a SATA afunda-se sem pilotos e tudo o mais que lhe falta

Faltam à SATA INTERNACIONAL 30 pilotos para garantir a operação programada para este Verão

Um défice assumido hoje pela vogal do Conselho de Administração da Transportadora, Ana Azevedo ” (de médio e longo curso) temos 60 pilotos, incluindo os que estão ainda em formação e treino. O nosso objectivo, para a frota que temos, é ter 90 pilotos”

O Conselho de Administração da SATA reuniu, esta segunda-feira, com a Secretaria Regional dos transportes. No encontro com Ana Cunha estiveram na mesa os recentes cancelamentos nas ilhas do Triangulo.

No Pico e no Faial, no passado fim-de-semana, foram canceladas as ligações a LX. Três voos de ida e volta à Portela

Dois cancelamentos ocorreram devido à falta de pilotos, assume Ana Azevedo, vogal do Conselho de Administração da SATA. O terceiro voo foi inviabilizado por um pássaro que entrou no motor do avião..

A SATA não esconde que a falta de pilotos para o médio e longo curso pode comprometer outros voos, quer no Faial, quer no Pico

Por causa das especificidades dos aeroportos não é possível recorre a outras companhias, explicou no final da reunião, a vogal do Conselho de Administração da SATA, Ana Azevedo ” este constrangimento (a falta de pilotos) sente – se em toda a nossa operação. É mais fácil fazer a substituição nos aeroportos de Ponta Delgada, Terceira e Santa Maria porque facilmente se faz uma subcontratação a outra empresa. No caso do Pico e da Horta, isso não é possível. São aeroportos complexos, que exigem qualificações específicas aos pilotos que lá operam. Nesta altura, a SATA INTERNACIONAL é a única companhia aérea a operar lá ”

A SATA INTERNACIONAL tem em curso a admissão de dez novos pilotos. O Conselho de Administração da Companhia Aérea comprometeu – se ainda a melhorar a comunicação/apoio aos passageiros afectados por eventuais cancelamentos

Image may contain: aeroplane

Please follow and like us:
error