TIMOR MIJAR FORA DO PENICO

Luis Cardoso de Noronha
tS4hponseoree5mfd

MIJAR FORA DO PENICO
Havia saído do seminário dos jesuítas em Dare onde completara o quinto ano e arranjou emprego como Chefe de Posto numa vila do interior. Desde a sua chegada que muitos régulos fizeram queixa acerca de muitas crianças de cuja paternidade ninguém sabia. Cumpridor da sua formação religiosa de todas as vezes que o pároco fazia a sua aparição, confessava os seus pecados e recebia a comunhão. Depois da saída do padre apareceu no Posto de Enfermagem e pediu ao enfermeiro se tinha algum penico de sobra. Perante tão insólita procura, meu pai fez-lhe a pergunta da razão do seu pedido ao que de imediato respondeu que fora uma especial recomendação do padre. Que não devia mijar fora do penico e, por isso, precisava urgentemente de um para afinar a pontaria.

Publicado por

lusofonias.net

Chrys Chrystello jornalista, tradutor e presidente da direção e da comissão executiva da AICL