CABINDA independente quando?

5.1.2014 Vontade de independência de Cabinda está generalizada, diz padre Raul Tati

Vontade de independência de Cabinda está generalizada, diz padre Raul Tati

A vontade de independência de Cabinda «está generalizada» entre a população, mas a luta armada não é opção para os cabindas, defendeu em entrevista à Lusa o padre Raul Tati, antigo vigário-geral da Diocese do enclave.

Raul Tati mantém a combatividade que no passado o levou várias vezes para a prisão por defender a independência de Cabinda e foi para manter viva a memória dessa luta que lançou há dias um livro sobre o papel da Igreja Católica naquele conflito.

Ao longo de 400 páginas, em «Cabinda – Percurso histórico de uma igreja entre Deus e César – de 1975 a 2012», o padre Raul Tati apresenta pontos de vista, documentos e testemunhos do envolvimento de religiosos e leigos na luta pela autonomia do enclave.

Diário Digital / Lusa

Publicado por

lusofonias.net

Chrys Chrystello jornalista, tradutor e presidente da direção e da comissão executiva da AICL