OBRAS EXORBITANTES? CONVENTO DA ESPERANÇA PONTA DELGADA

Obras, sim, mas que sejam necessárias!

O muito respeitável reitor do Santuário de Nossa Senhora da Esperança, onde se venera a secular imagem do Senhor Santo Cristo dos Milagres, em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, anunciou que deseja realizar obras no templo e no convento adjacente no valor de dez milhões de euros.
Desconheço em concreto a necessidade e o alcance de tais obras, mas, sinceramente, com um valor tão elevado, fiquei com a ideia que vem tudo abaixo para ser construído de novo. É uma soma muito elevada, de facto! Em edifícios mais do que seculares, é natural que exista necessidade de uma intervenção estrutural, mas não compreendo onde vão gastar tanto dinheiro.
Sabe-se para já que há a intenção de criar um espaço mais seguro para guardar as muitas e valiosas joias oferecidas por fiéis. São peças diversas oferecidas com um intuito de devoção, sentimento que deve ser respeitado. A ideia de um espaço museológico, seguro e digno, é uma boa intenção.
Já o propósito de transformar uma parte do convento num espaço para acolher peregrinos oncológicos suscita-me dúvidas. Desde logo, porquê peregrinos oncológicos e não também outros com enfermidades igualmente graves?
Mas as minhas dúvidas vão mais longe, porque o convento não deve servir para cumprir missões que cabem a outras instituições. Muito próximo existe praticamente devoluto o enorme edifício do antigo Hospital de Ponta Delgada, onde, aí sim, poderão ser criadas condições de acolhimento de peregrinos doentes vindos das outras ilhas do arquipélago, do Continente português ou do estrangeiro e que, na sua devoção, procuram alívio para as suas enfermidades.
Além de tudo isso, recordo que foi dito, há tempos, que o resplendor da secular imagem do Senhor Santo Cristo dos Milagres carecia de urgente restauro, oneroso como é óbvio, porque, nomeadamente, havia pedras preciosas que se despregavam. Esse restauro já foi realizado?
Com todo o respeito e consideração, penso que o reitor do Santuário do Senhor Santo Cristo dos Milagres, como também se diz, deve aconselhar-se melhor sobre o seu projecto de obras, porque dez milhões de euros é muito dinheiro. Obras, sim, com certeza, mas que sejam necessárias! De contrário, poderá ser um erro ou uma precipitação!

Please follow and like us:
error

Publicado por

CHRYS CHRYSTELLO

Chrys Chrystello jornalista, tradutor e presidente da direção e da comissão executiva da AICL