halo investigasaun,” nia haktuir.
Ohin loron casa vida iha uma mahon hat, iha centru treimantu iha ne’e, tanba amia objetivu atende labarik sira husi zero to’o 18 anos, maibe ami iha ona labarik tinan 18 ba leten.
Labarik sira ne’;ebe mak mai tama ona iha ne’e, sira nia familia la kohi sira sira fila fali, familia lakihi tanba sira hetan violasaun seksual, entaun familia sira hanoin labarik sira estraga a’an ona no agora sira hela iha ne’e balun tinan to’o ona 20, 22.
Iha parseirus ne’ebe mak fo apoiu mai husi amigus Australia sira responsavel ajuda liu husi orsamentu kada tinan hodi halo ami nia uma mahon rasik selu eskola no selu funsionariu sira, maibe hetan apopiu husi governu Timor- Leste kada tinan 10 milioens.
Agora uma mahon iha bindau santana 4 iha licidere nudar centru treinamentu, Ami iha infermeira mana domingas ne’ebe mak tau matan saudavel ba labarik sira nian nomos ho doutor  cubano sira ne’ebe mak iha hospila nasiona guido valadares (hngv), hodi atende lalais labarik sira, tanba sira hatene labarik sira iha risku ho lalais.
Kestaun ne’e Governu mos harii ona Komisaun ba Protesaun Direitu Labarik nian hodi asigura liu tan labarik sira ninia direitu.
Tuir Konstituisaun RDTL Artigu 18, Alinea 1 labarik sira iha direitu ba protesaun especial husi familia, komunidade, nomos estadu liu- liu hasoru hahalok hotu hanesan la tau matan, diskrimisaun, violensia, opresaun, abuzu seksual no explorasaun, i Alinea 2, labarik sira hetan direitu hotu- hotu ne’ebe mundo rekoinese, hanesan direitu sira ne’ebe hakerek ona iha konvesanun internasional ne’ebe estadu aprova no simu ona ka ratifika filafali.
“Partisipantes treinamentu reportazen direitus humanus no prevensaun konflitu (TLMDC)”
Grupo I
1.    Micho
2.    Ade
3.    Marta
4.    Anito
SAE KARETA LUXU, PN REKUINESE MILITANTE HAREE MATAN LA MOS

Posted: 29 Jan 2013 11:55 AM PST

Radio Liberdade Dili – Tersa, 29 Janeiru 2013 – Autor sumairu husi Diario Nasional
Radio online, fonte Diario Nasional –  Reprezentante povu iha Parlamentu Nasional (PN)liu husi prezidenti Komisaun G, Mateus de Jesus rekoinese oras ne’e dadaun militante sira hateke Deputadu sira hotu ho matan la mos (odio, red) tamba deputadu simu kareta luxu ho marka PRADO.
Tuir Mateus de Jesus, tamba odiu ne’e atu salva vida membru PN nian,maske la iha autorizasaun husi meza PN, Deputadu hotu-hotu iha inisiativa hodi halo reben ba kareta nebe’e mak sira simu. Meza PN la fo  autorizasaun ba deputadu sira nia kareta atu.
Maibe deputadu sira nia inisiativa rasik hodi salva-an. Razaun ba deputadu sira atu reben kareta ne’e presiza reben atu nune’e bele salva deputadu sira nia vida,’’ president komisaun G ne’ebe trata asuntu etika ba deputaduinformaba JN-Diario, iha Parlamentu Nasional foin lalais ne’e.
Hodi kontinua tenik “ ami tur iha ne’e hodi manan osan, apoiantes balun la kontenti, maibe sira la hanopin katak ami sira tu’ur iha Pnatu serv Povu, maibe apoiantes ne’e hanoin badak deit katak imi hetan kareta kapas diakliu straga tia.”
Tuir Deputadu CNRT, militante CNRT mos , iha odiu malu nune’e atu salva deputadu CNRT nia vida uniku solusaun solusaun mak reben kareta nia vidru halo metan tiha, atu nune’e bainhira deputado sira sira halo fiskalizasaun iha baze bele sente seguru I livre husi ameasavida.
Iha fatin hanesan deputado bankada FRETILIN Inacio Moreira sujere, atu kareta membru PN nian labele tau reben. I rezeita informasaun ne’ebe hateten deputadu sira reben kareta tanba militante barak mak odiu membru PN relasaiona ho sae kareta luxu ho marka PRADO.
Inacio Moreira esplika, tuir loloos kareta estadu nian ne’e labele iha modifikasaun oi-oin. La presiza tenki tau reben ba kareta estadu, reben ne’e hau konsidera hanesan modifika kareta atu jeitu liu fali,intensaun seluk, tanba ne’e mak hau hakarak hateten katak,diak liu kareta estadu nian labele tau reben’’, dehan Inacio Moreira.
CNJTL ho HAK kondena kazu tenta halo violasaun seksual iha Filipna

Posted: 29 Jan 2013 11:50 AM PST

Rádio Liberdade Dili– Tersa, 29 Janeiru 2013 – Autor sumairu husi Diario Nasional
Radio online, fonte Diario Nasional – Oraganizasaun massa joventude ho naran Consselho Nasional Joventude Timor Leste (CNJTL) hamutuk organizasaun naun govermentais assosiasaun HAK kondena maka’as hahalok bolseiru Timor oan iha Filipina ne’ebe tenta halo violensia seksual hasoru feto Filipina.
Laos deit CNJTL ho HAK , reprezentante iha Parlamentu Nasional (PN), husu ba Governo atu fo sansaun maka’as ba bolseiru ne’ebe estuda husi osan estadu nian ne’e.
Prezidenti CNJTL, Leovigildo da Costa Hornai, nia parte kondena maka’as no husu tenki iha kastigu maka’as ba hahalok MAC nian, bolseiru Timor-Leste ne’ebe estudu iha area turismu nian ne’ebe tenta halo violensia seksual hasoru feto Filipina.
“Hau kondena maka’as ba aktu violensia nebe mak bolseiru Timor-Leste ida iha Filipina, ho respeitu tomak hatoba nia familia no ema ne’ebe merese tenki hetan kastigu maka’as nudar humanu sempre la ses husi sala, maibe problema hanesan ne’e tenki haruka fila kedas mai, tamba ne’e governu sei la selu ho ema nebe ho hahalok mallkriadu hanesan ne’e,’’ komenta Leovigildo da Costa ba JNDiario, segunda (28/01/2013) iha salaun Canossa, Becora, Dili.
Kastigu ne’ebe fo nia MAC nia hahalok ne’e mos tenki maka’as tamba nia hahalok ne’e hamoe povu no nasaun Timor-Leste. Nia mos husu ba Embaisador Timor-Leste iha Filipina atu buka tuir duni katak murni duni ka laenia halo violasaun seksual ou aktividade in moral, se’enia halo duni merese hetan kastigu maka’as ba nia atetude ne’e.
Hanesan sidadaun TL ida tenki buka tuir lolos kazu ne’e se kazu ne’e hanesan manipulasaun antaun persija protezenia, maibe hatudu defaktuno mos terbukti nia merese hetan kastigu,’dehan Leovigildo.
Konaba osan nebe mak presiza atu selu advogadu MAC nian, Leovigildo hateten, ne’e la presija tanba sa, tuir lolos Embaisda TL nian iha neba tenki iha linha kordenasaun nebe mak diak ho Ministeriu kompotente nian iha neba hanesan justisa nian.
Direktur Ezekutivu  Assosiasaun HAK, Rogerio Viegas Vicenti husu ba governu hodi rekomenda kazu bolseiru MAC ne’ebe tenta halo violasaun seksual ba sidadaun Filipina nain rua iha Filipina tuir kodigu penal Timor-Leste nian.
Hanesan Timor Oan ne’ebe hetan bolus estudo hodi ba eskola iha rai liur kuando komete ona krime hanesan ne’e, estadu Timor tenki foti medidas ne’ebe apropriadu hodi fo sansaun tuir mekanismu no mos prosedementu nebe ejisti, Rogerio Viegas Vicenti haktuir ba JNDdiario iha nia knar fatin Palapasu, sigunda foin lalais ne’e.
Tuir Rogerio Viegas Vicenti hahalok MAC hanesan ejemplu ida ne’ebe hatudo ona ba Timor oan sira seluk ne’ebe mos hetan bolus estudo inklui mos estadu Timor –Leste atu selesionadu diak liu tan ba bolseiru sira laos hare deit husi kapasidade no intelektual bolseirus sira nian, maibe tenki hare mos atetude no krakteristiku atu nune ikus mail abele halo foer Timor nia naran.
Deputadu Arao Noe, husi partido CNRT lamenta tebes ho hahalok bolseirus Timor oan ne’e, tamba estadu gasta barak ona ba bolseirus sira mak estuda iha rai liur.
“Hau lamenta tebes, ho hahalok at ne’e halo Timor nia naran foer iha Filipina nomos iha nasaun seluk nia oin,”Arao hakribi.
Kada tinan governu sempre tau orsamentu estadu US$ 30 milloens ba kapasitasaun halo konta ba bolseirus sira hotu.
TR timorense analisa pedido de habeas corpus apresentado por defesa de ex-ministra

Posted: 29 Jan 2013 05:56 AM PST

MSE – MLL – Lusa
Díli, 29 jan (Lusa) – O Tribunal de Recurso de Timor-Leste está a analisar um pedido de habeas corpus apresentado pela defesa da ex-ministra da Justiça timorense Lúcia Lobato, disse hoje o advogado da antiga governante, Sérgio Hornai.
A ex-ministra da Justiça de Timor-Leste foi presa há uma semana para cumprir a pena de cinco anos de prisão a que foi condenada por participação económica em negócio.
Segundo o advogado de Lúcia Lobato, o pedido de habeas corpus, entregue na quarta-feira, foi apresentado por terem sido cometidas alegadas inconstitucionalidades e erros processuais.
Sérgio Hornai referiu também que a decisão do Tribunal de Recurso deverá ser anunciada entre hoje e quarta-feira.
Fonte do Tribunal de Recurso contactada pela agência Lusa confirmou que até quarta-feira será anunciada uma decisão pelo presidente do Tribunal de Recurso.
A antiga ministra da Justiça timorense, do V Governo, chefiado por Xanana Gusmão, foi condenada a 08 de junho a cinco anos de prisão pelo Tribunal Distrital de Díli pela prática de um crime de participação económica em negócio.
O crime é relativo à aquisição de fardas para equipar guardas prisionais da Direção Nacional dos Serviços Prisionais e de Reinserção Social.
Na sentença proferida pelo tribunal, a ministra foi também condenada ao pagamento de 4.350 dólares (3.256 euros ao câmbio atual).
A ministra foi absolvida de dois crimes de abuso de poder e de um crime de administração danosa.
A 25 de junho, a defesa de Lúcia Lobato recorreu da sentença ao Tribunal de Recurso, que, passados quase seis meses, a 12 de dezembro, o recusou.
Na passada terça-feira, um dia antes de ser presa, em conferência de imprensa, Lúcia Lobato acusou os juízes timorenses de politizarem o seu processo e de violarem os direitos de um cidadão.
O funcionário do Ministério da Justiça timorense que, no âmbito deste processo, também foi condenado a cinco anos de prisão e ao pagamento de uma multa ao Estado superior a 37 mil euros, pediu igualmente habeas corpus.
Relacionado em opinião TLN
HARII PRIJAUN IHA SUAI, GOVERNU PREVE OGE MILIAUN 1 RESIN

Posted: 29 Jan 2013 04:11 AM PST

Suara Timor Lorosae – Posting Husi: Josefa Parada
DILI – Kintu Governu Konstisional liu husi Ministeriu Justisa (MJ) tuir planu sei harii tan fatin prijaun ba prizioneriu sira iha Distritu Suai, tamba iha  kuatru governu konstitusional preve ona Orsamentu Geral Estadu (OGE) kuaze miliaun ida resin.
Tuir Ministru Justisa Dionisio Babo katak, atu harii prizaun iha Suai Tinan kotuk (2012 red) preve’ ona orsamentu milaun ida resin maibe labele konsege ejekuta maibe kuandue labele halao tinan nee’e bele halo fali iha tinan oin.
“ Se bele halo iha tinan ida nee’e ami hanoin atu halo maibe kona ba preparasaun no BOQ prepata hotu ona no mos ami hatene Ajensia dezemvolvimentu nasional (ADN) halao ona evaluasaun ikus ona,” dehan Dionisio ba Jornalista foin lalais nee’e iha Salaun Timor Plaza.
Nia hatutan mos katak, prijaun iha Dili nia kapasidade ba ema nain 200 deit, agora dadaun iha 300 resin, uluk iha prijaun ida iha Baucau maibe taka ona, tan ne’e ema sira sira agora nakonu iha Dili, ida iha Gleno maibe barak liu tau feto. Informasaun kompletu iha STL Jornal no STL Web, edisaun Kuarta (30/1). Timotio Gusmão
MILITANTES FRETILIN LA KESTIONA OPOZISAUN SIMU KARETA PRADO

Posted: 29 Jan 2013 03:41 AM PST

Suara Timor Lorosae – Posting Husi: Josefa Parada
DILI – Deputadu bankada FRETILIN Francisco Miranda Branco afirma, to’o agora Militantes FRETILIN la kestiona konaba bankada Opozisaun simu kareta PRADO, tanba antes atu simu kareta sira koalia uluk ona ho militantes sira.
Deputadu Branco hateten militants Fretilin la kestiona konaba opozisaun iha Uma fukun Parlamentu Nasional (PN) simu kareta Prado, tamba antes sira iha PN foti desizaun atu simu kareta ne’e, koalia uluk ona ho militantes sira.
“Ami nia militantes FRETILILIN sira la kestiona, tanba ami kolia tia ona ho sira, antes atu simu ami disidi duni hodi tempu nebe’e maka naruk, no ami hateten ba sira katak, ami tenki simu fasilidade hodi halao servisu nudar reprejentante povu iha uma fukun ida ne’e,” dehan Branco ba STL iha uma fukun PN Tersa (29/01).
Hatan ba deputadu balun nebe’e maka uja reben metan iha kareta ne’e, katak deputadu Branco, tuir lolos ida ne’e labele, tanba sasan povu nian, oin seluk ba kareta privadu, maibe povu nia sasan labele uja reben metan, atu nune’e povu bele kuinese ninia reprejentante povu nebe’e maka tur iha PN. Informasaun kompletu iha STL Jornal no STL Web, edisaun Kuarta (30/1). Jasinta Sequeira/Natalia Moniz
PROSESU JUSTISA BA VITIMA KAZU KRIME GRAVE LAO TARDE

Posted: 29 Jan 2013 03:36 AM PST

Suara Timor Lorosae – Posting Husi: Josefa Parada
DILI – Organizasaun Nao Govermental Asosiasaun chega ba ita (ACBit) konsidera prosesu Justisa ba Vitima kazu grave iha Timor Leste no mos vitima ba violensia seksual iha tempu funu, lao tarde.
Tuir Diretora ACBit Manuela Leao Perreira katak relasiona ho kazu balun nebe akompaina foin lalais ne’e, iha problema mak informasaun tamba barak atu mai iha Timor Leste maibe laiha asesu atu fo dadus ba iha servisu justisa iha Timor Leste.
“Kazu krime pasadu hau hanoin ladun lao diak no la avansa ba oin no paradu hela entaun ita hare ita nia lideransa politika sira nebe mak sempre koalia haluha pasadu no hare deit ba futuru, mas ita seidauk iha kompresau hanesan tamba iha terenu vitima sira barak mak sei terus,” dehan Manuela ba Jornalista Tersa (29/01) iha Salaun Correio Kintal Boot.
Nia hatutan dala ruma ulun boot politiku sira  lahare iha terenu vitima ba akontesementu kazu krime pasadu barak mak sei terus hodi buka sira nia familia nebe lakon, tamba barak mak la asesu asistensia tamba ema la too ba sira. Informasaun kompletu iha STL Jornal no STL Web, edisaun Kuarta (30/1). Timotio Gusmão
PN ESFORSU HALO LEI HODI REDUS KORRUPSAUN IHA TL

Posted: 29 Jan 2013 03:31 AM PST

Suara Timor Lorosae– Posting Husi: Josefa Parada
DILI – Membru Parlamentu Nasional (PN), hamutuk nain 10, ne’ebe lidera husi Prezidente Parlamentu Nasional, Vicente Guterres, partisipa iha konferensia Global Organization of parliamentarians Against Corruption (GOPAC) durante loron tolu nia laran, iha Manila (Filipina).
Tema ba konferensia GOPAC ba dala lima iha Manila, hodi kolaia kona ba lideransa diak, lei diak, no sedadaun diak. Konferensia ne’e sei konsentra liu ba knar lideransa diak hodi atinzi sosiedade ne’ebe livre husi korupsaun.
Tuir, Vise PN, Aderito Hugo liu husi konferensia imprenza iha Aero Portu Internasional, Nicolao Lobato, Dili, Tersa (29/1). Katak PN iha vontadi makaas halo lei no hari komisaun oin-oin ainsa atu bele redus korupsaun iha TL.
Iha oportunidade ida ne’e, Porta Voz ba delegasaun PN TL, Francisco Miranda Branco hatete konferensia durante loron tolu iha Manila, GOPAC husi kapitulu (nasaun) 73 sei kolaia kona ba efetivamente implementasaun ONU ninia konvensaun kona ba Anti Korupsaun. Informasaun kompletu iha STL Jornal no STL Web, edisaun Kuarta (30/1). Oscar Salsinha
PARLAMENTO NACIONAL E PR TROCAM IDEIAS SOBRE A SITUAÇÃO DE TIMOR-LESTE

Posted: 29 Jan 2013 02:13 AM PST

O Presidente do Parlamento Nacional Vicente Guterres encontrou-se com o Presidente da República Taur Matan Ruak para troca de ideias sobre a situação de Timor-Leste.
“Ontem fizemos uma reunião de início do mês, com o Presidente da República para troca de impressões sobre assuntos do país e informar também sobre os trabalhos do Parlamento Nacional que no dia 4 a 21 de fevereiro irão discutir na sessão plenária para aprovação do Orçamento de Estado (OE) de 2013,” disse Vicente Guterres.
Taur Matan Ruak apoiou a data estipulada pelo Parlamento Nacional(PN) para a discussão do OE2013. Esse orçamento, depois de discutido pelo PN, será depois analisado pelo Presidente da República, que irá promulgar ou vetar.
SAPO TL com Suara Timor Lorosa’e 
INUNDAÇÕES NA AUSTRÁLIA OBRIGAM MILHARES A DEIXAREM AS SUAS CASAS

Posted: 29 Jan 2013 02:01 AM PST

Público com Agências – foto AFP
Quatro pessoas mortas, milhares foram obrigados a deslocar-se. Situações mais graves ocorreram em Queensland e Nova Gales do Sul.
Fortes chuvas de Verão caídas nos últimos três dias lançaram o caos em dois estados da Austrália, provocaram a morte de quatro pessoas, levaram cerca de mil pessoas a refugiarem-se em telhados e obrigaram pelo menos dez mil a abandonarem as suas casas
Transbordaram rios e foram inundadas localidades. A circulação aérea e ferroviária foi afectada. As regiões de Bundaberg, Rockhampton e Ipswich, no estado de Queensland,  Grafton e Lismore, em Nova Gales do Sul, são aquelas em que os efeitos do mau tempo mais se fazem sentir.
No estado de Queensland, a chuva provocada por uma tempestade do já enfraquecido ciclone tropical Oswald obrigou um milhar de pessoas a refugiaram-se nos telhados das suas casas na cidade de Bundaberg, até serem resgatadas, na segunda-feira à noite, por helicópteros militares. Cerca de 7500 tiveram de abandonar as suas casas.
Bundaberg, cidade de 50 mil habitantes, na costa leste, está em grande parte inundada depois de o rio Burnett ter saído do leito, na segunda-feira. Quatro helicópteros militares, uma centena de soldados e dois aviões Hercules transportaram doentes do hospital local para Brisbane, 360 km a Norte. Nesta cidade, capital do estado, ocorreram também inundações em algumas zonas comerciais. No estado de Quensland as fortes chuvas inundaram minas de carvão.
Em Nova Gales do Sul, foram retiradas cerca de 2500 pessoas de Grafton e na madrugada desta terça-feira receava-se ainda que o rio Clarence pudesse transbordar.
Há dois anos, as inundações no sul de Queensland causaram a morte de 35 pessoas e inundaram dezenas de milhares de habitações.
You are subscribed to email updates from TIMOR LOROSAE NAÇÃO
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610

COISAS QUE TODO O PROFESSOR PRECISA SABER


quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Coisas que todo professor de português precisa saber

O ensino de português tem sido o alvo de reflexões, debates e críticas ao longo das últimas cinco décadas. Desde os anos 1960, tem-se discutido a prática docente e o fracasso, ou o pouco sucesso, dos estudantes brasileiros quando se trata de leitura e de produção de textos. Fatores diferentes já foram apontados como responsáveis, ou corresponsáveis, por tal situação: o suposto déficit cultural das minorias e das camadas pobres da população, a falta de estrutura adequada nas escolas, o despreparo teórico dos professores.

O domínio da leitura e o domínio da escrita são competências essenciais para a maioria das atividades profissionais no mundo contemporâneo. Por isso a tarefa de ensinar alguém a se tornar um usuário mais competente do português é das mais sérias e delicadas. Delicada porque, se realizada sem sensibilidade às diferenças culturais, sociais e linguísticas que constituem o universo de uma sala de aula, jovens podem ser negativamente afetados, comprometendo o desenvolvimento de sua capacidade de uso e sua autoestima linguística e cultural. Séria por ser um instrumento político e ideológico em potencial: os textos lidos e as discussões travadas em sala contribuem para a formação dos indivíduos, ajudando os alunos a se tornarem cidadãos críticos ou indivíduos alienados.

Se os professores que costumam enfocar, quase exclusivamente, a gramática normativa e que costumam abordar apenas um gênero textual – a redação – no ensino da escrita, refletissem mais sobre a língua e sobre o ensino à luz da concepção interacionista, perceberiam a necessidade de mudar sua prática e algumas de suas crenças teóricas. Isso teria um impacto significativo na atitude dos estudantes em relação ao estudo de português, aumentando nossas esperanças de resultados mais positivos oriundos do binômio ensino-aprendizagem, apesar dos sérios problemas que se encontram fora do domínio da linguística, como a questão da falta de estrutura das escolas e a questão da exclusão social.

Enquanto os professores não adotarem a perspectiva pragmática de língua, o ensino de português se manterá, em muitas escolas brasileiras, no nível das sentenças isoladas, descontextualizadas, sem que se levem em conta os usos que os brasileiros fazem da língua. E se não se levam em conta os usos linguísticos, que se materializam em forma de textos, os fenômenos textuais acabam sendo negligenciados.
(Orelhas do livro)

(http://joaojorgereis.blogspot.com.br/2013/01/coisas-que-todo-professor-de-portugues.html)
Clique na imagem para versão digital do livro

teatro em belo Horizonte

Belo Horizonte recebe peça de teatro com a relação luso-brasileira como fundo

Belo Horizonte – O festival Verão Arte Contemporânea, em Belo Horizonte, acolhe esta quarta e quinta-feira, às 21h, o espetáculo “Bata-me! (Popwitch)”, uma produção teatral dirigida pelo brasileiro Diego Bagagal e que conta com a participação do ator português Martim Dinis. A produção tem como pano de fundo as relações entre Portugal e o Brasil, abordadas sob o foco de temas como a tolerância, a política e a sexualidade.  Leia mais