PEDRO NASCIMENTO CABRAL · Alexandre Gaudêncio – Contradições

Alexandre Gaudêncio – Contradições

Em resposta ao meu desagrado pelo facto de se marcar o Conselho Regional do PSD/A para um dia de semana (sexta feira), dificultando, assim, a deslocação à Ilha Terceira dos Conselheiros que vivem e trabalham nas demais ilhas, Alexandre Gaudêncio defendeu que o que me motivava era “destabilizar o normal funcionamento do partido”, acrescentando que “Discutir a vida interna do PSD/Açores na praça pública não é zelar pelo bem do partido, mas sim contribuir para instalar a confusão.Trazer a público questões internas do partido não atinge o presidente e a direção. Pelo contrário, prejudica todo o partido e é fazer o jogo do PS”.
Ora, se alertar para a necessidade da simples mudança do dia da reunião do Conselho Regional para o dia seguinte, designadamente, sábado, de modo a permitir uma maior participação dos Conselheiros na reunião em causa é discutir a vida interna do PSD/A, que dizer então das declarações públicas de Alexandre Gaudêncio de apoio imediato e desmedido à candidatura de Luís Montenegro a presidente do PSD, quando Rui Rio e José Manuel Bolieiro estão na plenitude das suas funções, respectivamente,como Presidente e vice Presidente do PSD Nacional ?
Ao abraçar-se com alarido a Luís Montenegro, afirmando que este “…gera mais consenso neste momento para liderar o partido…” e que “congrega em si uma nova esperança para o PSD nacional…” – empurrando firmemente Rui Rio e José Manuel Bolieiro porta fora da direcção nacional do PSD – Gaudêncio é que destabiliza o “normal funcionamento” do partido e vem discutir a vida interna do PSD para a “praça pública”.
O que ressalta disto tudo é que Alexandre Gaudêncio sabe que enquanto se mantiver “fortemente indiciado” pela prática de doze crimes de corrupção (6 de Prevaricação, 3 crimes de Peculato e 3 crimes de Falsificação de documentos), sujeito ao pagamento de uma caução de 25.000,00€ e proibição de contactar com outros arguidos, ele é que será sempre o foco de “confusão” e fonte de destabilização do “normal funcionamento do partido”, dada a circunstância desta condição retirar objectivamente credibilidade à acção politica do PSD/A e contribuir para a manutenção no poder do Partido Socialista na governação dos Açores

Please follow and like us:
error

Publicado por

CHRYS CHRYSTELLO

Chrys Chrystello jornalista, tradutor e presidente da direção e da comissão executiva da AICL

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.