o turismo a destruir os Açores

Paulo Bettencourt shared a post to the group: Liberta a expressão.
Image may contain: cloud, sky, mountain, outdoor, nature and water
Image may contain: plant, tree, outdoor, nature and water
Paulo Bettencourt to Pelo controlo de acesso ao Miradouro da Lagoa do Fogo e sua Caldeira.

https://peticaopublica.com/mobile/pview.aspx?pi=PT92895

Hoje estive nos Miradouros da Lagoa do Fogo o que vi deixou-me bastante preocupado pelo seguinte.

Quando chego a um local com um Grupo aviso as pessoas para ver as vistas dos locais aonde tem os Miradouro e não pisar os locais com vegetação.

Hoje vi pessoas a pisar plantas em todos os locais com vegetação protegida e a tirar fotos fora da zona de Miradouros.

Disse a diversas pessoas que não podiam pisar as plantas e que tinham os locais próprios para fotos ( Miradouros) embora tivesse que dar atenção ao meu Grupo.

Qual não foi o meu espanto quando vi que uma grande parte de um Grupo a pisar as plantas era de um operador Russo, com um guia Russo a viver cá e ele estava impávido e sereno como se fosse algo normal, quer cá trabalhar tem que trabalhar de acordo com as regras.

O problema não é só este caso havia individuais também por todo o lado, temos que impor regras se o GRA não age temos que agir em defesa daquilo que nos diferencia.

Embora o GRA como grande defensor teórico do turismo sustentável deveria já ter pessoas a controlar estes locais no terreno.

Dizem ter pessoas no terreno mas ainda não os vi !!!

Alguém viu???
Pelo menos até que se tenha uma verdadeira estratégia de proteção da Lagoa do Fogo e Miradouros.

Temos que entender de uma vez por todas que se quisermos manter o turismo temos que manter o que nos diferencia a natureza e o verde senão daqui a uns tempos naquele local temos um monte de terra batida.

Custa ouvir um GRA que fala e bem e não reage.

Please follow and like us:
error

tudo em família como convém….Filha de Dias Loureiro desmente ter sido detida em Espanha por suspeitas de branqueamento de capitais – Observador

Source: Filha de Dias Loureiro desmente ter sido detida em Espanha por suspeitas de branqueamento de capitais – Observador

Please follow and like us:
error

convite para familiares e amigos

desde 1999 (50) e 2004 (55) anos que não reunimos os primos e amigos para celebrar o meu aniversário, e – considerando que o big seven é uma data memorável – gostava de celebrar convosco na ilha da Graciosa (Açores), pois a data coincide com a véspera do início dos trabalhos do 32º colóquio da lusofonia (detalhes em http://coloquios.lusofonias.net/XXXII/index.html) e podem aproveitar para terem autógrafos de autores contemporâneos célebres como

Homenageado AICL 2019 Eduíno de Jesus, decano dos autores açorianos

CONVIDADOS DE HONRA: Teolinda Gersão +José Luís Peixoto +Joel Neto + Félix Rodrigues + J Ramos-Horta

prometo momentos memoráveis mesmo aos que não andam nisto de literaturas… (vejam horário das sessões na página http://coloquios.lusofonias.net/XXXII/index.html

RSVP RSFF para eu vos reservar quarto (o hotel está todo reservado para nós a preços únicos em todas as 9 ilhas…) e vale a pena para dar uns mergulhos ver

https://www.youtube.com/watch?v=CphjduJdBFY&feature=youtu.be&list=PLwjUyRyOUwOLxrGAabI_tMyxqIGTxixMw

http://coloquios.lusofonias.net/XXXII/lodging%20and%20meals.htm

Please follow and like us:
error

CALHETA PERO DE TEIVE por TOMAS QUENTAL

A Calheta de Pêro de Teive sempre a servir de “engodo” em eleições

Certamente que os meus conterrâneos açorianos, principalmente os micaelenses, já perceberam que, nos últimos anos, sempre que há eleições, de qualquer natureza ou alcance, é anunciada com grande relevo uma medida sobre a Calheta de Pêro de Teive, mas passado o acto eleitoral, já os partidos com os votos no “papo”, tudo regressa ao esquecimento e à passividade.
Anunciaram agora, como um grande avanço, que a Direção Regional de Turismo do Governo da Região Autónoma dos Açores enviou para a Câmara Municipal de Ponta Delgada o último parecer que faltava – e que foi positivo, como se esperava, claro! – para que a autarquia conceda os licenciamentos necessários para a construção de um hotel por um privado em terrenos públicos da Calheta de Pêro de Teive, sob elevadas contrapartidas financeiras.
Passadas as eleições, tudo isso vai regressar à “estaca zero”, como já aconteceu várias vezes. Por isso é que a Calheta está transformada há mais de doze anos num “cemitério” de betão, ferro, lixo e ervas.
Com eleições legislativas nacionais a caminho, virão novamente PS através do Governo Regional dos Açores e PSD através da Câmara Municipal de Ponta Delgada, muito amiguinhos nesta questão, anunciar mais uma qualquer medida sobre a Calheta, para tudo regressar depois a novo esquecimento.
Recordo que no final do ano de 2017, a Junta de Freguesia de São Pedro de Ponta Delgada promoveu uma sessão pública sobre a questão da Calheta, em que o presidente da Câmara Municipal e um director regional prometeram que no início de 2018 se iniciariam as obras de requalificação daquela zona, com a demolição das galerias comerciais inacabadas, mas, afinal, nada foi concretizado até hoje. Nem o lixo nem as ervas tiraram!
A grave questão da Calheta tem servido para muita coisa: até serviu para ajudar a eleger para o primeiro mandato o presidente da Câmara Municipal, que prometeu à população que iria constituir um grupo de juristas para analisar todo este processo e que iria enviar uma carta para a Comissão Europeia a queixar-se alegadas irregularidades, mas depois não fez nada.
Está prevista – oxalá nunca se concretize! – a construção de um enorme hotel por um privado nos terrenos públicos da Calheta. É um erro monstruoso, pois será uma muralha de betão a tapar grande parte do antigo e típico casario da zona. O que estava previsto inicialmente era transformar todo aquele espaço numa praça ou numa zona de lazer para a população, sem interesses privados à mistura nem edificações de qualquer espécie, mas os milhões falaram mais alto.
Não ficará qualquer “praça verde”, como anunciam, mas apenas uns canteiros para os cães fazerem as respectivas necessidades…
Lamento todo esse triste processo, todo esse atentado à memória da Calheta de laboriosos pescadores e todo esse desrespeito pela História, pois foi ali que a cidade de Ponta Delgada nasceu.
O Governo Regional dos Açores (PS) e a Câmara Municipal de Ponta Delgada (PSD), estranhamente, aliaram-se para cometer um erro completamente irreparável, quando tinham agora uma oportunidade para corrigir de algum modo o erro cometido no passado da destruição da enseada e do portinho de pesca e a subsequente construção de umas inestéticas galerias comerciais, que não foram concluídas e que, de resto, nem deveriam ter sido construídas.
Agora dizem que serão demolidas, para se construir um hotel que não faz falta alguma. Onde está o açorianismo dos poderes públicos? Onde está o amor à nossa terra?
Mas eu penso que tudo vai continuar na mesma, porque os principais partidos nos Açores já perceberam que a questão da Calheta é um “pão” fundamental para servir de “engodo” em tempo de campanhas eleitorais. Uma tristeza!

Like

CommentShare

Comments
Write a comment…
Please follow and like us:
error

O valor da biodiversidade

Raquel Guimarães

2 mins

“Há ainda o caso da implantação do projecto do porto espacial na ilha de Santa Maria. Depois da base das Lajes, surge agora uma nova exploração de grande envergadura de que pouco se tem falado. Todos estes exemplos incentivam a emissão de gases com efeito de estufa, contraditórios à política climática. Os custos-benefícios ecológico-económico foram suficientemente estudados? Como ficarão afectados os ecossistemas com a poluição consequente? Em nome do desenvolvimento económico, a perda da biodiversidade é, apenas, um problema secundário.”

PUBLICO.PT
Biodiversidade pode referir-se a qualquer nível de variabilidade existente entre seres vivos, incluindo a diversidade genética dentro da mesma espécie, em espécies diferentes e ecossistemas.

 

Please follow and like us:
error

o segredo de Colombo

Ler y Criticar

“Não é um livro de leitura rápida, mas sim um livro cuidadoso no que explora, no que afirma, sempre bem sustentado. Se este tema vos interessa, então talvez este seja o melhor livro que podem ler sobre Colombo.

Luís Pinto”

LERYCRITICAR.BLOGSPOT.COM
Autor: Manuel da Silva Rosa Sinopse: No ano de 1444, perto da região onde outrora se erguera Constantinopla, um monarca cristão …
Please follow and like us:
error

Diversos comandantes dão pareceres favoráveis a proposta para porto da Horta – Jornal Açores 9

Um conjunto de comandantes que operam no porto da Horta, na ilha do Faial, Açores, apresentou uma série de pareceres

Source: Diversos comandantes dão pareceres favoráveis a proposta para porto da Horta – Jornal Açores 9

Please follow and like us:
error

O feminino de maestro, dez anos de Acordo Ortográfico, populismo linguístico no Brasil e Chico Buarque, Prémio Camões 2019 – Ciberdúvidas da Língua Portuguesa

Source: O feminino de maestro, dez anos de Acordo Ortográfico, populismo linguístico no Brasil e Chico Buarque, Prémio Camões 2019 – Ciberdúvidas da Língua Portuguesa

Please follow and like us:
error

o polémico cais da Horta

PAPAS NA CABEÇA

Parece que os pilotos de barra deram «parecer» favorável ao projeto do Porto da Horta. Pudera! São funcionários da Portos dos Açores. Alguém acha que iam dizer alguma coisa contra o patrão?

E os comandantes dos navios que atracam aqui, foram ouvidos? Calculo que não, pois esses não podem ser «manobrados» para dizerem o que está na cartilha do Governo.

Vamos esclarecer uma coisa:

Que eu saiba existem estudos sobre as obras do Porto da Horta, que até foram entregues no Parlamento. Acontece que, conforme me informaram, são estudos anteriores ao início das obras do cais norte.

Qual é, digam-me lá então, o problema de fazer um novo estudo para perceber as consequências da agitação marítima e outras após a construção do cais norte?

É que a Portos dos Açores e o Governo, se o fizessem, até talvez conseguissem a adesão dos faialenses e todos ficávamos a ganhar.

Mas não, persistem na teimosia de não esclarecer este assunto.

Também é preciso chamar a atenção para outra coisa: a bóiaondógrafo que está ou vai ser colocada para estudar as movimentações do mar no porto tem o objetivo de fornecer informação para o futuro, sobre as consequências das alterações climáticas e não tem nada a ver com a obra que vai ser lançada a concurso agora.

É preciso estar atento, senão comem-nos papas na cabeça!

  • Humberto Escobar São comandantes bem mandados e sem Nome.
  • Tony Oliveira como sempre a voz de meia duzia nao ajuda….como Faialense e membro da familia maritima por uns anos (e muitos mais internacional) o project to Porto da Horta nao tera um sucesso se nao for estudado e ouvido por aqueles que diariamente por muitos e muitos anos tenho navegado e observado os movimentos do Oceano em momentos de Temporais enormes a o “mar do Norte. E se o objectivo e trazer mais e maiores Navios de Passageiros (CRUISE SHIPS) a ilha tera de aprender a receber turistas diarios….sim…so ai estam 1 dia…e nao os criticar como o teem feito que eu tenha observado desde 2010. Boa Sorte…..🇵🇹
  • Rui Santos …e referiram somente que as manobras dos barcos não seriam afetadas, mas …não é isso que está em causa.
Please follow and like us:
error

piada da semana, mês, ano

Chrys Chrystello shared a post.
3 hrs

Image may contain: 1 person
Lesados do Estado

22 hrs

🤣😂🤣 PIADA DA SEMANA 🤣😂🤣

O combate à corrupção está no ADN do PS assim como o respeito pela propriedade alheia está no ADN de um ladrão.

https://video.fpdl1-1.fna.fbcdn.net/v/t42.4659-2/61454864_2634421176603093_3510105182782357504_n.mp4?_nc_cat=110&_nc_ht=video.fpdl1-1.fna&oh=6f14758202d12973114eb7e45a7f23e5&oe=5CE70AD1
Comments
Write a comment…
Please follow and like us:
error
error

Enjoy this blog? Please spread the word :)

%d bloggers like this: