PEDRO DA SILVEIRA, GUERRA DA CAL E ROSALIA 1959

PEDRO DA SILVEIRA, autor açoriano
, CASTELO DE VILA NOVA DE CERVEIRA, SETEMBRO 1959

INSCRITO SOBRE A ÁGUA D’UM RIO

(a Ernesto Guerra da Cal e também em memória de Rosalía de Castro e de João Verde)

Há um cais no outro lado;
Atrás do cais, árvores;
Além das árvores, uma casa.
Montes ao longe:
Mais perto, verdes,
Azulados os outros.

Com uma espingarda em cada olho
E nas mãos uma espingarda,
Um fantasma assombra o cais.

A água olha-o, calada.
Calada, foge.
Desgostosa.
Mas feliz.

Pedro Laureano Mendonça da Silveira (Fajã Grande, 5 de Setembro de 1922 — Lisboa, 2003), mais conhecido por Pedro da Silveira

Sobre CHRYS CHRYSTELLO

Chrys Chrystello jornalista, tradutor e presidente da direção da AICL
Esta entrada foi publicada em autores açorianos, Galiza GALICIA, lusofonia diversos, aicl. ligação permanente.