GAUDENCIO (Alexandre)PASSOU A MANHÃ NA PJ E SAIU ABATIDO

INFORMAÇÃO

Alexandre Gaudêncio passou a manhã a prestar declarações no edificio da Policia Judiciária. O autarca e líder do PSD Açores era o único arguido da “Operação Nortada” que ainda não tinha sido ouvido.

“Há menos de meia hora, Alexandre Gaudêncio abandonou as instalações da Polícia Judiciária, em Ponta Delgada.
Durante toda a manhã prestou declarações no âmbito da “Operação Nortada”, em que é arguido.
Com ar visivelmente abatido, o Presidente da Câmara da Ribeira Grande saiu acompanhado do seu advogado, Paulo Linhares Dias.
Alexandre Gaudêncio fez sinal com a cabeça para dizer que não prestava declarações. O advogado também.
O presidente da Câmara da Ribeira Grande e líder do PSD Açores era o único de seis arguidos que ainda não tinha sido ouvido pela Judiciária.
A investigação da Operaçao Nortada prossegue e não está afastada a hipótese de serem constituídos mais arguidos.
Em causa estão fortes suspeitas da prática de crimes de peculato, prevaricação, abuso de poder e falsificação de documentos.
Sob o presidente da Câmara da Ribeira Grande, a Polícia Judiciária investiga a suspeita de reiterada violação de regras de contratação pública, de urbanismo e ordenamento do território, com presumiveis favorecimentos de empresários e entidades de direito privado.
Os outros arguidos da “Operação Nortada” são: Nuno Costa, sócio-gerente da empresa Greenmark; Paulo Silva, coordenador do Partido Aliança nos Açores, Gui Martins, da Escola Profissional da Ribeira Grande e Cooperativa Ponte Norte e ainda Jacinto Franco, promotor do Festival Monteverde.
A empresa Sounsgood, que trouxe à Ribeira Grande por ajuste directo de 123 mil euros o artista brasileiro Kevinho, também é arguida nesta “Operação Nortada”, que teve início em 2017.” (CV)

Image may contain: 1 person
Please follow and like us:
error

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.