a frieza dos números de ocupação de camas nos hospitais

May be an image of 1 person and text that says "OBSERVADOR António Ferreira Seguir Médico, Professor da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto Covid-19: de como a frieza dos números atraiçoa a "narrativa" oficial"
O Prof. Dr. António Ferreira, médico especialista e doutorado em Medicina Interna, a exercer no Hospital de S. João, do qual foi Presidente do Conselho de Administração, chama hoje a atenção para alguns factos constantes dos dados oficiais:
– A taxa de ocupação dos hospitais públicos foi, em 2020, em plena pandemia, significativamente menor do que tinha sido em 2019.
– Em pleno pico da pandemia, em janeiro de 2021, a taxa de ocupação dos hospitais públicos foi menor do que nos períodos homólogos de 2019 e 2020.
– Comparando mês a mês, em todos os meses do período pandémico, a taxa de ocupação dos hospitais públicos portugueses foi menor do que em igual período do ano anterior.
——————-
Dito isto, muita coisa pode ser discutida. Para mim, a única coisa indiscutível é a incompetência criminosa da Ministra e das autoridades. Quem tiver olhos para ver, veja; quem tiver cabeça para pensar, pense. Mas reconheço a todos os que me lêem, mais ou menos amigos, o direito de terem uma opinião diversa, de iludirem a realidade e de serem, eles sim, os verdadeiros negacionistas…
You, Fátima Hopffer Rego and 3 others
Like

Comment
Share
0 comments