o caos – transportes para o PICO E TRIÂNGULO

{ Última Hora: Rádio Cais e Jornal do Pico} [ Transportes para o Pico e para o Triângulo estão a gerar desconfiança e revolta; a SATA vem ao Pico já na segunda-feira ]

É o Pico de mãos dadas e unido a lutar por si. Perante os alertas e as reivindicações dos picarotos, segunda-feira, dia 24 de junho, é o dia escolhido pela Administração da SATA para vir à ilha montanha reunir com a AMIP (Associação de Municípios da Ilha do Pico) e com a ACIP (Associação Comercial de Industrial da ilha do Pico). Em cima da mesa claro estão: os atrasos, os cancelamentos e a operação desta companhia relativa ao verão. A notícia é avançada pela RDP-Açores.
A transportada aérea está a ser alvo de alvo de muitas críticas e uma das vozes é a de Rui Lima, que em declarações à Antena 1 Açores, disse mesmo que “é preciso uma solução rápida, pois estão em causa anos e anos de trabalho”. O presidente da ACIP frisou, à mesma estação de rádio regional, que “o Hotel Caravelas já ultrapassou uma centena de cancelamentos e isso é elucidativo do que se passa”.
O cancelamento das viagens aéreas e os problemas nas ligações marítimas estão a deixar revoltadas as pessoas e os empresários desta ilha montanha, que já sentem uma certa desconfiança nos turistas que nos querem visitar. O “copo de água” transbordou quando nos últimos dias, vários passageiros ficaram em terra – lá e cá – criando grandes problemas.
A RC e o JP sabem que no Pico e no Faial, no passado fim-de-semana, foram canceladas as ligações a Lisboa, sendo que foram três voos de ida e volta. A juntar a isto, os atrasos na chegada do navio para os Açores, e no que toca às ilhas do canal, o transporte de viaturas está colocado em causa. O Governo Regional tem de assumir as suas responsabilidades, clamam os empresários desta ilha, sob pena de se hipotecar mais um verão que poderia ser excelente para esta ilha. “A nossa parte está feita e bem feita, e o Governo , a SATA e a Atlânticoline têm de fazer a sua”, frisa um empresário local à Rádio Cais.
Recorde-se que também o Partido Social Democrata pediu, esta semana, audição da Secretária Regional dos Transportes e Obras Públicas na Comissão de Economia do parlamento açoriano sobre esta falta de lugares nos voos inter-ilhas e sobre cancelamentos de ligações ao continente. Ana Cunha, por sua vez, já reuniu com o Conselho de Administração da SATA, no sentido de planearem novas soluções para este problema.
A SATA não esconde que “a falta de pilotos para o médio e longo curso pode comprometer outros voos, quer no Faial, quer no Pico”, e já tem concurso para dez novos pilotos. O Conselho de Administração da Companhia Aérea comprometeu – se “ainda a melhorar a comunicação/apoio aos passageiros afectados por eventuais cancelamentos”.
Esperam-se decisões na próxima segunda-feira, dado que a AMIP representa os três concelhos desta ilha e os três concelhos têm interesse. Antena 1/JP/RC

Foto: Rui Medeiros

Image may contain: sky, outdoor and nature
Please follow and like us:
error