EDUARDO BETTENCOURT PINTO NOVO TEXTO

Eduardo Bettencourt Pinto
29 mins ·
Uma mão no mundo de Idi Amin
Em Agosto, quando a luz fere a pele como a chama de um fósforo, Idi Amin arrasta-se pela rampa, escorrendo água e silêncio da sua carapaça, e deixa-se ficar muito quieto, meio adormecido, pestanejando como uma criança perante a alta e muito branca luz do mar.
(Ver texto completo no meu blogue PALAVRAS no BRANCO. Aqui:

Palavras no branco
Eduardo Bettencourt Pinto
EDUARDOBPINTO.WORDPRESS.COM

Please follow and like us:
error