as fajãs de são jorge em risco

Informação

Fajãs de São Jorge em risco. O alerta é do empresário Antonio Gomes.
Mais de metade dos espaços não está registado no Plano Director Municipal.
E isso leva a uma construção desenfreada que põe em causa a sua sustentabilidade.

“A sobrevivência das fajãs de São Jorge está em risco.
Mais de 50 por cento desses micro-sistemas nem aparece identificado no Plano Director Municipal.
É uma lacuna que está a suscitar preocupação. Há construções de raíz sem qualquer controlo, denuncia o empresário António Gomes.
São Jorge tem pelo menos meia centena de fajãs. São espaços com identidade muito própria, envoltos em natureza, com um eco-sistema muito frágil.
E por isso António Gomes tem deixado vários alertas para prevenir antes que seja tarde.
Denuncia ainda que a volumetria das construções nas fajãs coloca em causa um dos ex-libris da ilha.
António Gomes, antigo deputado do Partido Socialista na Assembleia Regional dos Açores, reconstruiu algumas casas nas Fajãs de Sao Jorge. São casas de turismo em espaço rural, garante que se as regras forem respeitadas, o património será preservado para bem de todos.
As fajãs da ilha de São Jorge são desde 2016 Reserva da Biosfera da Unesco, um estatuto que poderá ficar em causa com a construção descontrolada de
espaços para turismo rural.” (CV)
https://www.rtp.pt/play/p1246/e403723/jornal-das-8-30 (a aprtir minuto 4’30)

Image may contain: 1 person, outdoor, water and nature
Please follow and like us:
error