o tremoceiro nos Açores

Tremoceiro
Categoria: Opinião
Criado em 15-09-2014
Escrito por Teófilo Braga

Nos Açores, o cultivo do tremoceiro, segundo o engenheiro agrónomo Arlindo Cabral, ter-se-á iniciado por volta de 1550. Segundo ele, num texto publicado no Boletim da Comissão Reguladora dos Cereais nº 7, de 1948, “ a esta portentosa planta muito deve a fertilidade do nosso solo, a ponto de poder afirmar-se com verdade que se não fora ela a terra açoriana já não seria bastante para todos os seus filhos”.
http://www.correiodosacores.info/index.php/opiniao/9026-tremoceiro
Família- Fabaceae

Nome científico – Lupinus albus L.

Outras designações – Tremoço-velho, Tremoço-branco.

Distribuição Geográfica – Originário do Sudeste da Europa, Síria Ocidental e Egipto.

Identificação – Planta anual herbácea e ereta, com folhas compostas por sete folíolos verdes alongados. As floras são brancas ou azuladas e os frutos são vagens com sementes achatadas e amareladas.
Utilização – O tremoceiro foi muito usado, pelos nossos antepassados, como adubo verde pois tem a propriedade de fixar azoto.
Também foi usado no chamado outono, misturado com a faveira e o centeio para alimentar o gado bovino no Inverno, quando a erva escasseava. Nesta altura o leite de vaca era um pouco amargo.
A palha dos tremoceiros era usada nos fornos de lenha quando se cozia pão.
O terceirense Augusto Gomes quando escreveu sobre os antigos processos da antiga arte de curar, na ilha Terceira, refere que para tratar o diabetes era costume mastigar tremoços. As sementes são ainda hoje muito consumidas, depois de cozidas, como aperitivo.

Publicado por

lusofonias.net

Chrys Chrystello jornalista, tradutor e presidente da direção e da comissão executiva da AICL