Morreu Jorge Coelho. De ministro a comentador e construtor de líderes socialistas – Renascença

Foi pela mão de António Guterres que se assumiu como o “homem da máquina” do PS. Foi ministro entre 1995 e 2001, altura em que a queda da ponte de Entre-os-Rios ditou a sua saída do Governo. Carismático, jovial, assertivo, voltou a ser decisivo em 2005, o ano da primeira maioria absoluta do PS em eleições legislativas, com José Sócrates.

Source: Morreu Jorge Coelho. De ministro a comentador e construtor de líderes socialistas – Renascença

Publicado por

lusofonias.net

Chrys Chrystello jornalista, tradutor e presidente da direção e da comissão executiva da AICL

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.