Galiza como Hiroshima mon amour, um poema por dia Chrys C

525. Galiza como Hiroshima mon amour, nov 11, 2011

acordaste e ouviste o teu hino

bandeira desfraldada ao vento

ao intrépido som
das armas de breogán

amor da terra verde,
da verde terra nossa,

à nobre lusitânia
os braços estende amigos,

desperta do teu sono

pega nos irmãos

caminha pelas estradas

ergue bem alto a tua voz

diz a quem te ouvir quem és

orgulhosa, vetusta e altiva

indomada criatura

nenhum poder te subjugará

nenhum exército te conquistará

nenhuma lei te amiquilará

és a Galiza mon amour

 

Please follow and like us:
error

Publicado por

CHRYS CHRYSTELLO

Chrys Chrystello jornalista, tradutor e presidente da direção e da comissão executiva da AICL