querem engavetar o Shakespeare hoje, amanhã eu ou tu

HORROR. QUEREM “ENGAVETAR” O SHAKESPEARE!!!
Há dias, creio que no sábado, liguei a rádio de manhã, estava sintonizada na TSF, e apanhei o fim de um programa que creio se chama “Botequim”. Só ouvi a parte final. Havia duas senhoras, presumo que pelo menos uma era ligada ao teatro. Mas, seguramente pouco. Falava-se das peças de Shakespeare. Dizia a senhora que peças como o “Otelo” e o “Hamlet” deviam deixar de ser representadas, deviam ser a modos como que “engavetadas”, suponho que foi esta a expressão utilizada. São peças para serem consultadas numa biblioteca mas não para o palco. Tudo por que apresentam estereótipos condenáveis.
Assim, Otelo aparece como um negro, de lábios grossos, o que é um preconceito racista (Devo esclarecer a senhora que Otelo não era negro, era mouro, e há mouros, para utilizar esta designação, brancos ou quase). A senhora não deve conhecer a tragédia, até porque Otelo era muito considerado pela República de Veneza.
Também o “Hamlet” devia ser retirado porque dá uma imagem negativa de Ofélia, que segundo a dita senhora parece uma maluquinha na tragédia. O que é uma atitude que não dignifica a mulher.
Não sei se este programa é anti-racista e feminista ou se é apenas tonto. E também duvido que a senhora perceba alguma coisa de teatro. Não sei quem era ela, nem me interessa.
Não fico todavia admirado que esteja a aparecer gente desejosa de silenciar todo o património cultural ocidental. Ainda hoje li que uma professora americana (é especialmente dos EUA que vêm estas ideias) retirou Homero do “curriculum” dos estudos.
Temos de estar vigilantes, porque esta gente é perigosa!!!
2
Like

Comment
Share
Comments